Ferrari, quem diria, tem melhores pit stops do dia e pneus médios viram os queridinhos

Um dos calcanhares-de-Aquiles da última temporada, os pit stops da Ferrari foram os mais rápidos do GP da Austrália, na primeira etapa do Mundial. Tendo também resolvidas suas questões de aquecimento de pneus – vimos Fernando Alonso saindo com médios logo à frente de Rosberg que, mesmo de macios, não conseguiu se aproximar, cena impensável para os carros vermelhos ano passado – a equipe de Maranello ganhou outras problemas.

O F2012 sofreu com o alto consumo de pneus – dá para imaginar que, não fosse o Safety Car, os médios de Alonso não teriam suportado, tamanha a degradação ao se defender contra Maldonado (!) – principalmente com Massa, seriamente prejudicado pelo desgaste. A programação da equipe era parar entre as voltas 16 e 17 e o brasileiro já não se aguentava na pista na 10ª. E isso levando em conta que ele usava pneus macios novos, ao contrário dos 10 primeiros!

Os pit stops tiveram mudanças nesta temporada, com a impossibilidade das equipes usarem gás hélio em suas pistolas. O material, devido a sua maior pressão, ajudava na velocidade da troca, mas foi banido pela FIA devido aos altos custos. Como os tempos divulgados contemplam o total de parada, fica difícil precisar o quanto isso afetou as marcas.

Quase um segundo atrás do melhor pit stop da Ferrari, ficaram duas paradas da McLaren, além de Red Bull e Mercedes, as mais rápidas de 2011. Um detalhe curioso no time alemão é que apenas o mecânico responsável por levantar o carro usava um macacão diferente, verde, para que o piloto tivesse mais facilidade em visualizá-lo. Isso porque parar exatamente na marca correta é um grande passo para um pit stop eficiente, além de chegar já em ponto morto, para que as rodas não estejam girando, e rapidamente acionar a primeira marcha, em rotações ótimas para sair do pit.

A McLaren reconhece que Hamilton perdeu o segundo lugar ao parar logo antes do Safety Car. Isso, é claro, não poderia ser previsto pela equipe, mas o pit stop duplo feito pela equipe naquela volta fez o inglês perder tempo: enquanto a parada de Button foi de 22s8, a do companheiro não passou de 23s4.

A Williams fechou no início de 2012 parceria com a Michael Johnson Performance para treinar seus homens do pit stop e cravou a 10ª melhor parada, mas não mostrou consistência. É lógico que o acordo é recente e vários fatores contribuem para um bom pit stop, até o tipo de pistola usado e artimanhas para que os pilotos parem no local certo, mas é algo interessante de se observar ao longo do ano.

Confira os tempos dos pit stops na Austrália (tempo de perda total)

Piloto Tempo do pit Diferença Volta
1 Fernando Alonso 21.910 34
2 Fernando Alonso 22.035 0.125 13
3 Felipe Massa 22.103 0.193 37
4 Felipe Massa 22.313 0.403 11
5 Felipe Massa 22.528 0.618 28
6 Jenson Button 22.837 0.927 36
7 Lewis Hamilton 22.862 0.952 17
8 Mark Webber 22.915 1.005 37
9 Nico Rosberg 23.017 1.107 31
10 Pastor Maldonado 23.166 1.256 37
11 Nico Rosberg 23.203 1.293 12
12 Jean-Eric Vergne 23.203 1.293 19
13 Daniel Ricciardo 23.257 1.347 22
14 Jenson Button 23.275 1.365 16
15 Mark Webber 23.302 1.392 14
16 Kimi Raikkonen 23.310 1.400 37
17 Pastor Maldonado 23.427 1.517 16
18 Lewis Hamilton 23.464 1.554 36
19 Jean-Eric Vergne 23.569 1.659 37
20 Bruno Senna 23.777 1.867 30
21 Sergio Perez 23.882 1.972 24
22 Sebastian Vettel 24.131 2.221 37
23 Kamui Kobayashi 24.162 2.252 36
24 Sebastian Vettel 24.256 2.346 16
25 Daniel Ricciardo 24.348 2.438 38
26 Heikki Kovalainen 24.397 2.487 14
27 Vitaly Petrov 24.579 2.669 18
28 Paul di Resta 24.579 2.669 33
29 Heikki Kovalainen 24.580 2.670 34
30 Bruno Senna 24.599 2.689 1
31 Kimi Raikkonen 24.881 2.971 19
32 Paul di Resta 24.933 3.023 13
33 Timo Glock 25.046 3.136 36
34 Charles Pic 25.303 3.393 21
35 Kamui Kobayashi 25.346 3.436 13
36 Timo Glock 26.322 4.412 20
37 Heikki Kovalainen 28.888 6.978 37
38 Bruno Senna 30.888 8.978 47
39 Daniel Ricciardo 32.319 10.409 1
40 Charles Pic 48.984 27.074 35

