Corridas clássicas de Melbourne. Qual é a sua?

Amigos, amigos...

O sono às vezes atrapalha, e muito, mas o GP da Austrália em Melbourne é sempre um belo começo para a temporada. O público comparece em peso, tem toda a tradição do desfile de carros antigos e a pista serve para testar a confiabilidade dos carros – que o digam os freios! – e o nível de “ferrugem” dos pilotos, com uma largada sempre complicada e muros e britas pouco coniventes com erros.

Villeneuve, em 1996

Sua tradição como prova de abertura também lhe rendeu uma série de estreias marcantes. Na minha memória, vai ser difícil alguma superar a de um piloto que seguia muito de perto na Fórmula Indy e que chegava em 1996 com seu jeitão grunge e o sobrenome famoso para a equipe mais vencedora da época, a Williams.

Nunca ligou para muita coisa, aquele tal de Jacques Villeneuve. Nem para a pressão da estreia. Fez uma pole que surpreendeu muitos que esperavam um novo Michael Andretti e só não venceu por um vazamento de óleo, respondendo bem à relargada após outro incidente marcante daquele GP: o voo de Martin Brundle na Jordan dourada.

Webber, em 2002

Seis anos depois, seria a vez de outra estreia gloriosa, com direito a pódio mesmo com um quinto lugar. Correndo em casa, Mark Webber sobreviveu na pista e levou a Minardi aos pontos.

Tudo bem que o hoje piloto da Red Bull chegou à frente apenas de dois carros: seu “fantástico” companheiro Alex Yoong e Mika Salo, que rodou sua Toyota tentando passar o australiano com uma volta para o final. Mas valeu pela festa e pelo feito de um piloto que só viria a superar o quinto lugar da estreia em casa ano passado.

Hamilton, em 2007

Pulando mais cinco anos no tempo, é a vez de Lewis Hamilton chegar à Austrália com a faca e o queijo na mão para uma estreia daquelas. E o inglês não decepcionou. A bordo de um carro competitivo e com toda a pressão no companheiro bicampeão Fernando Alonso, deu seu cartão de visitas logo na largada, passando o espanhol por fora.

No desenrolar da prova, é bem provável que a McLaren tenha mexido seus pauzinhos para garantir que Alonso chegasse na frente, tendência que foi mudando ao longo da temporada. Mas o “estrago” já estava feito e Hamilton trouxera uma enorme dose de alívio para os ingleses: fazia tempo que eles não tinham um “championship material”, como costumam dizer, em uma equipe de ponta. E pensar que não sabiam que seria só o começo de uma sequência de pódios que terminaria apenas oito provas depois.

Brawn GP, em 2009

Meu último GP da Austrália que marcou foi o de 2009. Fazia tempo que não víamos o grid “invertido” na Fórmula 1, com Brawn, Red Bull e Toyota na frente – e as consequências de tudo o que deu errado para McLaren e Ferrari naquela época sentimos até hoje.

Isso sem contar na história inacreditável da Brawn GP. A Honda, cansada de andar do meio para o fim do pelotão, abandona o barco, o time é confirmado aos trancos e barrancos e o carro é, disparado, o melhor do grid. Com difusor duplo ilegal? Sim, mas quando eles foram pegos a história já era boa demais.

E para vocês? Quais foram os GPs mais marcantes na Austrália?

9 comentários Adicione o seu

  1. Pedro disse:

    Na Austrália, mas em Adelaide, em 1986 (estouro de pneu de Mansell e título de Prost), e em 1991 (Debaixo de muita chuva, com Senna abrindo 11 segundos na primeira volta para o segundo colocado, e vencendo a corrida). Também em 94 no mesmo circuito. Em 2009, também, com a agradável surpresa da Brawngp, só que com o carro “errado”.

    Curtir

  2. moises simoes disse:

    É claro que eu gostava da Adelaide rs.

    Mas tem um GP que o Button de BAR ou Honda, não lembro, estoura o motor na última curva.
    Foi bonzinho. Em 2003 eu acho.

    Curtir

    1. Jobson disse:

      Moises,

      Foi em 2006.

      Curtir

      1. moises simoes disse:

        Opa! Não tive nenhum tempo pra garimpar.
        Valeu, Jobson!

        Curtir

  3. gabriellima29 disse:

    Vou falar só dos que vi ao vivo:

    O primeiro que vi foi a estreia do Rubinho na Ferrari. Não marcou tanto. 2001, pelo acidente do Villeneuve com o Ralf, marcou mais.

    2003 por ter sido a primeira corrida da “nova F1” marcou. Um GP bem agitado.

    2007 pela atuação do Hamilton e a F-1 pós-Schumacher, apesar da corrida ter sido morna.

    2008 por todos os problemas e a corrida de sobreviventes.

    2009 pelo que você disse.

    2010 pela chuva e todas as alternativas…

    É, GPs da Austrália são sempre legais.

    Curtir

  4. Daniel disse:

    Para mim, a edição de 1997 é marcante, devido a volta da McLaren ao grupos dos vencedores, com Coulthard em 1º e Hakkinen em 3º.

    De quebra, fez a estréia do novo layout trazido pela associação com a marca West, após anos com o layout Marlboro. Também marcou a primeira vitória do motor Mercedes-Benz nesta “era moderna” da F1.

    Alias, um pouco “off-topic”, masn essa temporada 1997, que diversidade de motores! Mercedes, Ferrari, Renault, Yamaha, Ford, Mugen-Honda, Peugeot…

    Curtir

  5. Fabrício Martins Tavares disse:

    As provas na Austrália de 85, 86 e 90 foram marcantes. Todas encerrando as temporadas citadas. A de 85 teve muitas quebras e rodadas e foi movimentadíssima. A de 86 pela decisão do título, que era de Mansell, passou por Piquet e acabou com Prost. E a de 90, com vitória de Piquet e a espetacular fechada de porta em Mansell.

    Curtir

  6. Em 2009, final dramático entre Kubica e Vettel, com o jovem alemão dizendo “I’m very very sorry” no rádio

    Curtir

  7. plow king disse:

    1990, facil. Pela corrida fantastica e pela vitoria do NPiquet.

    Julianne, em relacao ao Jacques um pequeno toque: Ele estava dirigindo um carro do Newey E havia testado antes da estreia por mais de 10 mil KM. Hardly a novice, therefore. A molecada mais jovem nao deve ser disso.

    Saludos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.