Ganhadores e perdedores de Abu Dhabi e os gráficos do mundial

Abu Dhabi continua a mesma: só dá para ultrapassar ao final das retas. Os pneus também não se degradaram a ponto de serem o motivo das brigas na pista. Mas parece que os pilotos acordaram com uns parafusos a menos neste domingo. Com ao menos seis fora de posição desde a primeira volta e zonas de DRS que permitiam nada mais que emparelhar na freada, vários tomaram decisões, no mínimo, arriscadas.

Alguns ficaram no quase, como Alonso, que esteve perto de encher Maldonado na primeira volta. Outros foram para os “finalmente”, como Webber (por três vezes!), Grosjean (duas) e Perez (responsável por um strike tão grande que valeu por duas).

O resultado foram equipes com um lado sorridente, outro nem tanto. Apenas Ferrari e Williams pontuaram com ambos os pilotos – e, mesmo entre os 10, Maldonado (crendo que o pódio seria possível sem o problema de Kers após o primeiro SC) e Massa saíram decepcionados.

Entre os felizes, se o lucro maior do domingo parece ter sido de Vettel, o saldo do final de semana é favorável a Alonso, que desde os GPs de Hungria e Bélgica não tinha tantos motivos para ser pessimista ao sair do carro após a classificação. Mas quem acertou em cheio foi Raikkonen: o sucesso da configuração de seu carro dependia muito de uma boa classificação e uma largada melhor ainda, para sair do tráfego, e foi justamente o que o finlandês executou. E, como dizem, quando a competência encontra a oportunidade…

Por outro lado, quando nada se encontra, sobram justificativas. Que o diga Jenson Button, que ficou a anos-luz de Lewis Hamilton na classificação e esperava uma revolução em seu ritmo na corrida. Ela não veio e, pior, sem velocidade de reta, ficou travado no pelotão. Restou desmerecer o trabalho de Vettel dizendo que “seria vergonhoso não me passar, pois os pneus macios tinham muito mais aderência”. Mas Button não foi a único piloto McLaren decepcionado, com Hamilton apontando problemas “nas últimas quatro ou cinco provas”. De fato, é incrível ver a dona do carro que chegou perto de poder ser chamado de “melhor” da temporada se distanciando do vice-campeonato de construtores. Pura autodestruição.

Hamilton, aliás, deve estar pagando com juros e correção os pontos que desperdiçou ano passado. Para completar, vê a Mercedes seriamente estagnada. Ou será que é pior para a McLaren ver seu novo contratado mais parecendo um “Lewis versão 2011”?

22 comentários sobre “Ganhadores e perdedores de Abu Dhabi e os gráficos do mundial

  1. Mclaren melhor carro do campeonato, essa é de dar risada.A Mclaren tem a melhor dupla de pilotos se comparada com Ferrari e RBR.Se o carro fosse o mais rápido da temporada com certeza seriam os campeões do mundial de construtores.RBR melhor carro e melhor equipe de estrategistas, tanto que desde o começo liderá o mundial de construtores e se não fosse Webber(piloto mediano como massa) esse fim de semana já teriam sido campeões.

    Agora essa de que “Hamilton estar pagando com juros e correção os pontos que desperdiçou ano passado” puro comentário de “haters” que não suportam o fato de Hamilton não ter cometido sequer um erro esse ano.Nada condizente com a visão de um jornalista sério e ético.

    Hamilton só não está na briga pelo título devido aos constantes erros de pit-stop no ínicio do ano e agora na fase final 5 defeitos no carro em 5 corridas consecutivas.Singapura :quebra da cx de câmbio, Japão: quebra da suspensão traseira,coréia do sul :quebra da barra estabilizadora traseira,Índia: defeito no volante que alterava a mudança de marchas, Abu Dhabi:quebra da bomba de combustível.

    E como já disse Hamilton,Alonso,Jackie Stewart e agora Button :Vettel deve sua posição no campeonato muito mais ao carro.Somente ele e Webber têm um carro que permite errar 4 vezes em uma mesma volta e continuar sendo mais rápidos que seus adversários.Como disse Hamilton nessa entrevista no telegraph:

    http://www.telegraph.co.uk/sport/motorsport/formulaone/9652249/Lewis-Hamilton-says-Fernando-Alonso-is-better-than-Sebastian-Vettel.html

    Curtir

    1. Nesse caso, estamos de pleno acordo! Sinceramente, não sei de onde vem a afirmação da McLaren ser o melhor carro ou que Hamilton está errado ao não errar… Só recomendo uma leitura mais leve para as ironias que permeiam todo o texto.

