Agora é com vocês, Red Bull

Happy family

“Vocês honestamente acham que ele devolveria a posição caso pedíssemos? Não fazia sentido. Ele deixou muito claro qual era sua intenção ao ultrapassar. Ele sabia qual era a comunicação e optou por ignorá-la. Ele colocou seu interesse acima da equipe. Focou nos sete pontos a mais – o que era errado. Ele aceitou que era errado.”

A declaração de Christian Horner foi o que mais me chamou a atenção no turbilhão de acontecimentos do GP da Malásia e dá a medida da real questão levantada pela atitude de Vettel: o alemão se colocou acima da Red Bull, e com plena consciência.

Segundo a dinâmica da Fórmula 1, pouco importa se seus campeões passam dos limites éticos para vencer. Afinal, trata-se de um mundo de competitividade extrema e sempre será difícil estabelecer a linha entre demonstrar vontade de vencer e fazer qualquer coisa para que isso aconteça. Na prática, a categoria sempre se promoveu em cima desses extremos – e com sucesso.

Igualmente, pouco importa que haja intervenções das equipes. Vociferar contra isso também me parece ingênuo. A F-1 é o que é por ser um campeonato de construtores, em que cada time faz seu carro. Essa obrigação a torna especial porque faz com que os carros sejam muito desenvolvidos e atrai os grandes profissionais do esporte. E isso inclui os pilotos. Porém, em determinados momentos, o interesse individual, alimentado pelo mundial de pilotos, vai entrar em conflito com o coletivo, da equipe. Não há nada que possa mudar isso, está intrínseco à razão de ser da F-1. E quando as ordens de equipe estiveram proibidas, de 2003 a 2010, na realidade a categoria só estava jogando a sujeira para debaixo do tapete. Há diversas formas de lidar com isso? Fato. Mas não dá para fugir de algo que te define.

A grande novidade desta situação é o claro recado de Vettel. Com três títulos na mão, o alemão se sentiu poderoso o bastante para colocar-se à frente da equipe com a qual conquistou seus triunfos. Deu seu recado e, com quatro anos de Red Bull e muitos outros de ‘firma’, deve saber onde está pisando. Ao que tudo indica, espera o mesmo que Webber previu logo na cerimônia do pódio: ser protegido.

O próprio fã número 1 de Vettel, Helmut Marko, admitiu que “a coisa saiu do controle”. A Red Bull tem em seu histórico uma série de atitudes conciliadoras quando a harmonia interna é quebrada. Vimos isso durante todo o ano de 2010, na Grã-Bretanha em 2011 e no GP do Brasil do ano passado (e, diga-se de passagem, por seu histórico, Webber talvez não tivesse sobrevivido em outro time não fosse pela, também, proteção de Mateschitz).

Será que, frente à recente insubordinação, a tônica vai mudar? O piloto jogou a batata assando para a mão de seus chefes, resta saber se eles vão aceitar que seu interesse se sobreponha ao time ou se o GP da Malásia será lembrado como o momento em que o casamento de Sebastian Vettel com a Red Bull começou a ruir. Estão abertas as apostas.

33 comentários sobre “Agora é com vocês, Red Bull

  1. Hehe, uma imagem diz mais que mil palavras, afinal Webber é o único integrante da equipe sem uniforme, portanto, mais psicológico impossível…

    Curtir

  2. Legal texto Julianne. Até q. enfim alguem tocou no ponto principal…ele fez tudo de plena consciencia, pois ele sabia q. tudo passa, mas os pontos continuam numa boa…ehehe
    Abrçs

    Curtir

  3. Li um comentário hoje, não sei de quem, dizendo que a Red Bull necessita de Vettel, não sendo verdadeira a recíproca. Então, pergunto; Será? Será que Vettel teria todos os títulos que tem correndo, por exemplo, na McLaren de 2011 ou mesmo na Ferrari 2012? Acho que não. A Red Bull chegou onde chegou não só por Vettel. Ele é parte importante dessa trajetória, mas há outros gênios na equipe de igual ou maior grandeza. Quem – Hamilton, Sutil, Hulkemberg, Bianchi, para citar alguns talentos – não gostaria de correr nas máquinas temidas e copiadas de Adrian Newey? Quem desses, não faria um excelente trabalho numa equipe campeã, por tudo que tem feito até aqui, como a Red Bull?

    Curtir

    1. Falou tudo…qtos pilotos ali do grid estao preparados pra ganhar ?? Muitos q. já fizeram bonito com carros nao tao rápidos assim…mas tem muita coisa em jogo e tudo terminará em pizza.

