Mundial de pilotos e construtores em gráficos

Muitos falam no fato da consistência ser a chave do campeonato. Mas que tipo de consistência? A tabela mostra que só marcar pontos em todas as provas não é suficiente para lutar pela ponta. Há basicamente três grupos no momento: Alonso e Webber, que venceram duas vezes (com vantagem para o espanhol por ser o dono do maior número de pódios até aqui, cinco), formam o primeiro. O segundo é composto por Vettel, Hamilton, Raikkonen e Rosberg divididos por uma vitória: ou têm muitas provas com pontuações médias a baixas, ou abandonos. E o terceiro, com Grosjean e Button, de pilotos que oscilam demais.

A consistência que vai levar ao título, portanto, não é de oitavos lugares ou algo do tipo. É de pódios e vitórias.

Mas a grande reviravolta, mesmo que não saibamos o quão temporária será, foi no Mundial de Construtores, com a McLaren caindo para o quarto lugar. De cabeça, diria que é a primeira vez que isso acontece desde a sofrível primeira parte de 2009 – naquele ano, mesmo se recuperando na metade final, foi terceira um ponto à frente da Ferrari.

Após a corrida, Whitmarsh reconheceu que a abordagem da equipe, demasiadamente baseada em dados, não tem se mostrado eficiente para a compreensão dos pneus atuais.

9 comentários sobre “Mundial de pilotos e construtores em gráficos

  1. Ju, no tocante à Mclaren, vendo a corrida de hj, penso o quanto a equipe prateada foi determinante naquela diferença astronômica de Vettel em Valência. Não sei se é otimismo da minha parte, mas aparentemente em condições normais, a Ferrari parece ter carro para brigar, tendo em vista a boa corrida de Massa hj, chegando mesmo a precionar Vettel. Me parece que o diferencial da corrida de hj, foi a escolha correta na abordagem dos pneus… Uma coisa ao menos a Mclaren possui de bom no momento, a velocidade de reta, como bem vimos quando Alonso com pneus mais novos, tomou o troco de Hamilton! Ju, seria mais a bravura de Hamilton, a velocidade de reta da Mclaren, ou mesmo o vácuo conseguido pelo inglês no momento da ultrapassagem da Ferrari? Me parece que RBR e Ferrari começam à se destacar.

    Curtir

    1. Minha impressão inicial é de que a Red Bull tinha um pouco mais de ritmo, e veremos o que acontece nas curvas de baixa de Hockenheim. Sobre Hamilton, recomendo as próprias palavras de Alonso ao TR:
      “Estamos em processo de melhora. Desde o início do ano, melhoramos isso em 200%, porque agora pelo menos poderemos lutar, mas vimos algumas carências hoje, quando Webber nos ultrapassou com muita facilidade. E, mais curioso ainda, quando passei Hamilton, estava com o DRS aberto e ele sem. Mas, mesmo assim, ele me ultrapassou.Temos de analisar isso corretamente, porque não deveria ser possível”

      Curtir

  2. Ju, vc se lembra quantas voltas Webber fez com os pneus macios? A impressão que fiquei, foi que Alonso andou muito pouco com os pneus duros no 1º stint, algo como 4 voltas à mais? Vc se lembra?

    Curtir

    1. Alonso fez apenas uma volta a mais. Eles fizeram isso observando o ritmo do Massa, mas esse pode ter sido o erro na estratégia.

      Curtir

  3. Julianne,

    A McLaren finalmente aprendeu a trocar pneus. Pena que o desenvolvimento do carro desandou. Não se pode culpar seus pilotos. Já foi ultrapassada pela Ferrari e pela Lotus nos construtores, e parece que, sem volta…

    Abraço!

    Curtir

  4. Ju, passei a corrida inteira pensando na “maldição” do líder (rs). Quando vi que o Alonso tinha adotado uma estratégia diferente dos ponteiros aiaiaiai…Mas, acho que as minhas orações tiveram um bom resultado. Apesar do final ter sido um pouco frustrante fiquei feliz pelo bom resultado do Alonsito.
    Vou esperar pelas suas análises, mas eu também creio que se o Alonso tivesse ficado um pouco mais na pista antes do primeiro pit a estratégia dele poderia ter dado certo. A grande surpresa para mim foi o péssimo desempenho da McLaren. Espero que a equipe ingelsa encontre um rumo porque será muito legal ver o Hamilton na disputa também. E afinal a Ferrari melhorou mesmo? Eu posso ficar mais otimista?

    Curtir

    1. Estava falando com o Ico sobre isso agora mesmo: a fase do Alonso está tão boa que nem a maldição consegue pará-lo. Tudo indica que sim, ele poderia ficar mais voltas na pista na primeira parada, mas isso não era muito claro no momento. Aqui eles explicam o pensamento: http://www.totalrace.com.br/site/noticia/2012/07/alonso-e-massa-defendem-a-estrategia-da-ferrari-em-silverstone
      As Ferrari vêm lutando por boas posições desde a Espanha, passando por circuitos bem diferentes entre si e com ambos os carros, então dá para falar com certeza que o carro melhorou bastante, ainda que permaneça com algumas deficiências. Só não estão no nível das Red Bull em curvas de baixa.

      Curtir

  5. Analisando o equilíbrio de forças entre as equipes x tabela de pontos, vejo que tem gente que não está aproveitando o equipamento que tem nas mãos. A Williams é o melhor exemplo disso. Mostrou bom desempenho na maioria das provas, mas não tem capitalizado em pontos. Maldonado jogou fora 10 pontos na Austrália, 15 em Valência e possivelmente 6 em Silverstone. Teria mais de 60 pontos fácil. Senna erra menos, porém tmb acerta muito pouco.
    Outro canhão é a Lotus. Embora a dupla tem marcado bons pontos, acho que o carro é pra mais.
    Opinião: Alonso de Williams ou Lotus tmb seria lider e, quem sabe, com mais folga.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s