Concorrentes ao título: Lewis Hamilton

Em 2010

Pontos 157 (2º)
Vitórias 2
Pódios 6
Abandonos 2 (roda e câmbio)
Melhores voltas 2
Posição média de largada 5.8
Posição média de chegada 4.18

O antigo showman em versão madura

Há quem diga que seja trauma ou ideia fixa, mas Alonso vem dizendo desde o início da temporada que o homem a ser batido é Lewis Hamilton. Os resultados dão razão ao espanhol. Depois de um começo em que os pontos não vinham por circunstâncias que fugiam um pouco de seu controle – estratégia errada na Austrália, falha da equipe na classificação na Malásia e quebra na Espanha –, Lewis emplacou uma sequência de 4 pódios, sendo 2 vitórias, e tomou a ponta da tabela. Com o mau rendimento do carro nas últimas provas e, principalmente, outra quebra na última corrida, perdeu a liderança do campeonato. A diferença para Webber, no entanto, é de apenas 4 pontos.

Se pensarmos que a Red Bull tem o melhor carro e, agora, mais pontos, é complicado imaginar como Hamilton poderia chegar ao bi. No entanto, Button não consegue, desde a China, terminar uma corrida a sua frente – ao menos por conta de uma falha mecânica. Portanto, não tira pontos de Lewis, diferentemente de Vettel e Webber, que invertem de posição no campeonato constantemente. Com isso, o segredo é aproveitar as oportunidades e se manter no pódio a qualquer custo.

Aí começa outro problema de Hamilton, esse já velho conhecido: Alonso. O espanhol está em situação até mais confortável dentro da equipe em relação ao companheiro, e também estará de olho em estourar o champagne constantemente.

O pior, neste momento, é que tem mais carro para isso. A McLaren, estranhamente, errou no projeto de seu difusor tipo Red Bull e está para trás na corrida do desenvolvimento. Enquanto a Ferrari já tem a asa dianteira flexível e estreará uma versão melhorada de seu difusor na Bélgica, os ingleses ainda precisam acertar a 1ª.

No entanto, as 2 provas seguintes, em que a velocidade final é fundamental, devem beneficiar a velocidade final da McLaren, mesmo que o difusor não esteja às mil maravilhas. É a hora de Hamilton mostrar o que sua curta e movimentada carreira o ensinou.

Nas fases finais dos campeonatos em que lutou pelo título, Lewis errou demais. China e Brasil 2007, Monza (na classificação) e Japão em 2008. Mas não o vejo repetindo as falhas. Amadureceu muito, já não ataca toda volta como se fosse a última de sua vida, e ao mesmo tempo, continua ultrapassando com a mesma audácia que passou Kimi na Itália em 2007.

4 comentários sobre “Concorrentes ao título: Lewis Hamilton

  1. O Hamilton é forte candidato mesmo. O problema foi a quebra dele na Hungria, quando ele garantia pontos pra ficar ainda na liderança do mundial. A quebra aconteceu em uma hora errada, já que sem o melhor carro, ele era lider e acabou perdendo a liderança para Mark Webber. Vamos ver o que a McLaren tem para essas ultimas e decisivas corridas, principalmente em Spa e Monza. Julianne, estou interessado em fazer uma parceria de blogs com você. Avisa se quiser aceitar.

    Curtir

    1. Não sei se foi uma hora ruim pra ele quebrar. Foi pior em Barcelona, quando ele estava em 2º. Na Hungria, já estava perdendo pontos pra seus concorrentes.
      Acho interessante que essa é a 3ª falha mecânica da carreira dele! E olha que ele não alivia…
      Que tipo de parceria vc está pensando?

      Curtir

      1. Claro que toda quebra é ruim, mas agora acho que em um momento em que o carro perde para a Ferrari alem da Red Bull. O Hamilton tem sorte da McLaren aprontar carros que dificilmente quebram, mas vale lembrar que nos temos de kimi na mesma o motor mercedes muitas vezes o deixou na mão quando mais precisou.
        Sobre a parceria, o tipo é a comum mesmo. Eu coloco teu blog na parte de blogs parceiros no meu, e você aqui também rsrs.

        Curtir

  2. vc tocou em um assunto muito importante, em vista dessa atual safra de pilotos: -a noção de referência/obstáculo tão importante, quando a disputa chega lá na frente. os feras se reconhecem. e há corridas, onde o concorrente, sente que será difícil tomar a posição do outro. isto não aparece nos jornais, mas é visível pelo tom quando um fala do outro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s