Ainda sobre o treinamento dos pilotos

A BBC fez uma matéria sobre a prova de triathlon em que competiram Lucas Di Grassi, Bruno Senna, Jenson Button, Alex Wurz e Nico Rosberg.

Show de edição, como sempre. E serve para ilustrar o post em que falei um pouco sobre o treinamento físico dos pilotos.

4 comentários sobre “Ainda sobre o treinamento dos pilotos

  1. Os carros antigamente eram mais difíceis de pilotar, mas hoje a F1 para o piloto é mais difícil a pressão em cima é muito maior. A Formula 1 dos últimos anos é cheia de detalhes, um bom exemplo são as punições exageradas muitas vezes sem sentido! Já vimos vários pilotos parado na saída de boxes por causa da luz vermelha, ridículo! Antigamente o piloto entrava e saía dos boxes “rasgando”, não se preocupava com luz vermelha, faixa branca, velocidade nos boxes. Ok, fizeram isso para evitar acidentes, mas não tem como se evitar uma roda solta como aconteceu com Nico esse ano nos boxes ou o atropelamento no boxe da Hispania! Hoje o montante de dinheiro envolvido é maior, o piloto carrega mais pressão, o calendário é maislongo com mais corridas, as viagens são mais longas(antes tinha muita corrida na Europa), hoje tem vários compromissos comerciais chatos(Kimi odiava…rs). Schumacher por exemplo em 2003 treinou mais no projeto carro de rua Ferrari Enzo que seu próprio F1, e olha que 2003 foi um campeonato duro para Schumacher, na pré-temporada interrompeu até as férias para treinar(sabia que o domínio de 2002 ia acabar) é o peso da responsabilidade! Pilotos como Schumacher/Alonso/Hamilton e outros sempre carregam mais responsabilidade que pilotos como Rubens e Coulthard, eles sempre vão ser as apostas das equipes, eles tem mordomias, privilégios? SIM, mas a “cobrança” em cima deles também são muito maior! Todo isso leva a um desgaste físico e mental enorme, se fosse só sentar e pilotar como nos anos 50 seria uma maravilha, naquela época piloto não treinava, não desenvolvia equipamento, nem preparo físico sofisticado era preciso. Evidentemente nos anos 50/60/70 a F1 era muito mais perigosa e desafiadora, mas a Formula 1 de hoje esta longe de ser fácil para o piloto. O problema é que hoje a Formula 1 é mais técnica que esportiva, isso não agrada ao público, antigamente o piloto não se preocupava com multi funções no volante, hoje é complicado o piloto trabalha mais “mentalmente” ao volante, existe vários botões, o piloto tem que ter enorme sensibilidade para “mapear” o volante e melhorar o desempenho do carro, imagine como fica o cérebro do piloto mexendo vários botões e pilotando? O Galvão dizia que antigamente(para valorizar a época do Senna) a F1 era mais difícil porque o piloto mudava a marcha com a “mão” e isso cansava mais o piloto(risos), mas ele se esquece que hoje a força “G” é muito maior no pescoço, a velocidade dos carros hoje é muito maior que nos anos 80/90, e quanto mais veloz o carro mais habilidade o piloto vai ter que ter. O Piquet pai que não gosta de rasgação de seda, disse sem problemas que se fosse sentar no carro de F1 hoje ele nem do lugar ia sair, são muitos detalhes para checar! No geral a F1 nunca foi fácil em qualquer época! Para suportar essa pressão física e mental o piloto tem que dar atenção especial ao corpo, o preparo físico evoluiu muito nos últimos 15 anos, acredito que esse é o principal motivo da volta de Schumacher, pra mim o limite na F1 sempre foi 38 anos, depois disso pode se aposentar, a não ser que faça como Prost, voltou em 93 e foi campeão, mas pegou um carro PRONTO pra ser campeão, foi muito fácil. Lauda quando voltou ainda era novo e a F1 de 82 e 93 de Prost não evoluíam como hoje, além disso eles podiam treinar a vontade, coisa que hoje Schumacher não pode fazer! Se fosse para desenvolver equipamento(caso da Mercedes hoje)durante uns 3 anos, Prost não ia mais conseguir, Mansell quando voltou tomava tempo até do D.Hill em 94. Acho que Schumacher esta indo contra a lei da natureza voltando depois dos 40 anos(F1 não é categoria Master), mas se ele diz que esta feliz, que esta a procurar desafios, então boa sorte! Button é um exemplo de dedicação, não que outros não sejam longe disso, mas correr em maratona não é fácil, Button fez um belo campeonato em 2009, o preparo físico de maratonista deve ter ajudado muito na concentração na pilotagem, ele não cometeu uma única pixotada em 2009! Hoje os pilotos de F1 são super atletas comparado aos de 25 anos atrás(o mesmo acontece no futebol), merecem o que ganham, correm riscos na pista e se dedicam muito…

    Curtir

  2. Semana passada vi uam matéria sobre o tênis. Hoje os atletas são mais fortes e altos e há quem pergunte se o tênis de hoje é mais físico do que técnico. Acho que há um paralelo interessante com a F1, e com outros esportes: há uma agregação de valores, não substituição. No final das contas, os líderes da F1 ou do circuito da ATP estão lá porque bateram os melhores de seu esporte em sua época. É impossível não ver mérito nisso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s