Missão: destruir a corrida de Hamilton. E daí?

Tem até quem compare ao episódio de Nelsinho Piquet na mesma Cingapura em 2008. Não é para tanto. Mas é fato que surpreende o tom da mensagem de Rob Smedley para Felipe Massa durante o GP disputado em Marina Bay. “Segure Hamilton o máximo que puder, destrua a corrida dele o máximo que puder. Vamos lá, garoto!”, instrui o engenheiro.

É bom lembrar que o vídeo insinua que a mensagem tenha sido dada logo antes da batida que comprometeu a corrida de ambos, mas isso não é claro. Outro fator a ser levado em consideração é que as ordens de equipe, ou seja, atitudes que manipulem o resultado da prova (é assim que versa o regulamento), estão liberadas, sendo apenas julgadas pelo artigo que cuida da reputação do esporte.

E mais: como ficou claro no episódio “Fernando is faster than you” em 2010, qualquer imagem fica muito mais forte com as conversas de rádio – na mesma Hockenheim, dois anos antes, Kovalainen havia recebido ordem semelhante, como admitiu após a prova Ron Dennis, mas ninguém ouviu e o caso passou batido.

Dito isso, não é segredo para ninguém que a Ferrari tem o terceiro carro, e com diferença em relação à McLaren no momento. Em condições normais, Alonso e Massa lutam pelo quinto e sexto lugares e têm de contar com tropeços dos rivais para chegar mais adiante. Foi o que aconteceu com Hamilton na largada, caindo de quarto para oitavo nas primeiras curvas. Tendo isso em vista, a mensagem, mesmo que antes da batida, pode não ser a mais bonita esportivamente falando, mas é perfeitamente cabível. Afinal, dá para dizer que o quarto lugar de Alonso se deu pelo acidente.

Feio mesmo teria sido se a batida fosse causada por Massa, e disso ninguém pode acusá-lo.

7 comentários sobre “Missão: destruir a corrida de Hamilton. E daí?

  1. Concordo inteiramente! Estão fazendo um “auê” sem necessidade, pois não há ordem para que o Massa batesse deliberadamente, tampouco foi o que se viu na pista. Seria como um treinador gritando à beira do campo: “pega, pega”. O jogador sabe que precisa apertar a marcação e não quebrar o adversário.

    Curtir

  2. Olá, Julianne.

    Se observarmos estritamente a 1ª parte da frase do Rob Smedley, ele se refere a segurar ( ou atrasar) o Hamilton o máximo que puder, já que a Ferrari era mais lenta que a McLaren. Então não tem nada de anti-esportivo.

    Complementando o seu post sobre a deficiência aerodinâmica da Ferrari comentada pelo Alonso. Tem algum quê de verdade na notícia do retorno do Rory Byrne, projetista de sucesso da época das vitórias do Schumacher?

    Abs.

    Curtir

    1. Pelo que sei, extra-oficialmente ele nunca deixou a Ferrari. Era uma espécie de consultor informal. Então duvido que isso seja decisivo para o carro do ano que vem.
      uma coisa curiosa que o Lobato falou na transmissão de Cingapura é que Alonso está até “assustado” de tão extremo que parece o carro de 2012.

      Curtir

  3. Não muda quase nada mesmo em relação ao incidente. Mas mostra como a Ferrari se preocupa em usar Massa para obter vantagem para Alonso. A questão não era a corrida de Massa e se Hamilton passaria, mas quando passaria. Visando é claro, dar uns segundos a mais de folga ao espanhol.

    O ideal seria que Filipe desistisse do alto salário e procurasse uma equipe onde pudesse competir de verdade, se ainda dá tempo …

    Curtir

  4. desculpa ae, mas você tá totalmente equivocada na sua interpretação da mensagem. você reparou que eles tão mandando o massa “segurar” o hamilton?

    corrida de carro é pra frente, filha… ninguém deve ter o objetivo de segurar alguma coisa numa corrida de carro… é PRA FRENTE.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s