Mapa das ultrapassagens na temporada mostra que mudanças casaram bem com Tilkódromos

Principalmente depois do GP da Turquia, que teve seu recorde de número de ultrapassagens aumentado na edição de 2011 em mais de quatro vezes, estava claro que este seria um ano sem precedentes no quesito na história da F-1. E, de fato, o resto da temporada não deixou dúvidas: foram 1152 manobras no total, sendo que o recorde anterior – só há registros confiáveis das últimas 30 temporadas – era de 666, de 1984.

O pacote DRS + Kers, com participação inestimável dos Pirelli, cumpriu sua função. No entanto, o domínio não apenas de Sebastian Vettel, como também uma certa monotonia nas seis primeiras posições, ocupadas salvo algum tropeço por Red Bull, McLaren e Ferrari, mostram que o problema, que de fato existia, do baixo número de ultrapassagens não era a explicação para a vantagem dos melhores carros. Em um campeonato também de construtores, como o da F-1, isso está intrínseco nos valores do esporte.

Ao invés de corridas com resultados malucos, as ultrapassagens aumentaram a gama de estratégias, da mesma maneira que deixaram de premiar corridas defensivas. Mesmo assim, performances como a de Massa na Austrália, Vettel em Mônaco e Schumacher em Monza deram um gostinho de como uma boa retranca pode acabar com a corrida de alguém.

Provas Ultrapassagens Dupla DRS Chuva Compostos
Austrália 29 Macio/Duro
Malásia 63 Macio/Duro
China 85 Macio/Duro
Turquia 126 Macio/Duro
Espanha 90 Macio/Duro
Mônaco 28 Supermacio/Macio
Canadá 125 x x Supermacio/Macio
Europa 42 x Macio/Médio
Grã-Bretanha 28 x Macio/Duro
Alemanha 52 Macio/Médio
Hungria 54 x Supermacio/Macio
Bélgica 91 Macio/Médio
Itália 43 x Macio/Médio
Cingapura 54 Supermacio/Macio
Japão 75 Macio/Médio
Coreia 45 x Supermacio/Macio
Índia 27 x Macio/Duro
Abu Dhabi 64 x Macio/Médio
Brasil 30 Macio/Médio

O curioso dos dados é que, das cinco provas com menor número de ultrapassagens, apenas uma foi projetada pelo homem tido como o destruidor de corridas, Hermann Tilke, na Índia. Mônaco e Silverstone ficam empatadas em segundo lugar, com Melbourne e Interlagos logo atrás.

E há uma explicação para o insucesso de Buddh, reconhecida pela Pirelli: com medo de um desastre por não ter dados suficientes sobre o asfalto, a marca italiana foi extremamente conservadora na escolha dos compostos – macio e duro – o que, ao mesmo tempo em que contribuiu decisivamente para um GP insosso, escancarou a contribuição da degradação acelerada dos pneus de 2011 à emoção das provas.

De uma forma ou de outra, parece que a combinação DRS/Kers/Pirelli favorece os Tilkódromos – tanto, que funcionou até demais no melhor deles, o de Istambul. Nestas pistas, que haviam sido desenhadas para criar oportunidades de troca de posição, mas que não vinham, em sua maioria, cumprindo o prometido, esse pacote deu o empurrãozinho que faltava. É lógico que se trata de circuitos mais novos, o que mascara os números absolutos, mas os saltos foram consideráveis.

Ao mesmo tempo, em alguns circuitos em que tradicionalmente as manobras eram difíceis, as novidades não causaram o mesmo impacto. Sobretudo em Silverstone e Interlagos, que praticamente mantiveram o número de ultrapassagens em relação ao ano passado.

Apesar de Mônaco figurar entre os três piores, o GP de 2011 foi o mais movimentado desde 1993. O sexto colocado nessa lista é o GP da Itália, mas a edição deste ano também foi a que teve mais trocas de posição desde 1986. Aliás, das 19 provas da temporada, 14 bateram seu recorde histórico – apenas Melbourne, Mônaco, Silverstone, Monza e Brasil viveram mais emoções no passado.

Ultrapassagem por carro

Carrro

Ganha

Perdida

Saldo

Red Bull

96

25

+71

McLaren

141

43

+98

Ferrari

102

60

+42

Mercedes GP

121

93

+28

Renault

105

116

-11

Williams

118

109

+9

Force India

114

93

+21

Sauber

139

128

+11

Toro Rosso

138

103

+35

Lotus

41

146

-105

HRT

17

102

-85

Virgin

20

134

-114

Ultrapassagem por posição ganha

Posição

Ultrapassagens

15

20

42

41

43

57

60

53

69

10º

73

11º

74

12º

70

13º

69

14º

61

15º

74

16º

67

17º

66

18º

55

19º

55

20º

43

21º

25

22º

16

23º

4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s