Fortes emoções

A preocupação da FIA com o caos para entrevistar o mais novo membro do clube dos tricampeões mundiais fez com que Sebastian Vettel fosse levado à sala normalmente reservada aos três primeiros colocados para ser entrevistado. Assim, mesmo na primeira vez desde o GP da Itália, 13ª etapa do mundial, em que não estourou o champanhe no pódio, lá estava ele de volta.

Entrou sorridente, sentou-se e abaixou a cabeça, visivelmente emocionado. Parecia que, naquele momento, percebera que havia obtido o resultado de que precisava mesmo que sentisse que o mundo conspirava contra ele: má largada, toque na primeira volta, estratégia errada, parada lenta e até rádio sem funcionar. “Me senti exatamente como agora”, brincou ao encarar os jornalistas assim como o fez com os carros que, caprichosamente, o evitaram após o toque com Bruno Senna.

Minutos antes, era o semblante de Felipe Massa que chamava a atenção. Claramente mais rápido que Alonso pelo menos nas últimas duas etapas, o brasileiro mal podia esperar que a temporada terminasse para que, com o campeonato zerado, pudesse ter uma nova chance de correr de verdade. O pódio em casa mesmo em outra corrida na qual teve de ceder uma posição provocou uma catarse em um ano que poderia tê-lo derrubado psicologicamente de forma definitiva.

Falando em cabeça, Alonso fez de tudo para manter a sua no lugar após a terceira derrota em uma decisão. Uma diferente da de Abu Dhabi, como ele fez questão de destacar – “pois daquela vez estava nas nossas mãos e perdemos” – mas dolorida pela certeza de que não havia muito mais que ele podia fazer. Emoções tão fortes quanto distintas que só podiam florescer numa final digna do melhor campeonato da – minha – história na F-1.

Anúncios

23 comentários Adicione o seu

  1. redhorse disse:

    Tentei encontrar algum link da entrevista reservada (Alonso, Button, Massa e Vettel), mas não consegui.

    Se você o tiver, poste aqui, fazendo o favor.

    (Periodicamente, faço uma limpeza em meu computador, por isso, você terá que aceitar novamente o meu post. Desculpe o inconveniente)

    Curtir

    1. redhorse disse:

      Legal. Não precisou desta vez. Melhor assim.

      Desculpe o engano.

      Curtir

      1. redhorse disse:

        Valeu pela atenção, Paulo, mas você não teria o link do vídeo?

        Quando encontrar, poste aqui, fazendo o favor.

        Curtir

  2. Pedro Araújo disse:

    realmente essa foi a final mais emocionante – mais do que 2008 – do campeonato mais legal que eu já acompanhei. no meu caso, coloca aí desde 1980.

    antes disso eu era moleque demais (menos de 8 anos) pra entender o suficiente (mas já entendia que as pessoas morriam nas corridas, e que deveríamos dar uma chance pra copersucar virar uma equipe vencedora… então coloca aí desde 1978)

    pra tudo ficar perfeito, só falta o kobayashi levantar a grana necessária e arranjar uma equipe pra correr em 2013…

    Curtir

    1. Pedro Araújo disse:

      caramba, só pra completar:

      só quero ver a trabalheira que vai ser o post seu, Juliane, sobre as transmissões desse GP pela BBC (ou Sky), pela Globo e pela tv espanhola… hehehe

      ainda bem que esse foi o último gp da temporada, você vai ter mais tempo… hehehe

      Curtir

      1. juliannecerasoli disse:

        Pois é, ainda mais porque não vi a corrida pela Globo, então terei de assistir mais três vezes. Talvez esse post demore um pouco mais para sair, mas sai!
        Inclusive, algumas pessoas citaram o fato de eu não ter publicado o dos Estados Unidos. Não tive tempo de assistir as transmissões pelas viagens mas, se houver interesse de vocês, posso fazer para depois.

        Curtir

      2. moises simoes disse:

        Estou interessado. Dá pra eu mastigar bem mastigado
        já que tenho que encarar o jejum até março.

        Curtir

  3. Augusto disse:

    Oi Ju, infelizmente não creio que Felipe vá poder correr esportivamente. A Ferrari não é disso, e o seu piloto todos já sabem quem é. Vou esperar apenas a desculpa do ano que vem pra falta de ccompetitividade na classificação, na corrida ou pras quebras inexplicáveis.
    Mas, já que sonhar não custa nada, sonhemos!!!

    Curtir

  4. aucam disse:

    Julianne,
    Definitivamente, não foi uma corrida para os fracos de coração!

    Curtir

    1. Bruz disse:

      Aucam, o meu é fraco mesmo e se aguanta. O Foda de verdade, é que ficava aquela coisa no ar de que a Sorte de Alonso voltava a conspirar. Mas foi Vettel contra todas, e qualquer maracutaia se virou contra o vigarista ñoñento das Aspurias. Y JODER!!