      Curtir

      1. É isso mesmo! Quando o Button teve melhor carro foi campeão (2009), o Hamilton também (2008) e só pra constar Alonso e Vettel estavam lá, mas em carros inferiores. A McLaren não é o melhor carro da temporada, sequer podemos dizer que é o mais rápido, senão esses dois pilotos não estariam tão fora de combate como estão.

        Curtir

    2. O Piquet já falava: quem ganha cameponato não é só o piloto, nem só o carro. É o time (piloto+carro+fábrica+projetista+estrategistas+etc etc etc).

      E já faz um bom tempo que o melhor time da F1, na média, é a Red Bull. Na minha opinião, desde 2009 (mesmo com aquela Brawn da primeira metade do campeonato, ou mesmo por causa daquela Brawn, afinal de contas a Red Bull terminou o campeonato bem melhor que a Brawn)

      Mas a Mclaren teve sim durante algumas corridas o melhor carro, e tem sim a dupla de pilotos mais forte. Mas nunca foi o melhor time. Aí foi o tal de quebra isso, quebra aquilo.

      E a Ferrari? Hoje Alonso é o cara mais completo sim, (até porque o Vettel ainda é novo, comparativamente), o cara tá o capeta esse ano, mas o time com o maior orçamento da categoria ter um túnel de vento que não funciona direito é de lascar, né? Portanto, a Ferrari é um time pior que a Red Bull, hoje.

      (o que acho ótimo, nunca fui com a cara da Ferrari… hehehe)

      por isso achei legal a mudança do Hamilton pra Mercedes. Vai equilibrar ainda mais a equação dos “times”…

      Curtir

  2. Acredito que nesse ano, o único erro de Hamilton foi ter defendido a posição contra Maldonado com os pneus da Mclaren já muito gastos…Button no meu entender, deu mole pra Vettel, pois se tivesse mantido a trajetória, o alemão não passava. Ora, Alonso e Raikkonen tbm tinham pneus gastos, mas abriram espaço, portanto…Hehe, imagino se fosse Hamilton no lugar de Button…Na corrida de hj, Vettel mostrou porque está entre os melhores, mas uma ressalva para os dois safety car, a visão estratégica da RBR em largar dos boxes e em pista, e por último, mas não demeritório ao alemão: como o carro da RBR é superior, afinal se fosse uma Mclaren, Ferrari ou Lotus, não possuiriam tanta velocidade para escalar o pelotão…O título de Alonso será um milagre, tamanha a sobra que possui o carro da RBR! Newey estragou a brincadeira!

    Curtir

  3. Olha, to achando que pintou o novo De Cesaris na McLaren.

    Aí, talvez Domenicalli tenha razão em dizer que o Pérez é inexperiente, mas ele não pode apontar o dedo pra ninguém: o segundo piloto, com quem ele acabou de renovar contrato, protagonizou um dos lances mais grotescos já vistos na F1.

    Aquela rodada foi de fazer inveja ao Ricardo Rosset…

    Curtir

  4. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::////////////////////////////////
    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>##############@@@@@@@@@@@@@@
    Julianne,

    Que show de corrida!!! Briga de gigantes na frente e lutas eletrizantes e encarniçadas dos coadjuvantes de luxo no meio do pelotão. Ninguém aliviou um milímetro no espaço e na velocidade, ontem. Que grid, o deste ano! Lamento muitíssimo por Hamilton, a corrida sem dúvida seria dele, mas a McLaren está terrível nesta temporada. Lewis está dirigindo o fino, era para ele estar embolado com Alonso e Vettel, não fossem os horrores da McLaren. Raikkonen neste campeonato está dando brilho ao seu título de 2007, estava merecendo uma vitória e seria uma injustiça terminar o ano sem vencer. Alonso, agressivo, foi o perigoso leão de sempre. Button lembrou os grandes campeões da Era Clark, jogando limpo com Vettel. Depois dessa corrida, os que não reconhecem o talento de Sebastien terão de fazê-lo, ou estarão sendo mais incrédulos que São Tomé. Vettel teve tutano, foi brilhantíssimo e provou de maneira incontestável ontem em Abu Dhabi que NÃO é APENAS o carro que faz a diferença. E Kobayashi confirmou o que dissera antes da corrida, sobre o fato de não ser impossível ultrapassar em Abu Dhabi: largou em décimo quinto, passou em oitavo na primeira volta e chegou em sexto. A vitória foi de todos nós, aficionados.

