Você iria de Raikkonen ou de Ricciardo?

A Red Bull promete definir no próximo mês quem será o companheiro de Sebastian Vettel na equipe ano que vem e Christian Horner já apontou que a disputa está entre duas opções bastante distintas. Optar por Kimi Raikkonen ou Daniel Ricciardo é mais do que uma decisão acerca de pilotos. É uma questão de filosofia e, como bem elucidou o Ico, também uma briga política interna.

Tudo vai depender do que a equipe vai valorizar. Das cartas que eles acreditam poder jogar na próxima temporada e, principalmente, em 2016, quando acaba o contrato de Vettel.

Do lado técnico, os carros da Red Bull são voltados para a classificação e seu sucesso nas corridas depende muito do quão adiante no grid seus pilotos conseguem colocá-lo. Ainda que o parâmetro possa ser questionado, Ricciardo tem 22 a 8 em classificações a seu favor contra o companheiro Jean-Eric Vergne, enquanto Raikkonen é um especialista em corrida.

Por outro lado, Horner já disse que a “Red Bull precisa de um piloto que pontue em todas as corridas para ganhar títulos”. Raikkonen detém o recorde de provas nos pontos, enquanto Ricciardo foi superado no campeonato em 2012 por Vergne e vive o mesmo cenário neste ano. Vale lembrar que a importância de um piloto que pontue com regularidade cresce junto com a Mercedes, que tem provavelmente a melhor dupla do grid e tem todas as condições de aparecer forte em 2014. E, como todos sabem, títulos no mundial de construtores são a forma mais garantida de ganhar dinheiro na F-1.

O marketing é outra fonte importante e é difícil apontar quem é o melhor nesse quesito. Raikkonen, é claro, é mais famoso e é o piloto com a imagem mais cool da categoria, tendo, inclusive, trabalhado com a Red Bull nos tempos de rali. Mas certamente faria um contrato blindado para limitar ao máximo seus compromissos extra-pista. O sorridente Ricciardo é a cara da empresa de energéticos e não tem bala na agulha para pedir nenhuma regalia em seu contrato. Mas seria uma imagem a ser trabalhada a longo prazo.

Dentro da pista, também, o australiano seria uma aposta para o futuro. É dois anos mais jovem que Vettel, enquanto Kimi, que faz 34 neste ano, está obviamente mais perto do final da carreira e provavelmente não quer se comprometer com um contrato longo. Todavia, Ricciardo é uma aposta e não deu sinais de que pode se tornar um Vettel um dia. Nesse sentido, Kimi é uma solução mais imediatista e mais certeira.

Mas o que será que a Red Bull quer? Precaver-se caso Vettel – cuja renovação por apenas uma temporada deu a mensagem de que poderia buscar novos desafios – decida sair ao final de 2016? Ou formar o time dos sonhos em 2014 e pensar no futuro depois, talvez até colocando Alonso na equação como possibilidade de uma vida pós-Vettel?

12 comentários Adicione o seu

  1. Fernando Piccione disse:

    JU e todo bafafa do Alonso, da Ferrari, do Massa e a fabrica de noticias na Silly Season ?

    Tipo assim, acreditamos no pessoal do Site Grande Premio , no Fabio Fifi Seixas e no Teo Jose ?

    Ou

    Melhor nem comentar …….

    Curtir

  2. aucam disse:

    Existe muito oba oba em torno de um suposto talento de Ricciardo, francamente, não confirmado até agora. Se houvesse meritocracia na F 1 e não houvesse tantos empecilhos comerciais e financeiros, Ricciardo e Vergne deveriam ser dispensados da Toro Rosso ao final desta temporada em favor de Antonio Félix da Costa e, principalmente, Robin Frijns, que anda sempre fortíssimo e com a faca entre os dentes, e está sendo inacreditavelmente desperdiçado. Um novo Vettel custará muito a surgir. As pessoas se esquecem do quanto ele acelerava nos treinos extraoficiais quando era ainda uma criança na BMW, fazendo quase sempre o melhor tempo, superando sistematicamente seu companheiro Kubica naquela equipe e igualando muitas vezes o tempo de Schumacher em seu auge. Isso é “chegar chegando”. E ganhou com a Toro Rosso debaixo de um dilúvio. Vettel é muito jovem, tem ainda uns 10 anos de pilotagem em altíssimo nível pela frente, portanto há tempo de sobra para a Red Bull continuar peneirando talentos. Raikkonen deveria ser o contratado, até para servir de parâmetro para os céticos que ainda não se convenceram da excepcionalidade do alemão. Raikkonen – que sempre foi muito rápido e hoje alia a esse aspecto a constância – tornaria a equipe mais forte ainda do que já é hoje, e também já tem seu nome envolvido com a marca desde o Rallye. Ambos deveriam ter tratamento igual e serem liberados para disputar as vitórias e o título. Vejo Vettel para a Red Bull assim como eu via Jim Clark para a Lotus. Não o vejo saindo de uma equipe tão eficaz e ainda com tanta perspectiva vencedora para embarcar numa Ferrari sempre tão complicada (até Schumacher levou muito tempo para começar a ser campeão com ela). Além do mais, a Renault tem uma imensa expertise com turbos, que começou ainda com Jean Pierre Jabouille e foi muito vitoriosa. E a Ferrari?

