Massa x Alonso: o calvário de Felipe continua

Felipe Massa Fernando Alonso
Posição na classificação
Tempo da Classificação (Q3) 1’17.101 (+1.112) 1’15.989
Posição na corrida 15º
Voltas 70/71 71/71
Pit stops 3 1

Confira  a corrida de Felipe e Fernando volta a volta

Dado seu currículo andando de Ferrari em Interlagos – 3 poles, 2 vitórias e um 2º lugar – era esperado de Felipe Massa um sinal de ressurgimento no GP do Brasil. No entanto, seu final de semana só reforçou a tese de que este não é seu ano.

A classificação na chuva nunca foi seu forte e Massa sofreu para entrar no Q3. Na volta final, teve dificuldades de gerar temperatura no pneu slick e levou 1s112 do companheiro, a maior diferença no ano.

Vinha em 8º na corrida até ter problemas com uma roda mal fixada e fez 2 pitstops, sendo relegado ao 23º lugar. Depois de algumas ultrapassagens e de ter se beneficiado com paradas nos boxes, chegou à 15º colocação. Aproveitando o Safety Car, a Ferrari o chamou para um último pitstop. Com pneus novos, passou Heidfeld e Sutil, mas tocou-se com Buemi a perdeu novamente as posições. No final da prova, ainda foi ultrapassado por Barrichello e Petrov, dando o troco no russo logo em seguida.

Alonso fez o que se esperava dele e ainda lucrou com a vitória de Vettel, e não de Webber, o que deixaria o asturiano em posição delicada no campeonato. Depois de ser 5º na classificação, livrou-se de Hamilton – que errou na sua frente pela 2ª corrida consecutiva – e de Hulkenberg.

Hulkenberg fez um belo favor às Red Bull

No entanto, já tinha 10s9 de desvantagem para Vettel. Sem tráfego, passou a andar no ritmo das Red Bull, mas sem se aproximar. O Safety Car lhe daria uma chance, mas, com 4 carros entre ele e Webber, a diferença voltou a subir. No final, conseguiu chegar a 2s2 do australiano e esteve a 4 milésimos de fazer a volta mais rápida da prova – quem a fez foi Hamilton, logo após a 2ª troca de pneus – mas era a hora de conservar o motor e arriscar em Abu Dhabi.

4 comentários sobre “Massa x Alonso: o calvário de Felipe continua

  1. Nem tudo é tristeza.
    O Galvão mesmo disse: “O Massa chegou em 15º, mas mostrou que vai pra cima.” (rs)
    .
    .
    E o Alonso pode ficar tranqüilo… O Mateschitz-Vettel é o Deus pra quem ele pediu o mundial de 2010.
    .
    .
    PS: E desculpe-me, faster, mas eu não me canso de dizer isso, agora é mais um que entrou para o clube, o Button também citou os 7 pontos do GP da Alemanha, rs
    * Eu, Max Mosley, Button…

    Curtir

  2. Desconheço essas “decisões estranhas”, mas é óbvio que ninguém é Jesus Cristo.
    * De início, parece hipocrisia a atitude do Mosley e do Jean Todt, mas vamos analisar com mais calma… Eles não podem ter mudado de visão?! As coisas mudam, a sua visão pode variar conforme o terreno. Eu vejo assim.

    – Mas seria conversa fiada do “Mr. Orgy”?!; Querendo se redimir?!; Aparecer em holofote?!
    Não sei, pode ser. Quem poderá afirmar 100%?!

    “Só achamos que as outras pessoas têm bom senso quando são da nossa opinião.” – Rochefoucauld

    Gn’R

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s