Estopim ou alarme falso?

Motor Racing - Formula One World Championship - Monaco Grand Prix - Sunday - Monte Carlo, Monaco

“Eu sei que deveria ter parado no box uma volta antes e sei que vocês não fariam isso”, esbravejou Lewis Hamilton durante o GP de Mônaco.

O inglês adotou uma postura bastante diferente das etapas anteriores – e de certa forma contrastante com o resto de seu time – durante este final de semana. Uma postura distinta e, ao mesmo tempo, confusa: ora irônico, ora agressivo, ora indiferente.

E bem neste primeiro final de semana em que as coisas não saíram exatamente como Lewis esperava – e é de se imaginar que, para ele, o fato disso acontecer justamente em um ‘driver’s circuit’ como Mônaco, e não pela primeira vez, não é algo fácil de digerir. Ainda assim, foi um tanto difícil entender o porquê do piloto ter batido de frente com a equipe em alguns momentos.

O inglês, por exemplo, não acusou, nem defendeu Rosberg pelo lance da classificação, dando a entender que, no mínimo, duvidava que a manobra fora limpa. E, após a prova, criticou a forma como a Mercedes faz suas estratégias. No meio disso, repetiu diversas vezes, quando perguntado, que não era amigo de Rosberg e não queria saber de DR, de discutir a relação, com o companheiro.

Estaria Hamilton com mania de perseguição ou há situações internas que explicam esse aparente estopim de uma guerra? No sábado, lembrei-me do climão do GP de Mônaco de 2007, em que Alonso fez pole e o próprio Hamilton foi segundo mas, diziam, com seis voltas a mais de combustível, o que lhe daria uma vantagem decisiva na corrida. No GP, o inglês parou só três voltas depois do então companheiro e a McLaren acabou sendo investigada por possíveis ordens para favorecer o espanhol.

Tudo parecia exagerado na época, mas o tempo demonstrou que aquele seria um momento político importante na temporada, que acabou culminando com a perda do título para Raikkonen e a Ferrari.

Pelo menos esse risco, a Mercedes não corre. A vantagem é muito maior. Mas que o GP de Mônaco parece ser, como em 2007, um marco na história desse campeonato, isso sim.

Essa batalha foi em território Rosberg, mas a próxima será no quintal de Hamilton, que tem três vitórias e não sabe o que é terminar fora do pódio em Montreal. Ao mesmo tempo uma grande oportunidade para Nico dar um duro golpe na confiança do companheiro e a chance de Lewis retomar as rédeas.

41 comentários sobre “Estopim ou alarme falso?

  1. Tudo pode ter um porquê, mas pretender que a equipe desse preferencia a ele na parada do box forzada pelo SC, só pode ser alusinação do Hamilton. oras bolas, para primeiro quem vai de primeiro. Sei não, mas o negão teve um fimde paranormal, com sujeira de olho, birra e teorias da conspiração. Não acredito que o Nico tenha feito nada proposital para incomodar na formação do Grid, até assistindo o video do acontecido acho que as bandeiras amarelas foram um exagero.
    Sinto pena alheia do Hamilton. É uma vergonha toda essa atitude antiesportiva vista hoje na conmemoração em Monaco. Uma coisa tão desproporcional de um cara que vem de vencer 4 ao fio. Uma atitude de merda de quem se acha por cima de tudo. Não Lewis, você é um fantástico piloto, mas está por baixo da equipe. Da graças a deus que eu não sou chefe da Mercedes.

    No resto da corrida… Bah, o único que fez uma coisa interessante foi o Kimi e terminou se dando mal. O resto só escalou uma posição trás outra por pancada ou quebra de quem ia na frente. Que porcaria do Monte Carlo.

    Curtir

    1. Li no blog do Humberto Corradi que o Rosberg deu o “troco tático” no Hamilton, e o rapaz não gostou.
      É lenda achar que eles vão compartilhar informações para irem até Abu Dhabi de mãos dadas resolver no palitinho que será campeão.

      Hamilton é mais piloto? É e também é muito babaca. Rosberg é centrado e focado.

      Nessa batalha, que ambos nos proporcionem espetáculo na pista e não nos tabloides do paddock.

      E finalmente encontrei uma pessoa que viu a mesma corrida que eu: só o Kimi se arriscou (e que largada!!) e numa sequência de infortùnios, ficou fora da zona de pontos.

      Curtir

  2. Bruz amigo tb acho q Hamilton aumentou demais a tensão …mas acredito q tem algo por baixo do pano q num explodiu ainda e acho q rosberg errou de proposito ….no lugar não precisava aquelas bandeiras todas enfim na pressão psicológica rosberg deu um grande passo e eu sei q uma certa hora esses carros vão quebrar como a red bull vem sofrendo …e quem tiver sorte de não quebrar será o campeão… pq acredito q quem chegar na penúltima corrida na frente é campeão pq a ultima vale dobrado e quem ta na frente vai fazer como schumi fez …e vettel continua sofrendo com esse rb10 problemático mas estão evoluindo acho q num chega pra titulo mas não ,mas pra ganhar corrida ainda acredito…

    Curtir

  3. Acho muito estranhas essas acusações do Hamilton quanto a estratégia da Mercedes não tê-lo privilegiado. Sabemos que quem vem à frente tem prioridade, e Rosberg não abriu o bico no Bahrein nem na Espanha. Já chegou a declarar que ele e Rosberg “não são amigos”.