      Curtir

  4. Não consigo entender uma coisa: em que momento o Weber reduziu os giros do motor?
    – Ele não fez o pit na volta 43 (quando sairam brigando pela ponta)?
    – Não fez a sua melhor volta na corrida na volta 45, assim como Vetel?
    – a ultrapassagem não foi na volta 46?

    Curtir

  5. Racho??? Se rachou foi culpa da idiotice de impedir que alguém ULTRAPASSE outra na pista, deveriam ter liberado a briga, é apenas o início do campeonato.

    Faz o seguinte RBR, manda o Vettel embora e fica com o Webber, até porque todos dizem que o Vettel só vence por causa do Adrian Newey, logo, o Webber vai ser campeão também.

    No lugar coloca o Ricciardo ou o outro zé mané lá da STR e deixa o Vettel procurar emprego, como ele é fajuto segundo a pachecada, dificilmente encontrará emprego na F1.

    Curtir

  6. Julianne,

    O que pra mim fica claro eh que com esse tipo de atitude o Fettel nao teria lugar na Ferrari e nem na Mclaren.
    Agora vamos ver se a Redbull eh uma empresa seria e pode punir seus funcionarios insubordinados ou nao. Nos podemos ser ou nao informados, quem sabe nao aplicam uma multa ao piloto mas ficam calados e dizem isso eh um assunto interno corporativo e vcs nao tem nada com isso , o negocio que nao entendo ate agora por que mantiveram o Webber na equipe e nao contrataram um piloto menos bocudo, qual eh a relacao dele com o dono a Redbull e por que ele eh intocavel tambem, jah que o Australiano jah deu mostras que nao joga para o time tambem. ( entendo que ha o outro lado da moeda e o Fettel eh e pod ser protegido e querido la dentro).

    Curtir

  7. Pois eu acho isso tudo muito interessante de se acompanhar.

    A vida é assim, cheio de lados conflitantes, furações de olho, facadas nas costas… hehehe. Porque a F1 haveria de ser diferente?

    Curtir

  8. acredito que muita gente esteja cometendo um erro grave ao analisar o problema interno da red bull: desconsiderar que ambos os pilotos concordaram em permanecer nas posições que se encontrassem após a última parada.

    todo mundo está desconsiderando isso.

    vettel foi um covarde, atacou quando estava combinado que não atacaria.

    bom piloto, sim.

    mas covarde!

    Curtir

  9. Se Christian Horner não mostrar autoridade nesse momento ele está com o pé na rua.

    Só espero que a RedBull ache um equilíbrio entre ser uma empresa e uma equipe esportiva. Eles têm muito a aprender com o episódio.

    Curtir

    1. Acho muito dificil Christian Horner cair por conta disso… Ja Ross Brawn, eu ate torco!

      A Red Bull vai por panos quentes no assunto. Que o ocorrido deteriora mais a relacao de ambos os pilotos na equipe, nao ha duvida. Mas nao vai acabar amanha nao. Ainda tem tempo para ter muito mais desgaste!

      Curtir

  10. Sabe como resolve? Igual a duas criancas que brigam. Tranca os dois numa sala, e eles so saem de la depois que concordarem qual vai ser a punicao de Vettel. Isso mesmo, Vettel e Webber tem que concordar qual vai ser a punicao do Alemao!

    Curtir

  11. Vamos lá:
    Os românticos e as viúvas mal analisam o que se passa nos bastidores, e não o fazem porque são torcedores, de futebol, que torcem pra esse ou aquele em detrimento de considerar peculiaridades desse “esporte” que é a F1. A atitude “sem caráter” de Vettel já foi protagonizada por outros “feras”, entre eles Senna, conforme bom texto hoje no site warmup. Levem em consideração apenas um raciocínio, por analogia: A equipe sabia de antemão que Vettel iria colocar pneus macios e ao fazer isso alcançar Webber. Sabia também pela telemetria que Vettel não atendeu ao “Multi 21”, ou seja, jogo-jogado, tudo combinado e , biquinhos e discursinhos sobre ética, covardia e etc, são totalmente desnecessários. Webber SABE que foi logrado não por Vettel, mas pela equipe inteira!!

    Curtir

    1. Pires,

      Concordo plenamente, até pq a equipe consegue controlar uma série de itens do carro a partir do pitwall, e eles dizem que não conseguem “baixar” o motor?!? sei não…

      Curtir

      1. A telemetria bidirecional, que permite o controle vindo do pitwall, está proibida há 10 anos. Hoje, só se muda esse tipo de configuração no volante.

