Massa nasceu de novo?

Amanhã faz um ano que Felipe Massa sofreu o acidente que fez muitos se perguntassem se ele voltaria a ser o mesmo. E alguns continuam perguntando.

Até aquele 25 de julho, Felipe não estava no time dos talentos excepcionais, mas havia crescido toda vez que fora testado. Estreou mal na Sauber. Foi demitido. Voltou como piloto Ferrari e protegido por Schumacher. Aprendeu. Viveu seus altos e baixos ao lado de Raikkonen, outro campeão. Hoje, contudo, é constantemente batido, às vezes por diferenças inexplicáveis, por seu novo colega de Ferrari, Alonso.

A confiança de Massa ficou na 1ª curva no Bahrein

Felipe sempre teve a fama de agressivo, mas o fato é que em 8 de 10 vitórias, largou na pole – e na Bélgica em 2008 herdou a primeira colocação com a desclassificação de Hamilton. Ou seja, ganhou quando tinha o carro mais veloz.

Por isso é bobagem dizer que a temporada apática do brasileiro em 2010 tem a ver com o acidente. Felipe simplesmente não consegue tirar aquele algo a mais que outros como Hamilton e Alonso conseguem. Precisa do carro certo na hora certa, assim como Button e Webber. Resta saber se ele não deixou escapar sua chance.

Publicado dia 24.07.2010 no jornal Diário do Povo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s