O mapeamento pode mudar, mas o pole não

Vettel é o dono da bola

 

Por um lado, pode-se imaginar que os quatro décimos entre a primeira não-Red Bull e Vettel signifique que a proibição da modificação do mapeamento dos motores fez algum efeito no domínio do time anglo-austríaco, mas o fato desta diferença ter marcado a “mini temporada” de corridas em circuitos de rua, joga ainda mais dúvidas a respeito do que acontecerá a partir de Silverstone.

Vários pilotos de ponta tiveram que voltar à pista para uma segunda tentativa no Q1, talvez pelo tráfego. Pior para Felipe Massa, que se viu obrigado a colocar pneus macios logo de cara. Arriscando ir para a pista com os pneus médios, como na China, Webber ficou a duas posições de cair na primeira parte da classificação: foi o 16º, 0s175 à frente de Alguersuari, que sobrou em um final de semana em que perdeu uma sessão inteira de treinos na sexta-feira.

Massa voltou ao Q2 com o mesmo jogo de macios que utilizara no Q1 e voltou a ficar em pé de igualdade com os rivais. A única equipe que poderia incomodar Red Bull, McLaren, Ferrari, Mercedes e Renault seria a Force India, que rondou a 10ª colocação em todos os treinos. Mesmo com a bandeira vermelha causada por Pastor Maldonado, que poderia atrapalhar alguns pilotos, não houve surpresas. Adrian Sutil conseguiu superar Vitaly Petrov, que perdeu muito tempo no treino da manhã e fechou o top 10. O alemão ficou à frente do companheiro Paul Di Resta apenas pela segunda vez na temporada. Também, pudera: o escocês perdeu a sexta-feira inteira após Nico Hulkenberg, que usou seu carro na primeira sessão de treinos livres, bateu. Massa chegou a sair com seu segundo jogo de macios, mas não fez uma tentativa.

No Q3, Sutil provavelmente já não tinha mais pneus macios novos e optou por não fazer voltas rápidas. As Mercedes e a Renault de Heidfeld optaram por fazer apenas uma volta rápida. Mesmo quatro décimos à frente da concorrência, Vettel voltou à pista para a segunda tentativa. Mas, a exemplo de Hamilton e Alonso, não chegou a completar a volta. É melhor os dois últimos e Webber terem guarado forças para amanhã, pois pode ser uma das últimas oportunidades de roubas pontos importantes do líder do mundial.

4 comentários sobre “O mapeamento pode mudar, mas o pole não

  1. Julianne,

    Já liberaram alguma tabela com os pneus utilizados no Q1, Q2 e Q3?

    Button teve uma participação muito discreta. Será que ele guardou pneus para a corrida?

    Abs.

    Curtir

    1. Ele fez exatamente o mesmo que Hamilton, mas o problema que a McLaren vem tendo neste final de semana, de aquecimento de pneus, é algo que Lewis contorna melhor. Jenson reclamou que o carro saía muito de traseira, e isso é péssimo para o estilo dele.

      Curtir

  2. A mudança de regra do mapeamento parece não ter prejudicado a RBR até agora.

    À partir de Silverstone ocorrerá a proibição total do cold blown diffuser.

    A Renault pode utilizar a mudança como pretexto para solicitar à FIA, alteração em seus motores alegando afetar a durabilidade do motor?

    Existe algum comentário no paddock?

    Abs.

    Curtir

    1. As mudanças realizadas no motor para fazer o difusor soprado funcionar full time são aquelas que o regulamento permite, então não acredito que seja necessário. Até porque a Renault não pediu nenhuma autorização para mexer no motor de 2010 para cá – pediu, dizendo que tinha menos potência, mas não foi atendida.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s