Semana da F-1 via twitter: apresentando Tomita

A partir desta semana, darei um giro pelo que aconteceu na semana na F-1 às sextas-feiras. Mas não nos meios oficiosos de notícias, e sim no mundo um tanto mais relaxado do twitter. Espero que curtam.

Se Alonso está no simulador da Ferrari, é Tomita quem aparece ao lado do volante

Quando se fala em Fernando Alonso, os comentários não costumam fugir do “respeito como piloto, odeio como pessoa”, não é verdade? Difícil é ligar a imagem que se criou do espanhol ao boneco simpático e hiperativo que virou sua personificação nas redes sociais. Tomita apareceu pela primeira vez no InstaProf do piloto há menos de uma semana e já virou celebridade. Tanto, que os fãs pedem que o asturiano o leve para seu cockpit para fazer dele uma espécie de antítese ao dedo de Vettel.

Antes avesso a mostrar sua vida, Alonso se tornou @alo_oficial em 11 de março e já ultrapassou os 300.000 seguidores, sendo alçado à 4ª posição entre os piloros mais seguidos. E está levando a brincadeira a sério, compartilhando fotos interessantes da vida de piloto. Quando cansa de dizer onde está, no entanto, vira Tomita, que ora tem sua foto tirada na praia, no jogo do Real Madrid, ou junto do volante da Ferrari e até da ex(?)-mulher.

O bonequinho se tornou nessa semana o símbolo de uma surpreendente abertura da @InsideFerrari. A equipe sempre teve um twitter pra lá de soturno, com mensagens do tipo “antes tarde do que nunca: estamos fazendo nosso primeiro long run” nos treinos de pré-temporada. Agora, além de Q&As com fãs, tem até espaço para piadinha interna: “Ciao @alo_oficial and @Felipe1Massa, quem deixou o carro no estacionamento errado?” O brasileiro culpou o espanhol, que jogou as suspeitas para o pobre Hamashima, especialista em pneus contratado no início do ano.

Falando em mostrar outra face no twitter, @Felipe1Massa está longe de parecer o piloto prestes a ser demitido em seus tweetes. Bem ao seu estilo, o brasileiro aparece comprando pão, cozinhando (“mas limpar eu tô fora”), deitado no berço do filho (!) e tirando sarro das meias de seu engenheiro, Rob Smedley.

Mas também há os momentos sérios. Na data que marcou o aniversário de um ano da morte de Gustavo Sondermann, Felipe prestou sua homenagem. Não foi o único. Vários brasileiros lembraram do piloto, inclusive @BSenna, que também se divertiu com o ex-companheiro @karunchandhok, twitteiro convicto.

Não tão convicto quando @H_Kovalainen, contudo. O finlandês anda viciado em Angry Birds (até seu capacete sofreu tal influência). “Falei para meu pai jogar o Angry Birds Space e ele me disse que já completou todos os níveis faz tempo”. #Heikkifail.

O twitter também pode lhe dar informações que vão mudar a vida de todos, como saber que, durante o ano, a Red Bull consome 145.000 latas do energético que a intitula. Mas também tem Sebastian Vettel a bordo de um Renault retrô de dois lugares, após visita à fábrica da divisão esportiva da montadora. É o mais perto que conseguirá chegar de Seb, avesso a tecnologias, um dos poucos a não ter conta no twitter.

Outro assunto do lado da Red Bull foi onde Adrian Newey vai colocar a medalha que recebeu como OBE. Houve até quem sugeriu que o projetista guardasse a honraria em seu cabelo (!), mas ele revelou um destino, digamos, mais nobre.

Webber aproveitou sua estadia na Austrália para se encontrar com alguns ídolos no esporte, como o “multi-plataformas” @richussher, especialista em provas de aventura que unem diversas modalidades. Mas também mostrou que não esqueceu dos que se foram, gesto flagrado por um fã twitteiro.

Outro que posou de tiete foi @vitalypetrovrus, em evento promocional ao lado da estrela russa do Arsenal @AndrArshavin23. Alonso também, com Zidane, quando foi ao Bernabéu ver as quartas de final da Champions.

A semana foi menos movimentada na McLaren. Fica o registro de Button passando para dar os cumprimentos ao diretor técnico, Paddy Lowe, que completou 50 anos dia 5.

O MTC, aliás, foi a última parada de uma semana agitada na vida do piloto, sexto no geral e vencedor em sua categoria de idade em prova de triathlon no Havaí.

A Mercedes lançou mão de uma foto pra lá de datada para anunciar a renovação de seu Junior Team. Já a Marussia comemorou os 3s35, seu melhor tempo nos treinos de pit stop da semana. A Williams, nesse meio tempo, pediu a participação dos fãs na comemoração dos 70 anos de Frank Williams, dia 16 de abril, enquanto a Caterham quer saber em quais circuitos a F-1 deveria correr. Até Zandvoort entrou na lista dos internautas.

E é claro que o 1º de abril não passou em branco. @NicoHulkenberg aproveitou a semana para pregar uma peça em seus seguidores, dizendo que não estava conseguindo visto para a China. Já a Lotus foi mais convincente e usou o problema que Raikkonen vem tendo com o volante para dizer que tinha encontrado a solução: um volante para canhotos. Além de brincadeira, a equipe promoveu seus #LunchBreakTeasers, com perguntas sobre a história do time. Aliás, se quiser bater papo de F-1 no twitter e ter suas perguntas respondidas, a Lotus é uma boa pedida.