    Curtir

    1. pois é, aucam, essa corrida foi um dos ótimos fechamentos do ótimo ano de 2012 – acho que o mais legal que eu acompanhei

      (isso desde 78, mas nessa época era muuito moleque, e nos anos 80, apesar de terem sido muito divertidos, era muito difícil ter a informação que temos hoje, o que fazia a coisa ser menos legal, na minha opinião. esse ano temo o melhor dos 2 mundos: corridas e campeonato divertidos, e as discussões técnicas com todo mundo aqui nos blogs da Ju e do Ico, além das páginas boas de notícias da rede…)

      E o Kobayashi? Esse cara tem que arranjar um jeito de ficar na F1: seja levantando patrocínio, seja ajudando a Sauber a passar a Mercedes (pra ter uma fatia maior no bolo de divisão de $$$), nem que seja por crowdfunding… hehehe

      Curtir

      1. /////////////////////////>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>//////////
        *****************************************************
        Pedro,

        Como tenho muitíssimo mais idade que você e me apaixonei por automobilismo desde a primeira corrida de automóveis que assisti, ainda guri, em 1954, imagine as dificuldades que tínhamos para acompanhar notícias – só jornais e revistas (as estrangeiras chegavam com grande atraso)!!! Por outro lado, tanta idade e tanta paixão me proporcionaram assistir pessoalmente, in loco – digamos assim ao “parto automobilístico” – dos nossos grandes pilotos: Moco, Emerson na F Vê, nos KarmannGhia-Porsche da Dacon, no Fitti-Porsche, Piquet na Supervê 1.600 e Ayrton no kart. Como você bem sublinhou, hoje está uma maravilha para os aficionados, sabe-se e debate-se tudo instântaneamente com o advento da internet, é inacreditável! E o Blog aqui da Julianne para mim é indispensável: ela disseca com muita competência muitos aspectos não ou apenas superficialmente abordados por outros jornalistas/blogueiros.

        Mas veja, não sou um saudosista, cada época é uma época e vivemos, sim, uma nova Era de Ouro, pena que muitos aficionados não se deem conta disso. Meu amigo, transferir balanço de freios, controlar aquela quantidade imensa de botões no volante, dialogar ao rádio em plena curva e ainda por cima raciocinando sobre estratégias compensam outras façanhas e a coragem e o heroísmo do Passado! E tudo isso em máquinas ultrassensíveis e rapidíssimas! Por tudo isso e outras coisas mais, penso que não devemos comparar ases de épocas diferentes.

        Quanto a Kobayashi? Será uma infâmia para a Fórmula 1 se ele não estiver no grid no ano que vem! Koba e Hamilton – pelas doses generosas de adrenalina que nos proporcionam – são os principais condimentos da categoria hoje, a pimenta e o sal, respectivamente.

        Abs.