Tipos de pneus

Falaremos mais de estratégia em um post em separado, mas a lista de compostos divulgada pela Pirelli traz um panorama diferente em relação ao ano passado. Com a queda da diferença entre os compostos, tornou-se vantagem usar os médios para fazer um pit stop a menos. Isso diminuiu o número de paradas, mas também aumentou a gama de possibilidades, ao menos nesse início do campeonato, quando as equipes não têm tantas informações.

Foi curioso observar que a decisão que acabou com a corrida de vários, como Rosberg e Massa, foi colocar os pneus macios no segundo stint, pois sua diferença de performance em relação aos médios foi quase imperceptível, mas a durabilidade, muito menor.

Isso muda, inclusive, a estratégia de classificação, uma vez que guardar pneus macios já não é uma prioridade absoluta no sábado. Pode ser que vejamos carros fortes saindo com macios para guardar os mais duros, algo impensável ano passado.

Stint 1 Stint 2 Stint 3 Stint 4
Hamilton Macio (17) Médio (19) Médio (22)
Button Macio (16) Médio (20) Médio (22)
Grosjean Macio (1)
Schumacher Macio (10)
Webber Macio (14) Médio (23) Médio (21)
Vettel Macio (16) Macio (21) Médio (21)
Rosberg Macio (12) Macio (19) Médio (27)
Maldonado Macio (16) Macio (21) Médio (20)
Hulkenberg Macio
Ricciardo Macio (1) Médio (21) Macio (16) Macio (20)
Vergne Médio (19) Macio (18) Macio (21)
Alonso Macio (13) Médio (21) Médio (24)
Kobayashi Macio (13) Macio (23) Médio (22)
Senna Macio (1) Médio (29) Médio (17) Macio (5)
Di Resta Macio (13) Macio (20) Médio (25)
Massa Macio (11) Macio (17) Médio (9) Médio (9)
Raikkonen Macio (19) Macio (18) Médio (21)
Kovalainen Macio (14) Médio (20) Médio (3) Médio (1)
Petrov Médio (18) Médio (16)
Glock Macio (20) Macio (16) Médio (21)
Pic Macio (21) Macio (14) Médio (18) Médio
Perez Médio (24) Macio (34)

12 comentários sobre “Ferrari, quem diria, tem melhores pit stops do dia e pneus médios viram os queridinhos

  1. Oi Ju!
    Essa mudança sobre os pneus macios e duros pra corrida dever
    ser repensada pelos engenheiros e estrategistas nas próximas corridas.
    Interessante vai ser as soluções possíveis pois haverá finais de semanas com outros compostos de pneus em pistas diferentes e isso promete algo parecido com Melbourne, espero.

    Mas você ainda vai poder fazer um post sobre as transmissões
    da TV’s? Queria muito saber o que o pessoal da BBC disse sobre o desastre
    Senna e Massa, e o que eles gritaram quando o Maldonado (fi duma égua!) jogou a corrida fora. Citaram Barrichelo?

    Abraço

    Curtir

    1. Estou trabalhando nisso exatamente agora! Assistindo à TV espanhola. Ainda não vi a Sky (BBC não transmitiu ao vivo). Devo publicar na quarta.

      Curtir

  2. A Ferrari é oito ou oitenta. Ou não consegue esquentar o pneu ou derrete tudo.

    Acho que eles estão precisando pegar alguns conselhos na equipe satélite (Sauber), como fazer uma suspensão que preserve os pneus, onde posicionar os escapamentos, efeito Coanda …

    Aliás, o Perez não seria a solução para a falta de compreensão sobre os problemas de desgaste de pneus no 2º carro da Ferrari? Rodar 34 voltas com o pneu macio não é pouco não…

    Também reparei no mecânico vestido de verde na Mercedes, que operava o macaco dianteiro. Aliás, ele era o mais fortinho de todos, talvez fosse para facilitar a visualização dos pilotos… Rsrsrs.

    Julianne,

    Esses pneus médios atuais, não equivalem aos pneus macios do ano passado?

    Abs.

    Curtir

    1. O macio usado no Brasil é equivalente ao médio desta temporada. Mas ele só foi usado na última prova, não é o utilizado no restante do ano.

