Campeonato após a Coréia – pontuação antiga e atual

 

Pos Piloto antiga atual
Alonso 93 231
Webber 88 220
Hamilton 87 210
Vettel 84 206
Button 77 189
Massa 67 143
Kubica 46 124
Rosberg 47 122
Schumacher 23 66
10º Barrichello 15 47

A Red Bull era imbatível, o motor Renault, inquebrável… e quem estava certo era Alonso, quando dizia que sua chance estava no fato de Vettel e Webber, por falhas deles ou da equipe, constantemente não transformarem sua superioridade em pontos. Seu papel seria o de aproveitar as oportunidades. E elas apareceram hoje.

E a equipe austríaca nem pode culpar a pista. Quando finalmente a corrida começou, não houve problemas de drenagem ou com o asfalto – só sujeira, é verdade. Ficou a impressão de que o cuidado foi exagerado. Webber bateu porque pisou na zebra, o que aconteceria em qualquer outro lugar.

A 42 pontos da liderança e sempre chegando atrás dos demais concorrentes, Button já é carta fora do baralho. Hamilton, por outro lado, recupera um de seus abandonos, e logo quando ambas as Red Bull não completaram. Poderia ter vencido, caso fosse mais cuidadoso na relargada. Tentou frear tarde logo na 1ª volta lançada em pneus intermediários e deu no que deu.

Apesar de todas as demonstrações de Helmut Marko, chefe do programa de automobilismo da Red Bull e o homem que responde diretamente ao dono da empresa de energéticos, Dietrich Mateschitz, de quem é seu preferido para vencer o campeonato, talvez seja a hora de bancar Webber. Talvez pois não foi isso que fez a diferença hoje – aliás, o fato de Alonso ser o 1º piloto da Ferrari pouco tem interferido de fato. Verdade seja dita: os 133 pontos conquistados pelo espanhol desde o GP da Alemanha são muito mais mérito dele.

8 comentários sobre “Campeonato após a Coréia – pontuação antiga e atual

  1. Corrida…
    Falando como um fã de F1, vi um GP ridículo, porem eletrizante, e foi isso que salvou a corrida de ser uma catástrofe. Dou nota 7.

    Hoje foi o dia do contra, vimos um…
    – Motor que não quebra, quebrando.
    – Piloto que “não erra”, errando.
    Isso foi sensacional para a disputa do campeonato!

    Alonso…
    Esse pertence a outro mundo… Inacreditável!
    Não gosto dele, mas tenho de ser sincero, o cara é o melhor piloto da atualidade, incrível!
    Lógico que o fato de somente ele estar disputando o título na Ferrari, ajuda, mas isso não quer dizer que a equipe o privilegiou, ajudou… Ele está na liderança porque ELE conseguiu. (Qualquer coisa fora disso é chorôrô)
    (E o meu medo não está se concretizando, os 7 pontos do GP da Alemanha nada afetam o campeonato)

    Button…
    Arriscou, e mais uma vez, falhou. Que pena!
    (Dessa vez o aplaudi, pensei que daria certo)

    Disputa pelo mundial…
    Podem me chamar de ‘loko’, mas ainda creio no título da RBR.
    Ainda mantenho aquela frase, onde disse que a RBR iria criar asas e voar nos últimos 3 circuitos. Voou na Coréia, mas as “benditas” falhas atrapalharam…

    Fã de Webber falando: “Agora é torcer para que a RBR privilegie Mark Webber, pois senão, o ‘NadaSei’ levantará a taça.”

    Só quero ver a atitude da Red Bull…
    E eu já sei qual será >>> NÃO vai dar atenção especial ao Australiano! (Se o Webber fosse o Vettel, aí sim, daria toda a atenção do mundo)

    * Quero rir muito se a RBR não for campeã, pois ela tem tudo pra ser. Maldita equipe! *

    PS: Darei um tempo nos comentários, esse GP me abalou emocionalmente… Sério.

    Curtir

      1. Lembrei de você quando vi aquele medão de começar a corrida. Eles exageraram, não?
        E o Webber voltou a ser Webber, como eu temia.

        Mas tô com você: quem tem o melhor carro sempre é favorito.

        Curtir

  2. A Red Bull perdeu o campeonato para si mesma. Dá uma passada no meu blog amanhã de manhã, já agendei um post com um balanço de toda a temporada da RBR. Era para o campeonato ter um nome, Red Bull.

    Sobre a corrida, Alonso foi oportunista, venceu a 4ª em 6 corridas. Será um título manchado pelo jogo de equipe, mas merecido pela virada espetacular da Ferrari, sabendo se aproveitar das falhas da Red Bull.

    Curtir

    1. Acho que não terminou ainda, mas há tempos já se dá pra falar da incompetência da Red Bull aos domingos. Coloca no post o dado das poles: 14 em 17, a 1 de alcançar as grandes McLaren de 88 e 89 e Williams de 92 e 93. Lembra que o Mansell ganhou aquele campeonato de 92 na Hungria? Era mais ou menos isso que devia ter acontecido…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s