    Curtir

    1. ]Muguello[ disse:

      aucam,

      Concordo, so vejo Vettel saindo da Red Bull (temor p/ justificar Kimi vs jovem talento) se Newey sair da equipe.

      Viajando na maionese: traria Kimi p/ manter Vettel nos “cascos” e garantir o mundial de construtores. Continuaria tentando novos talentos na Torro Rosso, seja com os atuais pilotos ou nao.

      Curtir

    2. Bruz disse:

      Falou tudo velho, hahahahahaha +LOL. Mais ainda eu agregaria um troço. Importa um caramba o que quizer a Red Bull, o assunto é o que quer o Kimi Raikkonen. Acho que o Kimi está mais para o trato especial numa Lotus que sim pode, a ter que digerir esse a mais que tem Vettel.
      Pra Fora esses dois caretas da Toro Rosso (dois anos sem mostrar nada é muito), que venha gente nova com a faca nos dentes.

      Curtir

  3. wagner disse:

    Podemos ter surpresas em relação as forças em 2014, mas em equipe grande, com bom carro e projetista, marcar pontos para construtores, na atualidade, Ricciardo ou Raikkonen atendem. O finlandês, além dos pontos, brigará pelo título com o mesmo equipamento do alemão, sendo assim, acho que escolherão o australiano. De tudo, pelas mudanças profundas e possíveis quebras, o cenário é desafiador e desconhecido…

    Curtir

    1. redhorse disse:

      Em 2011, quando a RBR pediu ao Webber para “tirar o pé” e não atacar Vettel, muitos disseram que tal mensagem era para “proteger” o alemão, mas quando a equipe, neste ano, solicitou o mesmo ao Vettel, ninguém comentou que tal pedido era para proteger o australiano.

      Vejo a mesma situação neste seu comentário. Segundo o mesmo, se não escolherem o Kimi, será por “medo” da RBR em colocar um companheiro “páreo” ao Vettel, mas se escolherem outro, será pelo mesmo ser um adversário interno “mais fácil” ao alemão.

      Bem… Talvez, seja por isso que somos apenas simples “comentadores de internet” e eles, “dirigentes de F1 tricampeões consecutivos nascidos de uma equipe morta” que pensam, não somente num futuro próximo (2014, novas regras), mas também no “futuro futuro”, após a saída de Sebastian (2017,18).

      Eles precisam criar outro líder (de vida longa), bem como darem motivo para a existência da Toro Rosso. Ou seja, contratar o Raikkonen agora é um completo suicídio, é como se Mateschitz subisse numa árvore e pulasse com uma corda no pescoço.

      (Pensar apenas no presente e futuro próximo é caminhar rumo à destruição)

      Curtir

      1. wagner disse:

        Sim, concordo. A curto prozo, com Vettel e Newey não necessitam de mais nada e terão tempo para garimpar novos talentos, além do fato da possível ida de Ricciardo para a RBR ser considerada um “estágio” de luxo (aprendizado + pontos) com Vettel e equipe, algo que aconteceu com Prost e Senna em 88, pois mesmo que tivesse o talento nato, Ayrton mesmo disse ter aprendido bastante com o experiente francês…Sendo assim, apostar no australiano seria mais rentável para a equipe…

        Curtir

  4. Dé Palmeira disse:

    Essa pergunta não dá pra ser levada a sério.
    Quando o piloto é bom, ele já mostra ao que veio nos primeiros GPs.

