McLaren tem a melhor média nos pits, mas é a mais desigual

 

Boxes em Mônaco foram palco de erros nas três equipes grandes

Os péssimos trabalhos de box de Mônaco tiraram da Red Bull o posto de equipe mais rápida na troca de pneus. A McLaren, que também errou com Hamilton no Principado e na Turquia, aparece com a média melhor nesses primeiros seis GPs – 23s044 contra 23s182 da equipe de Vettel e Webber. A Ferrari é mais demorada, com 23s493 de média.

Australia Malásia China Turquia Espanha Mônaco Média
Vettel 23.319 22.408 21.764 20.402 20.214 28.536 22.773
Webber 24.058 22.198 21.888 21.100 20.305 32.002 23.591
Hamilton 23.213 23.252 20.659 24.909 20.364 29.211 23.601
Button 22.992 22.451 21.924 21.808 20.295 25.457 22.437
Alonso 24.055 23.619* 21.887 21.530 20.480 28.367 23.314
Massa 24.145 24.886 21.396 23.375 21.618 26.615 23.672

*não incluída parada para troca do bico

São vários os fatores que envolvem uma troca perfeita – e o fato de Button ter constantemente optado por fazer uma parada a menos parece ajudar na hora de se calcular as médias, pois, ao parar menos vezes, diminui-se a possibilidade de erros. Os números disponibilizados pela FIA determinam a perda total, ou seja, o piloto conta muito nestes dados. Afinal, apertar o limitador no momento exato, parar milimetricamente na marca devida e responder prontamente ao sinal para acelerar conta muito nessa hora.

Portanto, é difícil separar, até nas comparações entre companheiros, o que deve ficar na conta da equipe e o que acaba nas costas do piloto. A maior diferença interna ocorre na McLaren: a média de Button é 1s170 melhor que de Hamilton. Na Red Bull, Vettel leva 0s818 de vantagem para Webber, enquanto na Ferrari, as paradas de Alonso foram em média 0s358 mais rápidas que de Massa. De qualquer maneira, não parece real imaginar que qualquer uma delas prejudique os preciosos milhões do campeonato de construtores para beneficiar um piloto x.

O que salta aos olhos nesses resultados é a quantidade de erros. Além das já citadas falhas de Mônaco e Turquia, a McLaren deixou Hamilton na mão também na Malásia. Já a Red Bull abusou de errar em Mônaco, com ambos os pilotos. Já a Ferrari pisou na bola feio com Massa na Turquia e Alonso em Mônaco (também!), além de uma sequência de trabalhos longe do ideal com ambos os pilotos na Austrália, Massa na Malásia e na Espanha, e Alonso na China. Não é segredo que os italianos vêm sendo consistentemente lentos, mas tem mais gente que gostaria que os tempos de uma parada dos Bridgestone voltassem logo.

7 comentários sobre “McLaren tem a melhor média nos pits, mas é a mais desigual

  1. Ju,

    A Ferrari já foi referência em tempos de parada de box na época do Schumacher e Ross Brawn, mas como havia o reabastecimento de combustível, automaticamente o tempo de parada era maior o que acabava encobrindo alguma falha na troca de pneus.

    Agora o tempo disponível é muito menor e qualquer erro fica evidente.

    Se o treino faz a perfeição, a Pirelli ainda vai dar muita oportunidade para as equipes aprenderem.

    Curtir

  2. Engraçado perceber que ao contrário do que é alardeado e incutido na mente de alguns torcedores de que a Ferrari prejudicaria deliberadamente Massa em detrimento de uma “proteção” a Alonso. O brasileiro na disputa interna das equipes é o que tem menor diferença para o companheiro. Muito interessante!!!

    Curtir

  3. Juliane, envie esse post para a Ferrari, Mclaren para ver se profissionalizam como a Red Bull, rsrsrs…

    Brincadeiras a parte, excelente trabalho, parabéns!!

    Curtir

  4. Engraçado como as paradas de Button têm sido melhores que a de Hamilton. Não me lembro até que ponto a “família” Ferrari, não sei se por nepotismo, ou falta de profissionalismo mesmo, caiu em derrocada nos pits, pois me lembro de corridas no início dos anos 90 (88/89), e os caras eram referência em paradas. Será pelo gênio carrasco do comendador? É inadimissível uma equipe com tanta história na F1, trabalhar tão mal nas paradas.

    Curtir

  5. As médias de Hamilton e Button na China, não seriam de 20.659 e 21.924 seg., respectivamente?
    .
    Só espero que ao verem as médias, parem de ficar xingando a Ferrari, dizendo do suposto complô contra o Massa.
    * Mas creio que esse “complô” só acontece aqui no Brasil, pois temos um narrador que invoca isso nas pessoas, dando a impressão que só erram com o Brasileiro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s