      Curtir

  3. Oi Julianne, vc acha que a suspensão dianteira pullrod tem algo a ver com a draga da Ferrari ou o carro inteiro é uma bomba mesmo?
    Quanto ao que o Moisés falou da BBC, ouvi a segunda metade da corrida com audio da BBC 5Live, muito legal o James Allen, mas confesso que achei o Alguersuari meio perdido ainda, respondia as perguntas meio pela metade.

    Curtir

    1. A suspensão é um dos desafios para otimizar a performance do carro, lembrando que a equipe está lidando com suspensões novas na traseira e na dianteira. Mas o problema é a falta de velocidade de reta, ou seja, de arrasto aerodinâmico – e DRS ineficiente – e a inconsistência, que parece vir dos chamados “materiais avançados” usados.

      Curtir

      1. Julianne,

        Concordo com você que o maior problema parece ser realmente a nova suspensão da Ferrari. Tanto que o Massa e o Alonso foram parar na brita por tentar fazer a curva o mais aberta possível e acabaram pisando na grama.

        Nos treinos o Alonso quase acertou o muro da reta dos boxes, tal o desequilíbrio em saída de curva.

        A falta de velocidade é decorrência de estarem usando muita asa para compensar a ineficiência da suspensão e falta de aderência.

        Parte da flexibilidade da suspensão vem exatamente dos wishbones (braços da suspensão) que são feitos em fibra de carbono, o tal ‘material avançado”. E ninguém domina mais essa arte de flexibilidade do que a Red Bull.

        A Lotus está com um bom carro este ano, e coincidência ou não, eles contrataram exatamente um técnico da Red Bull, especialista em… Fibra de carbono.

        abs.

        Curtir

  4. Ju, sobre o fato de Alonso ter dado 3, 4 voltas a menos com os pneus macios do que os ponteiros, pode ser creditado ao fato de ter largado mais atras e ter que forçar mais, ou seria mesmo o carro que não tem o devido equilíbrio? Sabemos que Perez é um bom conservador de pneus, mas essa mágica conseguida com os macios, seria uma junção de pista mais emborrachada, carro equilibrado, talento? Um pouco de cada fator, ou talento mesmo? Sobre Kimi, apesar de fazer uma corrida no ataque, rodou bastante com os macios, seria capacidade técnica do carro, ou o braço do finlandês?

    Curtir

    1. Prefiro olhar direitinho os dados para responder tudo isso, mas é fato que a Ferrari está desgastando demais os pneus. Pense que Alonso tinha pneus novinhos, enquanto no top 10 todos estavam com usados, obviamente. E mesmo assim ele parou 1 volta antes do Webber, que também lutava no pelotão e é conhecido por gastar pneu.
      O Sauber tem um desgaste menor, vemos por Kobayashi, que mesmo com seu estilo agressivo, não sofre com degradação excessiva. Mas certamente há algo que Perez faz ao volante que permite esses longos stints – e é particularmente impressionante que ele tenha feito isso logo na sua estreia, há um ano.
      No caso de Kimi, temos de lembrar que, além do Lotus ser um carro equilibrado, ele, por ter ficado no Q1, só usou pneus novos na corrida, o que já vimos no ano passado que faz muita diferença.

      Curtir

  5. Oi, Julianne,

    É brutal a diferença de desgaste de pneus entre Alonso e Massa. Não é algo normal. Antes de ver os números eu pensava ser estilo de pilotagem, mas observando os stints de cada um creio que possa haver algo de errado com a F2012 de Massa, não querendo isentá-lo pela diferença de performance com Alonso. Apenas acho que em condições normais o desgaste de Massa deveria ser menor em relação ao companheiro de equipe.

    O mesmo já não se pode dizer em relação a Senna e Maldonado que tiveram stints semelhantes, ainda que pese o problema de Bruno na largada que o obrigou ir aos boxes no complemento da primeira volta.

    Tirando isso, Senna não mostrou a mesma velocidade do companheiro de Williams.

    Gostaria de saber sua opinião a respeito da diferença de desempenho entre Massa e Alonso, irritantemente pior que em 2011.

    Um abraço.

    Curtir

  6. Oi Julianne,

    Gostaria de saber a folha de tempos do Bruno Senna, saber se ele foi consistente na prova ou teve um desempenho fraco.

    Gostei da sua redação, tem mais conteúdo que muitos blogueiros que so ficam perguntando o que achamos disso ou aquilo.

    Um abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s