    Não me surpreenderia nada caso Hamilton começasse a se sentir cada vez mais isolado no time, assim como Alonso em 2007 na Mclaren. Sua reação à primeira derrota de fato não condiz nada com o que se espera de um piloto de ponta. Sebastian Vettel está comendo o pão que o diabo amassou este ano e em nenhum momento acusa a equipe ou a Renault pelos maus resultados.

    Curtir

    1. verdade Billy vettel vem sofrendo desde do inicio e não acusa a equipe , ele sabe q são problemas e q infelizmente estão acontecendo com ele, se num quebra ele seria 3° hoje mas enfim corrida é corrida e a red bull junto com a rennault tem eu resolver esses problemas pq no andar da caminhada quando chegar na 13 ou 14° corrida a red bull vai ter q pagar punições por uso de mais de 5 peças e ai é q a vaca vai pro prejo rssrss agora imagina se o carro de hamilton começar a aparecer problemas vai dizer que estão sabotando ele??? guerra psicológica é fogo e vai ter muita coisa ainda nessa querra…a mercedes é alemã e talvez queira um ploto alemão campeão, caso 2007 parecido com o de agora a diferença é q naquela ocasião a Ferrari tava perto e a mclarem findo perdendo mas as mercedes estão muito longe…

      Curtir

    2. Billy, eu vejo isso como mais uma alusinação do negão num fimde paranormal dele. Maaaaaas, também pode ser a mais pura ironía referendose a alguma discussão que podería ter rolado no caso de que na segunda tentativa da classificação no Q3, terem soltado primeiro o Rosberg do que ele.
      Há uma regra não escrita dentro do Grid, de que quem marca o melhor tempo geralmente sae de último, justamente para impedir que aconteça maracutaia do estilo Chumacão.
      Imaginemos que o Lewis no box tenha antecipado alguma queixa ao incidente do Nico, e reclamado de que ele deveria ter ido primeiro, e logo acontece…. Ai sim teriamos uma razão para todo o imbroglio e a cara amarrada do inglés.
      Errou a Merdes em liberar primeiro o Rosberg??
      Ou é valido o cheiro de Merdes??

      Curtir

  4. Oi, Ju,

    À toa não deve ter sido a ira de Hamilton contra a própria Mercedes, ainda mais na posição em que ele se encontra no campeonato e nas quatro provas que venceu aparentemente tudo correu dentro do normal.

    Voltemos na Malásia, ano passado, e Rosberg recebeu ordem para não atacar Lewis naquele GP que ficou marcado pelo “multi 21” da Red Bull.

    Ponto para Hamilton dentro da Mercedes!

    Deve estar havendo algum problema interno, alguma coisa que contrariou Hamilton nestes dias que antecederam o GP de Mônaco.

    Eu até cheguei a pensar que pela falha de Rosberg na classificação, a Mercedes tivesse pedido pelo rádio para que Hamilton tirasse o pé para deixar a pole com o alemão. Mas foi bobagem da minha cabeça e faz todo o sentido a tirada do pé do inglês por causa da bandeira amarela.

    Na minha opinião Rosberg errou mesmo, não foi de proposito, até porque não é um piloto de antecedentes deste tipo de atitude.

    Só tem uma coisa neste momento que me faz pensar ter saído daí a ira de Hamilton: a renovação do contrato de Rosberg nesta semana.

    Nico é alemão como a Mercedes, e de repente pode ter havido alguma fofoca interna que tenha causado desconforto em Hamilton.

    Tirando Mônaco, na pista, nas outras corridas, não houve nenhum incidente entre eles digno de nota. Então acredito que algo tenha acontecido a partir da renovação do contrato de Rosberg (algum privilégio, sei lá) que tenha tirado Lewis do sério.

    Mas que isso dá uma apimentada no campeonato, dá!

    Um abraço.

    Curtir

    1. Sergio, a Jú deve saber de mais coisa do que ela expus. Vai Julianne, solta o conto completo, O que realmente você acha?? Eu sei que você não escolheu essa foto ao acaso. Grande abraço no Rosberg e o cara atrás com um dedo no nariz em sinal do cheiro de “Merdes”

      Curtir

      1. Bruz a sua observação sobre a foto foi brilhante, o aucam deve esta processando todas as informações pra expor em seu comentário caa detalhe. tem algo a mais ju? conta vai rsrs o Sergio falou q pode ser alguma coisa no contrato será?

