Concurso de popularidade

Os fãs de F1 são um povo engraçado. Como todo mundo, claro, gostam de ganhar, mas têm uma certa atitude “ame-o ou deixe-o” em relação aos ponteiros. Claro, quando disputam um título, eles ficam mais em evidência, assim como certas partes duvidosas do caráter de cada um vêm à tona.

Foi Fernando Alonso quem disse certa vez que é fácil ser simpático andando no fundo do pelotão. E a votação de um site especializado em F1, que teve em 2010 sua 2ª edição, comprova isso.

Na “Character Cup”, os pilotos são colocados em duplas, frente a frente, e o público escolhe seu favorito. É mata-mata, como uma Copa do Mundo.

A vida era mais fácil vencendo de vez em quando

Pois, bem. Em 2009, o “torneio” foi realizado logo no início do ano, sob a forte lembrança da decisão de 2008. Massa – perdeu para Fisichella – e Hamilton – não passou por Trulli – ficaram na 1ª rodada. Na final, Alonso venceu Vettel, então na Toro Rosso, por 1 ponto! Ambos derrotaram Kubica e Raikkonen na semifinal, respectivamente.

E não é que, um ano e meio depois, lutando pelo campeonato, os 2 ficaram na 1ª fase? Alonso perdeu para Petrov, que parecia o vencedor certo até encontrar Barrichello, e Vettel não pôde com Kovalainen. Dessa vez, Massa, que ficou no 2º round, e Hamilton, que bateu Schumacher, não foram páreos para o finalista Bruno Senna.

Numa final tripla, Bruno teve a companhia de Barrichello e de seu companheiro Chandhok, que levou pelo menos esse título para casa.

Um comentário sobre “Concurso de popularidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s