        Curtir

      2. se o webwer mudou a configuração do motor como ele fez a sua melhor volta na corrida na volta 45 (a volta anterior a ultrapassagem)?

        Curtir

      3. Entendo seu raciocínio, mas será que isso importa? Veja bem:
        – é bem possível que a vantagem pela aderência adicional dos pneus novos suplante a perda pelo mapeamento, explicando a volta mais rápida pessoal, assim como também é possível que Webber tenha mudado essa cofiguração durante a briga. Provavelmente nunca saberemos.
        – no entanto, quando o australiano diz ao companheiro ‘Seb, Multi 21’ antes de pódio, ele não está dizendo ‘eu estava com a configuração X e vc com a Y’, mas, sim, explicitando que ambos haviam recebido o código para manter posições.
        – portanto, mesmo que a ultrapassagem tenha sido feita em condições iguais, isso é irrelevante diante do fato de que Vettel se sentiu no direito de ignorar uma determinação da equipe. É o fim do mundo? Não. Isso faz dele o maior crápula da humanidade? Lógico que não. Só vai ser interessante ver a reação da equipe a esse recado.

        Curtir

      1. Julianne, perfeito, mas… to indo pelo caminho da “conspiração”.
        O que Webber fez foi jogar para a torcida, como se diz, ali na frente de todo mundo revelando inclusive um código de comunicação restrito. Penso que ele estava mandando um recado para sr. Cristian e sr. Marko. Vettel só fez o que fez porque sabe (como Webber sabe) que tem a preferência da equipe. Essa minha tese só cai por terra, a meu ver, se ele for punido de alguma forma. Como disse o Garrincha ” já combinou com os russos?” Com certeza ele já tinha combinado…

        Curtir

  12. Será que essa atitude dele não tem a intenção de já preparar o terreno para uma ida para a FERRARI, sem que falem que ele abriu mão de qualidade em troca de dinheiro? Afinal, iniciando uma rusga com a equipe, e sabendo aumentá-la gradativamente, ele teria uma justificativa de que a relação tornou-se insuportável. Some-se a isso a declaração dele de não ter renovado contrato até 2016 .

    Curtir

  13. Uma bela reflexão, mas eu acredito que o Weber está puto com a equipe e vettel, ele tambem pode está criando uma briga na redbul a mando de Briatore para desestabilizar a redbule a ferrari ganhar o campeonato com Alonso, afinal o manager de Weber e alonso é um só Briatore um santo em armação, o webber deu a entender até em sair da redbull.

    Curtir

  14. Eu não entendo porque o Webber ainda está na redbull com tantos pilotos jovens e talentosos que é a cara da redbull juventude etc por exemplo Hamilton teria ido para redbul sem pestanejar e ele e vettel junto imagine os resultados e o marketing.

    Curtir

  15. Vettel é tri-campeão, ele sabe que se a equipe for escolher entre ele e Webber, eles vão ficar com ele, foi facil tomar a decisão de vencer a corrida, sem contar que eles não se dão bem desde 2010, ano passado Webber colocou Vettel em uma posição muito dificil na ultima corrida do ano, quando não deu espaço para o Vettel na largada e quase fez com que o alemão perdesse o titulo.

    Curtir

  16. Respeito sua opinião Adriano, mas o Vettel largou melhor que o Webber, e o Webber não deu espaço por dentro, como qualquer piloto naquela situação faria, ate o Briatori falou depois da corrida, que o unico que ajudou a ferrari foi o Webber.

    Curtir

  17. Valeu a pena acordar 4:30 da manha num sabado pra domingo(PQP) por 7 motivos:
    1-Ver Alonso out na segunda volta por erro dele;
    2-Ver Massa terminar a prova a frente de seu “colega” de equipe;
    3-Ver Hamilto entrando nos boxes da McLaren por engano;
    4-Ver Vettel vencendo a prova;
    5-Ver uma tremenda disputa pela ponta entre 2 pilotos de uma mesma equipe no fim da prova ao invés de ver a fila indiana que os masoquistas curtem;
    6-Ver Webber pagar seus pecados por Turquia 2010, Inglaterra 2011, Brasil 2012 e tudo o que ele aprontou com Pizzonia no início da carreira.
    7-Ver os fãs do Alonso subitamente dando valor a ética e a moral.(Essa última não tem preço). 😀

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.