      Curtir

      1. aucam disse:

        Bruz, Vettel fez fantástica corrida de recuperação, PROVANDO mais uma vez que é excelente neste aspecto também, pois ficou ao contrário no início e depois ainda teve que fazer um pit stop a mais, por ter recebido pneus equivocados duas voltas antes. Além disso, corria no fio da navalha, pois seu carro estava avariado e foi necessário até reduzir um pouco a potência do motor, para não causar um incêndio. E foi incrível vê-lo abandonando a prudência e se lançar com apetite para garantir uma ultrapassagem necessária sobre o ótimo e injustiçadíssimo Kobayashi, que também fez um corridão! Que corrida! A pista estava um sabão!
        Grande abraço.

        Curtir

      2. Bruz disse:

        Mas o pior de tudo é que o safado español, ainda insiste que o Vettel ganhou pelo carro. E o Vettel num sinal de grandeza nem da bola para o falastrão. Corridaça mesmo, mas te juro que a de 2008 foi melhor, porque tinhamos o título do massinha na mão. Forte abraço também!

        Curtir

      3. redhorse disse:

        Se não ganhar na pista, tente ganhar fora dela. (Essa é a filosofia do Alonso)

        Por exemplo, se ele estivesse na temporada de 1988, iria falar que estava competindo contra Gordon Murray, e não contra Prost e Senna.

        Mas será que a referida temporada (88) é capaz de retirar o talento do professor Prost e do, dito o melhor do mundo, Senna?! Claro que não.
        Quem tem talento, tem, e Vettel, pela terceira vez, demonstra isso em seu Red Bull. O resto é resto.

        Lobotomia, em mim, não. 🙂

        Curtir

  5. wagner vieira alves disse:

    Ju, o balanço que consigo fazer dessa temporada, é uma dúvida cruel: vale a pena ser confiável e não ter velocidade, ou vale ser veloz, quebrar ás vezes e poder acelerar quando quiser…A Ferrari me pareceu o primeiro caso, ao passo que RBR e Mclaren formaram o segundo time, mas os taurinos se deram melhor por quebrarem menos…

    Curtir

  6. Billy disse:

    Será que agora o tal do Lobato procura um terapeuta? O cara deve ter ficado arrasado…

    Curtir

  7. Fernando Piccione disse:

    Julianne que corrida maluca !!! Queria ler ou escutar de vc de como viu a corrida, onde vc assisitu e se teve a chance de ver a reacao das equipes ou as pessoas que estavam perto de vc.

    Ju(vc me diz se esta bem ou nao te chamar de Ju), tenho uma curiosidade em saber como ficara o Bruno Senna, eu na minha singela opiniao acho que ele nao deveria continuar, apesar de termos alguns pilotos que sao quem sabe, pior que ele.

    Qto aos outros Barsileiros, Razia chega ? Barrichello na Carteham , eh brincadeira ?? E o Massa, será que ele vai ressurgir das cinzas e dar trabalho em 2013 ???

    Obrigado,

    FP

    Curtir

    1. juliannecerasoli disse:

      Assisti na sala de imprensa, todos muito tensos e com um ar de “não acredito” quando viram Vettel ao contrário. Outros dois momentos de ‘ohhh’ foram no abandono de Hamilton e no erro de Raikkonen, que ganhou aplausos.
      O que posso dizer da situação dos brasileiros é o que vocês já sabem: acompanhem no site e podem confiar porque não trabalhamos com boatos e, sim, fatos.

      Curtir

      1. Fernando Piccione disse:

        Muito obrigado por responder.
        Qto ao post de transmissao dos ingleses, espanhois e brasileiros acho que pelo menos , se vc puder, seria legal ter o do Brasil como fim de campeonato.

        Curtir

      2. aucam disse:

        Julianne,
        Será que Raikkonen “sabia o que estava fazendo” desta vez, hahaha???!!! Foi muito hilário, talvez precisasse de um GPS naquela ocasião, hahaha!!!! Grande Raikkonen! Figuraça! Essa corrida foi realmente memorável e aconteceu de tudo!

        Curtir

      3. juliannecerasoli disse:

        Você viu as declarações dele depois da corrida? Kimi sempre sabe o que está fazendo! rsrs
        “Meu visor estava muito sujo e eu escapei na volta 52. Quando fui voltar para a pista, tentei pegar um trecho que já havia usado em 2001. Dessa vez, porém, alguém fechou o portão e tive de voltar. Ano que vem vou me certificar se o portão estará aberto”

        Curtir

  8. Bruz disse:

    A minha pergunta que fica no ar é a seguinte: E se tivesse acontecido alguma coisa com o Button nas voltas finais, será que o Marko pegava uma espingarda e furava os pneus do Webber??

    Curtir

  9. Dé Palmeira disse:

    Ju, o que vc acha disso?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.