    Ricciardo é até bom piloto e com um bom carro nas mãos pode fazer belas provas mas Kimi é muito superior. Não há como comparar. Piloto consistente, vencedor, muita moral com os mecânicos, campeão do mundo, já provou tudo o que tinha que provar…

    Makro quer apenas proteger o seu próprio cargo criando essa falsa promessa.

    Se eu sou dono de uma equipe três vezes campeã consecutivamente e tem um piloto como Kimi no mercado eu nem penso.

    Os acionistas vão ficar muito felizes.

    Curtir

    1. plow king disse:

      Essa pergunta não dá pra ser levada a sério.
      Quando o piloto é bom, ele já mostra ao que veio nos primeiros GPs.

      Isso ai. Sempre foi assim. Depois de Vettel nao consigo ver nenhum com mega estrela e talento. Me lembro que o Mika pos tempo no Senna…Schumacher no Piquet… quem nao se lembra do Prost em 1980? ou do mala-mor Senna em 84? Quer mais: Kimi na sauber, Alonso na Minardi, Vettel na BMW em 2007, e infelizmente o machucado Kubica que poderia estar voando numa lotus da vida.

      Um cara que nao deu muita coisa, mas prometia muito (MUITO) era o Barrichello em 94. Vejam cada corrida que disputou na Jordan e no que deu.

      Curtir

      1. Kin disse:

        De todos que vc citou o único que aceitou o status de promessa futura sempre foi o Rubinho. Tanto que em 2002, depois do incidente da Austria, ele falava que tudo bem, pois o Schumacher era o presente e ele o futuro da Ferrari (saiu antes que o alemão). Todos os outros não quiseram ser promessas futuras, queriam ser o melhor agora. Daí a carreira vem. Sempre acreditei que se a postura do Barrica fosse outra, o talento para aparecer estaria lá.

        Mas voltanto ao assunto… Ricciardo na RBR é sacanagem. Coloca o Finjs que fale muito mais e vai dar um suador no Vettel (ele tem essa postura que falei acima).

        Curtir

  5. Sergio Magalhães disse:

    Oi Ju,
    Eu acredito que Ricciardo será o escolhido. Primeiro porque sua personalidade e juventude está mais relacionado do slogan da “bebida que dá asas”. Segundo porque é um piloto a ser lapidado, chegaria cheio de vontade e com condições de estar sempre nos pontos. Terceiro porque manteria um ambiente saudável na equipe e sem, inclusive, as rusgas que algumas vezes Webber causou. E neste momento não vejo Ricciardo muito abaixo do que produz Webber.

    Kimi seria a melhor escolha, mas pode ser um tiro no pé. Primeiro porque quando sentir algum favorecimento a Vettel pode se desmotivar, como desmotivou na Ferrari quando começou a perder para Massa. Segundo porque vai acabar causando ciúmes em Vettel e numa dessas pode pegar o boné e ir buscar outro cockpit; a Mercedes está crescendo e Vettel tem mais apelo de marketing do que Rosberg. E terceiro porque a Red Bull sabe que pode contar com Sebastian e ele dá conta do recado, afinal, já papou 3 títulos e meio, a outra metade sai até o final do ano.

    Portanto, neste momento, se tivesse que apostar, eu apostaria minhas fichas em Vettel e Ricciardo. Kimi na Lotus (aliás, embora não acredito nessa história de Raikkonen na Ferrari, eu diria que neste momento ele estaria mais para Ferrari do que para Red Bull). Mas o meu chutômetro diz que ele vai ficar na Lotus.

    Pra ser sincero, eu gostaria de ver o circo pegar fogo na Ferrari com Alonso e Raikkonen. Acredito que faria mais barulho do que Vettel e Raikkonen. E muitas vezes certos barulhos fazem bem para a Fórmula 1.

    Curtir

  6. Di. Gomes disse:

    A opção pelo Kimi me parece mais certa. Tendo em vista ainda as mudança que a F1 terá para 2014, a experiência desse Finlandês, chato para as câmeras mas gente boa lá no fundo, será muito importante. A RedBull cria garotos, ela pode pensar a longo prazo com qualquer um deles depois, como líder da lista o próprio Daniel, se não de certo com o Kimi, ele só chamar que ele vem abanando o rabinho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.