        Curtir

  5. Voces vão gostar: Watch This Amazing, 360-Degree On-Board Video of Red Bull’s F1 Racer

    Watch This Amazing, 360-Degree On-Board Video of Red Bull’s F1 Racer

    Curtir

  6. Existem muitos pilotos bons hoje na Fórmula 1, mas cada um deles sempre tem um ponto mais forte que os demais. O do Alonso pra mim é o automarketing. É incrível a capacidade do cara de se autopromover a mito. Eu fico vendo as declarações dele e analisando como tudo é dito pensando em ser reconhecido como o melhor do mundo. Já é o da atualidade. Num treino desses (Barcelona creio) ao final do Q3 a transmissão exibiu o áudio do Alonso aos berros, comemorando o 4º lugar. Segundo ele tinha feito a volta perfeita. Pra mim o que ele estava fazendo era deixando bem claro que ele era o cara. Que sem ele a Ferraria amargaria posições bem piores e que ele só estava em 4º por culpa do carro. Fico imaginando se tivesse sido o inverso em Abu Dhabi. Alonso largando dos boxes e chegando em terceiro e Vettel de sexto e chegando em segundo. Pode apostar que a estátua tava sendo confeccionada já. Alonso vem preparando terreno para o final dessa temporada a muito tempo. Parece quase unanimidade que um título dele será exclusividade do piloto, a Ferrari só tem atrapalhado, ao passo que o título do Vettel será mérito exclusivo de Adrian Newey, o piloto taurino não passa de coadjuvante. Engraçado que quando Alonso liderava o mundial ninguém atribuía nada ao carro, mas quando é o Vettel a coisa é outra, tudo é o carro. Criticar Fernando Alonso é difícil, até porque o cara manda muito bem no que faz, mas está-se criando um falso mito, assim como fizeram com Schumacher. Não me admiraria nada se a Ferrari surpreendesse com o melhor carro nas duas últimas provas, acho difícil, mas eles têm recursos e sabem trabalhar e estão trabalhando sem parar. Mas o certo é que aconteça o que acontecer a culpa será sempre da Ferrari e os méritos sempre do piloto. Na minha opnião a Ferrari tem o segundo melhor carro da temporada e em ritmo de corrida se aproxima bem das Red Bull. E essa de Alonso ser fundamental na Ferrari é exagero. Basta lembrar as temporadas de 2007 pra cá. 2007 campeã. 2008 quase e com o Massa que a imprensa italiana adora chamar de inútil, sendo que nesse ano a McLaren adimitiu ter o meçhor carro e melhor motor e que por isso Hamilton levaria e levou. Em 2009 sem carro ganharam apenas uma. Em 2010 parecido com 2008, não tinham o melhor carro, mas eram competitivos. Alonso perdeu na última, pior que o Massa dois anos antes, mas a culpa não foi dele claro, nunca é. Ele estava no carro, largou em 4º, terminou em sétimo e a culpa foi da estratégia. Pros mais antigos, lembremos de 1981, Piquet em 5º, campeão e Reuttman em 8º, fritaram o argentino, que parece tinha até perdido uma marcha. Alguns anos depois em 1986 o Mansell era o terceiro a 13 voltas do fim e do título quando o pneu estourou e o Prost levou. Dizia-se na época que o Mansell tinha jogado fora o título. Mas em 2010 o tratamento é outro, Alonso com mais carro ficou mil voltas atrás do Petrov sem passar e a culpa é só da Ferrari. O Vettel não, chegou em terceiro dos boxes por causa do carro, do safety car, etc. Quanto a 2011 (com Alonso), repetiu 2009 (sem Alonso), sem carro ganharam apenas uma. Alonso é um grande piloto, mas o mito está ficando maior que o talento dele.

    Curtir

    1. Onde assino, esse foi o melhor texto que li sobre o alonso o melhor piloto em marketing do mundo e de todos os tempos porque em velocidade pura ele perde para hamilton vettel e kimi, mas hoje quem sabe fazer marketing consegue mascarar a realidade.

      Curtir

  7. Caro Augusto, não compartilho da teoria que para um ser bom, o outro tem que ser pior, pois ambos podem ser bons, cada um no seu estilo…Muitos dizem que Alonso tem muita sorte, mas o que dizer de Vettel que desde 2010 possui o melhor carro? Dizem que a capacidade de Alonso é tão grande quanto sua sorte, mas vejamos Vettel, afinal estar em carros projetados por Newey já é muito bom negócio. Mas e a sorte de Vettel em 2012? Ganhou uma e foi segundo em outra que Alonso abandonou e contou com vários abandonos e “2” safety car para galgar um terceiro, algo parecido com que Alonso fez em Valência, portanto, ambos são “sortudos”…Em falar em maracutaia, vc viu a forma “vergonhosa” que Vergne abriu para Vettel passar? E o pit stop de Webber para não atrapalhar o número um da RBR? PS: nosso amigo Dé Palmeira citou um fato muito interessante sobre a punição de Vettel, afinal, uma punição serve para punir, e ao meu ver, o fato de poder sair do parc ferme, modificar todo o carro favorece quem é punido, pois se Vettel tivesse com a mesma configuração da pole, não teria tanta facilidade como teve nessa corrida, sem contar o safety car…Olhando por esse lado, por ter mantido o carro no grid em Barcelona, dou muito mais valor à corrida de Hamilton, que largou de último, não fez nenhuma mudança no carro, não foi beneficiado por nenhum safety car, e mesmo largando de último, chegou em oitavo, esse sim, um digno e “verdadeiro” e “meritório” posicionamento! Nesse caso, o endeusamento a corrida do bom, mas “ainda” não fora-de-série Vettel é maior que a realidade, na minha humilde opinião…