Outro bem humorado na semana foi @PedrodelaRosa1, que admitiu ter se atrasado para treinar “porque havia muitas bandeiras azuis no caminho”.

Treinos para que te quero

Se tem uma coisa que os pilotos adoram fazer no twitter é mostrar o quanto treinam entre uma corrida e outra. A bike é a amiga predileta: @pauldirestaf1, em um dia comum, fez 92km com sua magrela, e, para @danielricciardo, essa cena acima é só um dia normal de trabalho.

Kovalainen, no entanto, levou o ‘twitter fitness’ a outro nível, propondo um desafio a seus seguidores: faça oito repetições na barra fixa, depois se segure na barra o tempo que conseguir: “com 1min30 passa no teste e se superar 5min está ótimo!” Isso sem contar a corrida, 12km em menos de uma hora no calor (o piloto estava nos Emirados Árabes). E esse foi o segundo treino do dia…

@realTimoGlock, outro twitteiro de primeira, não poderia ficar atrás e fez 120km de bike em 4h10. Entre um treino e outro, o alemão ainda participou de uma competição com internautas por meio deste brinquedinho aqui . Não postou o resultado, então já podemos imaginar o que aconteceu.

Veja quais são os pilotos mais seguidos:
Button 872.707
Hamilton 740.068
Senna 363.623
Alonso 309.123
Webber 295.513
Perez 164.921
Kovalainen 134.898
Maldonado 132.101
Rosberg 127.977
De la Rosa 108.958
Di Resta 94.688
Kathikeyan 93.257
Glock 63.538
Petrov 63.103
Hulkenberg 60.300
Massa 48.115
Kobayashi 44.411
Grosjean 30.364
Ricciardo 18.708
Vergne 14.127
Pic 8.218

10 comentários sobre “Semana da F-1 via twitter: apresentando Tomita

  1. Impressiona a quantidade de comandos no volante. Ju, uma pergunta fora do tema: vc acha que esses recursos de regulagem, que visam adaptar o carro às condições da pista, de alguma forma, nivelam a disputa por baixo, afinal os pilotos mais “adaptáveis” as dificuldades, de alguma forma, têm carros ajustados automaticamente, algo que num passado não tão distante, o piloto teria que fazer no braço, ou vc acha que mesmo com todos esses controles, ainda cabe ao piloto diferenciado, encontrar o melhor ajuste/momento, sendo assim, as melhores escolhas ainda cabem aos melhores, o que vc acha?

    Curtir

    1. Temos visto exatamente o contrário, Wagner, que a adaptabilidade e a inteligência têm sido mais valiosos que a velocidade pura. É como uma polêmica corrente que defende o doping livre no esporte: se todos usarem o talento vai se sobrepor, ao passo que, se for controlado, quem conseguir burlar as regras de maneira mais eficiente vai levar vantagem. Podemos pensar que os tais botões são como o doping.

      Curtir

      1. Bacana seu ponto de vista, Ju. Sobre o doping, fico com uma dúvida, afinal além dos efeitos colaterais, entraríamos ainda nas discussões sobre as drogas mais eficientes, dosagens, hehehe, enfim, como confiar na integridade de resultados e palavras de pessoas que fazem de tudo para vencer? Fico com a parte que proíbe, afinal aprendemos com nossos erros (como não se lembrar da cassação das medalhas de Ben Jhonson; imagina o que foi ser o homem mais rápido do planeta, e ver a “farsa” ser mostrada para o mundo?). Quando vc fala sobre adaptabilidade/inteligência x velocidade pura, duas mudanças fundamentais me vêm à memória: o fim do reabastecimento, e os pneus menos duráveis. Nesse ponto, acho que a FIA acertou a mão, colocando os pilotos à frente das máquinas.

        Curtir

  2. Ju, sobre o post, essa maior exposição de Alonso me parece tentar quebrar qualquer boato sobre o caráter mais “fechado” do espanhol, além é claro da exposição positiva, que com certeza trará muitos patrocínios e comerciais, hehe, o espanhol e bom dentro e fora da pista. Sobre Tomita, rsrsrsrs, me lembra mt Senninha (?). Senna foi um dos precursores da auto propaganda, e na época das redes sociais, essa é uma área muito rentável!

    Curtir

    1. Sim, destaquei essa questão do Tomita justamente porque ele é a última coisa que se poderia esperar do Alonso, se considerarmos essa imagem que foi construída dele. Vários pilotos usam com maestria o twitter, como Kovalainen e Glock. É uma possibilidade de aproximar os fãs (a identificação, ideia de que são “gente como a gente” acaba sendo bastante rentável para sua imagem), mas, ao contrário do que é veiculado na imprensa, no twitter quem impõe os limites são eles. Barrichello e Nelsinho também usam essa ferramenta muito bem. Certamente Senna iria se esbaldar!

      Curtir

      1. Sobre Senna, como não se lembrar do gesto de carregar a bandeira!Me lembro do GP Brasil de 91, quando Ayrton não tinha vencido ainda em Interlagos, e foi colocado o áudio na Mclaren durante os treinos e a corrida (até parece obra do destino, afinal aquele áudio gravaria a emoção da primeira vitória no Brasil). Me lembro também do GP Brasil de 94, quando da chegada de Senna na super Willians, a Globo colocou novamente o áudio para Ayrton descrever a volta a bordo do carro, foi sensacional! Por último, fico imaginando se Senna não iria dizer “algo especial” no áudio do carro em San Marino, sobre a morte de Ratzenberger, hehe, obra da imaginação. Realmente, Senna foi um piloto completo, à frente de seu tempo, dentro e fora da pista.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s