Red Bull dá sinais de que é ainda mais dominate

Jenson Button pode ter ficado a apenas cinco milésimos de Mark Webber na primeira volta com o pneu macio, mas uma observação mais profunda nos tempos obtidos pelos ponteiros nessas 3h de treinos livres aponta que a vantagem da Red Bull é ainda maior que em Melbourne.
Se no GP da Austrália o abismo no ritmo em uma volta já era claro – há duas semanas, Webber e Sebastian Vettel só deram mostras de seu poderio no terceiro treino livre, no sábado – hoje as saídas mais longas apontaram para uma supremacia também em ritmo de corrida.

Schumacher malaysia mercedes 2011
A Mercedes também andou bem, mas Ross Brawn admitiu que eles precisam melhorar o ritmo de corrida

Vale lembrar que a Red Bull utilizou o Kers durante toda a sexta-feira e, segundo Vettel, isso não deve mudar no restante do final de semana.
Entre os primeiros colocados, quem fez as sequências mais longas de voltas – idênticas, inclusive – foram Vettel e Button. Enquanto o alemão consegue se manter dentro de uma margem de seis décimos por nove voltas, o inglês só o faz por sete. Isso, num ritmo menos constante e rodando cerca de meio segundo mais lento.
Ao menos levando em consideração estes números, a teoria de que a McLaren cuida melhor dos pneus que a Red Bull não tem fundamento.

Vettel Button
1:44.041 1:46.384
1:44.042 1:45.451
1:44.046 1:44.580
1:44.379 1:44.503
1:44.268 1:44.074
1:44.216 1:44.490
1:44.661 1:44.680
1:44.431 1:44.588
1:44.438 1:44.758
1:45.489 1:45.975
1:43.993 1:46.938
1:45.206 1:48.748

As Ferrari, que ficaram mais de um segundo atrás dos líderes na simulação com pneus macios, mostrando mais uma vez o problema em obter a performance máxima em uma volta lançada (ambos os pilotos foram atrapalhados pelo tráfego, mas ainda assim não estavam nos mesmo ritmo das rivais), não fizeram stints tão longos para podermos compará-los. O maior foi de Massa, com oito voltas, sendo duas delas bem altas.

A instabilidade se mostra ainda mais acentuada que no stint de Button. Ou seja, a Ferrari não encontrou o acerto ideal para trabalhar com esses pneus Pirelli.

Massa
1:43.538
1:43.754
1:53.541
1:43.584
1:44.307
1:44.830
1:45.519
1:53.944

No duelo interno com Vettel, Webber se saiu melhor hoje, ainda que ambos possam ter tomado caminhos distintos nos acertos. De qualquer forma, Sepang é um circuito em que o australiano bateu o companheiro nos últimos dois anos em classificação – e perdeu ambas as disputas no domingo.

Estratégia complicada

O diretor técnico da Ferrari, Pat Fry, que também é encarregado pela estratégia, afirmou que uma corrida no seco será complicada. Isso porque a vida útil do pneu duro não é tão grande, ou seja, a perda de performance que se tem com o composto mais rígido não é totalmente compensada por sua durabilidade. Por isso, acertar bem o carro para poupar ao máximo os macios, claramente mais rápidos hoje, é a chave do final de semana.
Vale lembrar que as temperaturas de pista chegaram aos 50ºC hoje. Os treinos, aliás, trouxeram uma má notícia para quem esperava muitas ultrapassagens no domingo: com o desgaste dos pneus, o asfalto ficou muito sujo fora da linha de corrida.
Tudo isso, é claro, se tivermos classificação e corrida no seco. Em caso de chuva, as equipes testaram pouco com os Pirelli e o resultado tem tudo para virar uma loteria.
Para ver a reação de todas as equipes após os treinos livres, visite o TotalRace.

Piloto Melhor volta Dif. Stint Voltas
1 Mark Webber 1’36.876 1/1 24
2 Jenson Button 1’36.881 0.005 1/1 30
3 Lewis Hamilton 1’37.010 0.134 1/3 23
4 Sebastian Vettel 1’37.090 0.214 1/4 30
5 Michael Schumacher 1’38.088 1.212 1/3 26
6 Felipe Massa 1’38.089 1.213 1/3 31
7 Nico Rosberg 1’38.565 1.689 3/3 25
8 Nick Heidfeld 1’38.570 1.694 4/4 16
9 Fernando Alonso 1’38.583 1.707 3/4 27
10 Jaime Alguersuari 1’38.846 1.970 1/3 31
11 Pastor Maldonado 1’38.968 2.092 1/2 24
12 Rubens Barrichello 1’39.187 2.311 1/2 30
13 Vitaly Petrov 1’39.267 2.391 1/3 17
14 Kamui Kobayashi 1’39.398 2.522 1/3 29
15 Sergio Perez 1’39.603 2.727 2/2 34
16 Paul di Resta 1’39.625 2.749 3/3 31
17 Adrian Sutil 1’39.809 2.933 3/3 28
18 Sebastien Buemi 1’40.115 3.239 2/3 31
19 Timo Glock 1’40.866 3.990 1/2 24
20 Jarno Trulli 1’41.890 5.014 3/3 19
21 Narain Karthikeyan 1’43.197 6.321 1/2 15
22 Vitantonio Liuzzi 1’43.991 7.115 2/2 13
23 Heikki Kovalainen 1’44.886 8.010 2/2 4

3 comentários sobre “Red Bull dá sinais de que é ainda mais dominate

  1. Grande Julianne,

    A melhor análise de forças que vi na imprensa até aqui é a sua.

    Além de completa, é direta e objetiva, em uma linguagem de fácil compreensão para os leigos.

    Foi a fundo nos detalhes dos stints e colocou por terra a falsa sensação de que a McLaren estaria muito próxima ou no mesmo nível da RedBull.

    Isso é que é jornalismo esportivo de qualidade.

    Bom, se nada de diferente ocorrer (chuva, quebra ou algum acidente), a RedBull vai dominar novamente a corrida, aí, acho melhor o resto da turma começar a pensar na temporada de 2012 (será que é exagero).

    Parabéns pelo belo trabalho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s