    Curtir

    1. Claro, eles podem ser todos bons, mas eu não quis dizer que um precisa ser
      ruim, se dei essa interpretação foi sem querer.
      E concordo sobre o endeusamento que se faça ao Vettel tbm é exagerado, Apenas creio que se fosse o Alonso seria maior ainda.
      Assim como na situação inversa, Vettel na Ferrari 2012 e Alonso na RBR 2012 o campeonato estaria do mesmo jeito. Mas a maioria dos que conheço garantem que se fosse nessa situação o Alonso já teria liquidado a fatura.
      Aproveitando pra registrar que não sou torcedor do Vettel, nem de Alonso, já torci pro Kimi na McLaren e não pude deixar de gostar da vitória do finlandês que aposentou o Montoya.
      O próprio Adrian Newey é outro. O cara é um mago, claro, sem dúvida, mas os carros campeões de 2000 a 2009 não eram dele, ou seja, tem mais coisa além dele na Red Bull.
      Opinião minha. Nem Alonso, nem Vettel, nem nenhum deles leva carro nas costas. No campeonato ganha sempre o melhor carro. E 2006 que a Ferrari era o melhor carro? Certo, mas ela apenas terminou como melhor carro, durante boa parte do mundial a Renault era melhor, até a pressão política da Ferrari pra tirarem o amortecedor de massa dos franceses, então, no cômputo geral, ganhou o melhor carro, ainda, que o da Ferrari fosse tão bom quanto, eram dois melhores, mas era o melhor.
      Sou contra o endeusamento de todos eles. E acho que no braço Hamilton é melhor que Alonso por causa de 2007 e os demais não dá pra comparar, mas também não torço pro Hamilton não.
      Comparar de verdade só no mesmo carro, e sendo este a melhor equipe (tipo sennaxprost 88 e 89) pra estar o cara sempre motivado. Por exemplo: a comparação entre Button e Hamilton é difícil, às vezes um está motivado e o outro não, o carro não é dos melhores mesmo. Em 2010 Ham ganhou 3 e But 2, mas ficaram bem próximos no campeonato. Já em 2011 o Jenson foi vice campeão e o Lewis ficou em quinto, mas cada um ganhou três. Pra mim não dá pra comparar nessa situação.
      Queria ver Alonso x Vettel no RBR ou Ferrari, e Vettel x Hamilton, mas acho difícil, especialmente o Alonso, creio que ele não se arrisca não. O Hamilton penso que topa qualquer um, pois ele se acha o melhor. Já o Vettel pode até ser, afinal o cara ganhou tanto em tão pouco tempo que deve tah se achando também, mas acho que a assessoria dele o demoveria dessa ideia.
      Fico na torcida pra ver isso, quem sabe um dia.

      Curtir

  8. Caro Augusto, uma ressalva: sobre os carros vencedores entre 2000 e 2009, se não me engano, o de 98/99 era de Newey, os outros, eram de outro gênio, Rory Bernie, que trabalhava na Ferrari de uma forma menos intensiva do que Newey hj, pois naquela época, os testes em pista e a grana ralavam soltos, facilitando correções em erros de projeto. Hj Newey e a RBR trabalham de uma forma mais intensiva, devido aos cortes de custos, potencializando ao máximo as idéias, o famoso custo/benefício enxuto. Ponto para a genialidade de Newey!

    Curtir

    1. Prezado Wagner
      Eu não sei que corrida vc viu, mas no seu comentario vc diz que o Vettel beneficio-se duas vezes do Safety Car e das trompadas dos outros. Acho que vc teve a sua memoria acondicionada pelos comentarios ridiculos da transmição de Tv.
      Vejamos se foi beneficiado pelos accidentes: Quando o acidente do Rosberg encima de Kartikeyan, ja Vettel tinha pasado por eles [FALSO]. Quando o Strike de Perez, ja Vettel tinha feito sua parada, estava em 4to e voava pra cima de Button [FALSO].
      Vejamos se foi beneficiado pela saida duas vezes do SC: No Primeiro SC andaba no meio do pelotão, mas por um erro graças justamente à baixa velocidade no regime de SC, bateu no aviso e teve que ir a trocar o bico nos box, voltou de novo de úiltimo [FALSO] poderiamos até dizer que foi prejudicado. No Segundo SC ele já tinha feito sua segunda parada e marchava para cima de Button e Alonso com pneus novos e macios, equanto eles estavam com medios e usados. Essa diferença de 13 segundos evaporaria em no max 13 voltas [outra vez FALSO]. Eu até penso que sem o SC, talvez o Vettel tivesse aquecido melhor os pneus e aqueles dois lutando tivessem perdido mais tempo e talvez o Vettel tivesse pasado no mesmo bote o Alonso e Button.
      Como ve Wagner, não ouve beneficio nos acidentes nem com o aparecimento do SC na corrida de Vettel, mas sim atrapalhação.
      Pare de falar bobagem e aceite que Vettel foi contra tudo e contra todas. Definitivamente foi fantastico em Abu Dhabi.

