Classificação: apostas nos pneus

Foi um dia de diferentes caminhos no Q3 em relação à escolha dos pneus, o que vai fazer muita diferença na corrida. A McLaren foi pelo tradicional, usando 2 sets de pneus moles e quase perdeu a pole – a que deveria ser a volta boa de Hamilton lhe deixaria em 4º, ele tentou outra e quase ficou a pé.

A Ferrari fez apenas uma tentativa com 6 voltas com o composto macio, já que suas melhores voltas vinham depois de 3, 4 tentativas e não haveria tempo de fazer um pit stop nos 10’ de Q3. Seus pneus começam mais desgastados que os da McLaren.

Já a Red Bull, que não via muita diferença entre os tempos com mole e duro, classificou com o último e pode ter que fazer 2 paradas amanhã. Isso porque dificilmente o composto vai aguentar mais que a metade da corrida (pensando que eles já têm algumas voltas na classificação e terão que suportar 160kg de combustível no início da prova) e o mole certamente não fará mais que 20 voltas.

É difícil imaginar o que eles pretendem. Mesmo que quem esteja com pneu mole tenha que parar muito cedo, será que eles abririam vantagem suficiente para parar 2 vezes? Ou será que eles imaginam que ninguém conseguirá parar só 1 vez?

Certamente, é a corrida mais imprevisível do ano

Piloto Q1 Q2 Q3
1º Lewis Hamilton 1′15.889 1′15.528 1′15.105
2º Mark Webber 1′16.423 1′15.692 1′15.373
3º Sebastian Vetell 1′16.129 1′15.556 1′15.420
4º Fernando Alonso 1′16.171 1′15.597 1′15.435
5º Jenson Button 1′16.371 1′15.742 1′15.520
6º Vitantonio Liuzzi 1′17.086 1′16.171 1′15.648
7º Felipe Massa 1′16.673 1′16.314 1′15.688
8º Robert Kubica 1′16.370 1′15.682 1′15.715
9º Adrian Sutil 1′16.495 1′16.295 1′15.881
10º Nico Rosberg 1′16.350 1′16.001 1′16.071
11º Rubens Barrichello 1′16.880 1′16.434
12º Nico Hulkenberg 1′16.770 1′16.438
13º Michael Schumacher 1′16.598 1′16.492
14º Vitaly Petrov 1′16.569 1′16.844
15º Sebastian Buemi 1′17.356 1′16.928
16º Jaime Alguersuari 1′17.027 1′17.029
17º Pedro de la Rosa 1′17.611 1′17.384
18º Kamui Kobayashi 1′18.019
19º Heikki Kovalainen 1′18.237
20º Jarno Trulli 1′18.698
21º Timo Glock 1′18.941
22º Bruno Senna 1′19.484
23º Lucas Di Grassi 1′19.675
24º Karun Chandhok 1′27.757
Rosberg andou forte e saiu falando que teve dificuldados com pneus

Foi também o dia de grandes diferenças entre os companheiros de equipe:

Kubica x Petrov = 1.162

Rosberg x Schumacher = 0.491

Hamilton x Button = 0.415

2 comentários sobre “Classificação: apostas nos pneus

  1. é uma corrida diferenciada e emocionante. quando vc tocou nos pneus, me lembrei daquela conversa sobre a obrigatoriedade/durabilidade, e novamente, estamos presos pelo artificialismo! portanto, raios, raios duplos! sem querer ser saudosista, mas me lembro que tinha os pneus moles, intermediários e os duros, além da guerra de fornecedores. imagina o leque de possibilidades em uma pista como essa! seria maravilhoso! nada contra hamilton/mclaren, mas essa pole teve um gostinho de esperteza! hehe!

    Curtir

    1. só precisamos de pneus inadequados, mas se eu fosse um empresa e gastasse milhões, não gostaria de fazê-los!! E concordo sobre essa pole. Do ponto de vista esportivo, um crime, para o show, aquela imagem do Hamilton empurrando o carro foi divertida

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s