Luta entre companheiros na classificação

Button 5 x 13 Hamilton
Schumacher 4 x 14 Rosberg
Vettel 11 x 7 Webber
Massa 4 x 14 Alonso
Barrichello 12 x 6 Hulkenberg
Kubica 17 x 1 Petrov
Sutil 15 x 3 Liuzzi
Buemi 11 x 7 Alguersuari
Kovalainen 8 x 10 Trulli
Senna 0 x 2 Klien
Heidfeld 1 x 3 Kobayashi
Glock 16 x 2 Di Grassi

Diferenças hoje

Hamilton x Button: 0.367s

Rosberg x Schumacher: 0.563s

Vettel x Webber: 0.118s

Alonso x Massa: 1.354s

Barrichello x Hulkenberg: 1.733s

Kubica x Petrov: 1.104s

Sutil x Liuzzi: 0.238s

Alguersuari x Buemi: 0.266s

Trulli x Kovalainen: 0.128s

Klien x Senna 0.713s

Kobayashi x Heidfeld: 0.514s

Di Grassi x Glock: 0.680s

9 comentários sobre “Luta entre companheiros na classificação

  1. Apesar da pole emblemática do Hulk hoje Barrichello está ganhando de lavada. Kubica então… Glock, Alonso, Rosberg idem. Adoro essas comparações.

    Curtir

  2. Que treino “zuado”… Depois dessa, espero qualquer coisa pra corrida.

    E se terminar assim, tirando o “Hulk” do caminho, claro, a F1 vai ao último GP com quatro pilotos disputando o título. Já pensou que bacana?!
    * E pensar que em 2002, o Schumacher foi campeão com seis corridas de antecedência. Que ridículo! rs
    .
    .
    E só pra falar… Hoje eu estive pensando sobre a possibilidade de o Alonso ganhar o mundial, tendo a RBR como equipe campeã, e fui pesquisar um pouco sobre outros acontecimentos iguais, e eis que…

    Somente os pilotos >>> Mike Hawthorn, Jackie Stewart, James Hunt, Nelson Piquet, Keke Rosberg, Alain Prost, Michael Schumacher, Mika Hakkinen e Lewis Hamilton, foram campeões sem terem a escuderia campeã.

    Ou outros * (abaixo), NÃO menos capacitados, só foram campeões com a equipe campeã.

    * Jack Brabham, Phil Hill, Graham Hill, Jim Clark, John Surtees, Denny Hulme, Jochen Rindt, Emerson Fittipaldi, Niki Lauda, Mario Andretti, Jody Scheckter, Alan Jones, Ayrton Senna, Nigel Mansell, Damon Hill, Jacques Villeneuve, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e Jenson Button.

    OBS: Não estou levando em conta, por exemplo, um piloto excelente ter levado uma equipe “não número 1” para a glória, OU ainda, uma equipe ter mais pilotos que a outra. Mas é interessante de se observar.

    OBS 2: E se computarmos as temporadas de 1950 a 1957, podemos colocar o Juan Manuel Fangio na primeira lista, e Nino Farina com o Alberto Ascari, na segunda.

    GN’R

    Curtir

    1. Rafael-F1

      Esse estudo está fantástico só precisava de analisar o companheiro de equipe do Campeão e os dois da scuderia que ganhou o Campeonato.

      Abraço

      Curtir

    1. Não sou a “Ju”, mas…

      Bacana a atitude do Alonso, não sabia dessa.
      Ninguém comenta sobre isso por aqui (Brasil), pelo menos eu nunca vi.

      GN’R

      Curtir

  3. Deulcupem o sumiço, mas ontem estava morta depois da maratona do GP do Brasil.

    Rafael: vou atrás dessa estatística aí, muito interessante mesmo! Seria legal também ver a diferença de pontuação desses que ganharam sem o título de construtores.

    Ceccotto: naquele final de semana do GP de Mônaco, a imprensa espanhola mais próxima do Alonso (não o Marca, o As, esse tipo de coisa) noticiou que ele tinha feito algo que colocou a equipe toda do lado dele, mas que não podiam falar, então ele pediu para que não divulgassem.
    As pessoas falam negativamente de um piloto quando ele trabalha politicamente dentro da equipe, mas sempre vemos que isso faz muita diferença.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s