      Curtir

      1. Caro Bruz, Hamilton em Barcelona, largou de último, não foi beneficiado por safety car, não trocou câmbio, inclinação dos aerofólios, relação de marchas e chegou em 8, portanto, volto a dizer: essa regra de sair do parc ferme “ajuda” quem tem um bom carro e larga em último, afinal que fica no grid, tem que lutar com um possível acerto errado. Vejamos: na briga pela pole, Vettel conseguia no máximo 313 km/h, ao passo que com as modificações por ter largado em último, chegou aos 322 km/h quando atacava Button, portanto, será que conseguiria galgar tantas posições se tivesse largado no grid? Hehe, imagino que logo logo a FIA acabará com essa brecha do regulamento, que beneficia quem quebra o regulamento…Sobre a sua dúvida no safety car, a matemática explica: os ponteiros abriram muito de Vettel, e o que acontece quando tem o safety car entra? O pelotão se junta, diminuindo drasticamente a diferença, portanto vc dizer que os dois carros de segurança não influenciaram no resultado, vc estará indo contra as leis da física, fato! Vettel é um possível fora-de-série, mas so entrará para o time de Alonso e Hamilton, quando ganhar com carros inferiores. Vc ainda tem dúvidas que a Ferrari foi pior que Lotus e RBR em rítimo de corrida, se vc tivesse um pouco de atenção aos detalhes, veria o estado físico que Alonso chegou na sala antes do pódio, exausto, ao passo que Kimi e Vettel conversavam tranquilamente, sinal que a luta com o carro foi feroz…Em nenhum momento da prova Alonso teve chance de ultrapassar a Lotus, sinal que nessa pista em particular a equipe de Raikkonen esteve melhor adaptada.

        Curtir

      2. Wagner… Eu penso que não tem como acabar… Se desse os caras pegariam o carro pra dizer que precisa trocar de câmbio por segurança e pronto… Trocava tudo de novo.

        Outra… Em Barcelona o Hamilton não alterou a configuração… Cara, não sonha… A equipe com o carro a disposição pra mudar o que quiser o cara não mudou? O resultado foi menos expressivo pq as mudanças surtiram menos efeitos que as do Vettel domingo. Mas todo mundo muda tudo que pode e mais um pouco quando acontece isso.

        E não acho injusto… Injusto seria o cara ficar atrás da Carteham pq eles tiram toda a asa do carro pra atingir 325 por hora na reta, e não conseguem fazer direito uma curva, mas o limitador ia bater pro Vettel e ia ficar voltas e voltas parado nos carros mais lentos. Então, é uma maneira que TODAS as equipes tem pra se garantir que, se forem desclassificadas, terão prejuízo, mas não será um preju tão grande a ponto de ser melhor fechar o box e ir pra casa.

        Curtir

      3. Só deixando um ponto claro: Hamilton não largou do pitlane em Barcelona e, portanto, não lhe foi permitido fazer alterações no carro.

        Curtir

      4. Meu caro… Que corrida vc vê pergunto eu…

        Vettel parou pouco antes do SC, portanto foi beneficiado em ambos. no segundo caso, Vettel tinha uns 18 segundos de vantagem pro 4º (Grosjean aquela altura), parou, voltou a frente, e foi pra cima do Button, quando deu SC e ele colou no Button “de graça”. Isso não tira o mérito dele. Pelo contrário. O cara correu muito… Mas teve muito da chamada sorte de campeão ali, a teve.

        Curtir

  9. “””””””””””””””””””””””””//////////////////#########################
    Julianne,
    Já que estamos falando de corridas de recuperação, sempre é bom lembrar que John Watson venceu o GP dos USA de 1983 em Long Beach, depois de largar em 22o. lugar! Niki Lauda chegou em 2o., depois de largar em 23o. lugar! Foi uma dobradinha incrível da McLaren, numa corrida igualmente incrível!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s