Como Senna tem se saído em sua ingrata missão

Grosjean VS Alonso Liuzzi VS Sutil Alguersuari VS Buemi Badoer/ Fishichella VS Raikkonen Kobayashi VS Trulli Heidfeld VS Kobayashi Petrov VS Senna
Pontos 0 x 13 0 x 5 0 x 3 0 x 16/0 x 14 3 a 2 6 a 11 4 a 2
Melhor result. 13º x 3º 11º x 4º 14º x 7º 14º x 1º/9º x 3º 6º x 7º 8º x 7º 9º x 9º
Placar class. 0 x 7 1 x 4 0 x 8 0 x 2/0 x 5 0 x 2 1 x 4 4 x 3
Placar corrida* 0 x 4 0 x 2 0 x 2 0 x 2/0 x 5 1 x 0 1 x 3 4 a 1
Dif em class. 0.497 0.416 0.804 1.974/0.773 0.864 0.326 -0.084
Abandonos 2 (acidente/ quebra) 1 (quebra) 5 (2 acidentes/ 3 quebras) 0/0 0 1 (acidente) 0

*contabilizando apenas as provas que ambos completaram

Retomando os números dos pilotos que tiveram a ingrata missão de assumir o cockpit de um carro no meio da temporada sem a possibilidade de testar, somamos agora a performance de Bruno Senna até aqui, frente a Vitaly Petrov.

O próprio Bruno reconhece que a falta de experiência “de verdade”, excluindo as voltas que deu a bordo da Hispania, fizeram uma diferença considerável.  Tanto, que seus melhores desempenhos foram naqueles em que havia andado previamente, Spa e Monza, e no desconhecido para todos circuito da Índia, que só não rendeu pontos pela falta de Kers desde o início, quando estava na zona de pontos.

Junto a isso, além da falta de quilometragem com uma referência válida, o momento da Renault não é dos melhores. Petrov explodiu, o diretor técnico James Allison reconheceu, o chefe da equipe Eric Boullier colocou panos quentes, mas todos reconhece que não há muito o que fazer com um carro que tem em seu escapamento, parte que cumpre importante função aerodinâmica nos carros dos ponteiros, um entrave, tanto para o desenvolvimento, quanto para a performance em curvas lentas.

Isso ficou provado em Cingapura, circuito de rua comparável a Mônaco, em que ambos os pilotos se arrastaram para o pior final de semana da equipe no ano: 15º e 17º lugares, posições que amargaram por todo o final de semana.

O brasileiro, que voltou a ter problemas com o Kers no que seria de qualquer forma outra prova complicada no travado Yas Marina, perdeu uma real possibilidade de pontos no Japão – além do erro na largada de Spa, que ao que tudo indica, também lhe custou um top 10. As curvas rápidas de Suzuka representavam a melhor oportunidade nessa parte final de temporada.

Foram duas posições perdidas na largada, que tem sido seu calcanhar-de-Aquiles. Atrás de Maldonado, o brasileiro não conseguia avançar e achou que havia cometido um erro no acerto. Após o GP, a equipe constatou um problema inusitado: os restos de borracha que se soltavam do pneu do venezuelano grudaram no carro de Bruno e o fizeram perder eficiência aerodinâmica. Foi o suficiente para uma nona colocação no grid se tornar 16ª na corrida.

Os dois pontos até aqui – e a tração que o segundo setor de Interlagos requer não deve mudar muito essa história – podem ser muito pouco para quem acredita que Bruno carregue, além de um sobrenome, genes sobrenaturais ou coisa que o valha. No entanto, olhando com cuidado a situação em que se meteu, poderiam ser quatro ou cinco, não fossem as oportunidades perdidas em Spa e Suzuka, mas estão de bom tamanho.

7 comentários sobre “Como Senna tem se saído em sua ingrata missão

  1. Apesar de muitos alegarem que de nada serviu para os pobres brasileiros andarem na Virgin e HRT, que não é parâmetro, inexperiência e blablablá, está aí o Ricciardo andando na frente do liuzzi, fazendo bons tempos, claro em relação ao companheiro.

    A verdade é que o Senna era mais lento que o Karun, e depois chegou a ser mais lento que o Japonês.

    Curtir

    1. Alan,
      Vc deve ter visto outro campeonato… O Bruno perdeu em classificações apenas para o Klien … Classificou na frente do Karun na maioria das vezes. Nas corridas o Indiano quebrou menos e eles tiveram a mesma melhor colocação (14o lugar),o Chandhok só ficou na frente estatisticamente porque fez esse 14o primeiro que o Bruno…

      Curtir

      1. Bom eu assisti toda a temporada, mas como vc colocou em dúvida, eu fui checar os números.

        22 Índia Chandhok HRT Ret 14 15 17 Ret 14* 20* 18 18 19
        23 Brasil Senna HRT Ret Ret 16 16 Ret Ret Ret Ret 20 NP

        contando só as participações em que ambos terminaram foi: 2×1 para o Chandhok
        Mas, peraí, quer diser que 6 abandonos do bruno e apenas 2 karun, não quer dizer nada também ?
        O vc acredita que é puro azar do bruno ?
        Infelizmente não tem os dados de posição de largada e melhores tempos, mas lembro muito bem, que o bruno era mais lento inclusive que o Yamamoto.

        Tanto meu raciocínio faz sentido que tiraram o Bruno, e não o Chandhok para dar lugar ao Yamamoto, e depois com grana, ou seja o que for, o bruno voltou e sacaram de vez o chandhok.

        Curtir

      2. Para ajudá-los:
        Resultados de classificação 2010:
        Senna x Chandhok: 6 x 3, com vantagem média para o brasileiro de 0.270.
        Senna x Yamamoto: 5 x 1, com vantagem média para o brasileiro de 0.178.
        Senna X Klien: 0 x 2, com vantagem média para o austríaco de 0.713.

        Abandonos:
        Mecânico acidente Total
        Bruno Senna 7 2 9
        Karun Chandhok 0 2 2
        Sakon Yamamoto 1 0 1
        Christian Klien 1 0 1

        Curtir

      3. A tabelinha não ficou bem configurada, mas o primeiro número é de problemas mecânicos, o segundo de acidentes e o terceiro representa o total

        Curtir

  2. Ju, sobre Senna, a sensação que fica, é o possível potencial desperdiçado apesar do sobrenome. Quanto ao carro da Renault, a falta de desenvolvimento pode ser creditada a falta de know how de Senna/Petrov, ou ao corpo técnico? Sobre 2012, vc acha que com as limitações do escapamento, a tendência será o aumento das dificuldades, mediante a grande aposta no escapamento em 2011, e a improvável continuidade da superexloração do mesmo?

    Curtir

    1. Acho que foi uma aposta que não funcionou e acabou “engessando” o que eles podiam fazer. Para 2012, é claro que uma mudança de regra dificulta, mas não é exatamente uma revolução. Os escapamentos vão voltar para onde normalmente estiveram.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s