        Curtir

      2. Amigo Chrystian, nem estava com vontade de fazer comentários sobre esses acontecimentos e sobre essa corrida, mas, vamos lá: uma pole position mandrake e a corrida mais chata, mais insossa desta temporada. Vi e revi muitas vezes um vídeo on board em que Nico abana demasiada e estranhamente o volante na reta, ainda bem longe do ponto de freada em que perdeu a curva. Há controvérsias sobre essa manobra entre os próprios pilotos. Acho tudo muito polêmico e não sei avaliar se foi intencional ou não. Vi opiniões de pilotos dizendo que até pela telemetria é difícil de provar alguma coisa intencional, embora EM TESE possa ter sido. Nico – que é um adversário duro de ser batido – está ficando cada vez mais sabidão, desde lá do Bahrein em 2012, quando despachou Hamilton e Alonso para lá de Bagdá, com justo “jus sperniandi” dos dois. . . O fato é que ele desestabilizou emocionalmente Hamilton, pelo menos neste primeiro momento. Mas Lewis tem que manter a cabeça fria e aguardar mais os acontecimentos, antes de declarar guerra. Achei uma loucura essa declaração de Hamilton de que na McLaren não era assim! De que lá a estratégia teria sido outra com ele. Essa comparação pode envenenar o clima contra ele, a menos que algo MAIOR já tenha ocorrido nos bastidores e não tenha vazado para o público. O BOM CABRITO NÃO BERRA, sempre digo isso, Lewis não pode fazer como Alonso fez com ele próprio e com a McLaren, em 2007. Brigar com a equipe e com um nacional da equipe é complicado. Hamilton tem muitíssimo braço e não precisa disto. O campeonato é longo, e Lewis não deve se deixar desestabilizar emocionalmente, tem que considerar e evitar as atitudes equivocadas tomadas por Alonso que prejudicam o espanhol até hoje. Essas estrelas da F 1 têm muito o que aprender com a grandeza de um Valentino Rossi, de um Rafael Nadal e outros dessa estirpe.

        Quanto a essa questão de Teorias da Conspiração, cada pessoa tem o seu ponto de vista, mas a minha opinião é de que, em tese, em TEORIA rsrsrs e genericamente falando, – não digo na totalidade, mas na maioria das vezes – quaisquer que sejam os acontecimentos, elas geralmente fazem mesmo mais sentido que as versões oficiais sejam de quem forem, feitas e divulgadas para enganar as massas de Polianas da vida que acreditam em tudo ou não buscam se informar alternativamente, num mundo repleto de interesses e de discórdias inerentes ao Homem como espécie: certas versões oficiais de acontecimentos são verdadeiros insultos à inteligência das pessoas, e razão tem o lema daquele interessante seriado de ficção Arquivo X – “A verdade está lá fora”. Depois, o que vemos é a história e o tempo confirmarem muitíssimas teorias conspiratórias. Olho vivo em tudo! Depois dos 60 (e eu já passei bastante disso), não dá pra acreditar em muita coisa. . . Só acredito na Cegonha, na Mula-sem-cabeça, no Saci Pererê, no Coelho da Páscoa e em Papai Noel.

        Tem uma turma que está realmente precisando se benzer: Maldonado, Kobayashi, Pérez, Sutil, Gutierrez, Massa e os ilustríssimos Raikkonen e Vettel! Alonso quase tão apático como no ano passado, mas também ficar dando murro em ponta de faca é desanimador. A Lotus, a Sauber, a Ferrari e a McLaren mesmo sem querer parecem já ter atravessado o Rubicão. . .

        Mais uma corridaça de Ricciardo, cada dia melhor. Bianchi em 9º: te cuida, Hulkenberg. . .

        Grande abraço.

        Curtir

      3. O Mestre Aucam tá desaparecido, espero que venha logo comentando a “Merdes” que aconteceu com Vandoorme, e como devido à estrategia contraria, caiu no colo o 3° lugar no Nasr.

        A GP2 foi mais espetaculo que a F1. Colleti deu show e mostra que sim se pode passar em MonteCarlo.
        Vale a pena este trechinho da prova:

        Vandoorme lidera apos o SC do incidente que tirou o Leal e envolveu o proprio Colleti, porém Vandoorme é o unico que não fez pit. Colleti deixa frio o Canamasas na Mirabeau e na volta seguinte Cecotto emula a ultrapassagem sobre seu companheiro da Trident. Mas o bonito foi a sova que deu o Monegasco no Nasr na Anthony Nughes (variante travadissima antes da reta principal), no min 5 há varias repetecos que valem a corrida, 3 voltas depois Colleti quis ensaiar a mesma faena no Trummel… já tinha abusado demais.
        Esse Colleti ta prontinho para F1 Aucam??

        Curtir

      4. Meu caro amigo Bruz, gosto do Coletti, ele é veloz e impetuoso, demonstrou isso no ano passado, mas é aquela tal história: a fila na F 1 não anda e essas nanicas são terríveis! Queimam qualquer nome. Sou a favor de um terceiro carro na F 1, e de que equipes independentes pudessem surgir comprando carros das equipes grandes, ainda que fossem de uma especificação anterior, para poder dar vez de maneira competitiva a nomes como Coletti, Leimer, Razia e até mesmo ao pobre e ingênuo Valsecchi. A ultrapassagem de Coletti em Nasr foi antológica. E não é porque Nasr ganhou uma corrida na GP 2 que eu ache que ele já deva ser colocado ao lado de Schumacher, Senna e Fangio. Veja, Vettel já ganhou quatro títulos e ainda é apedrejado diariamente. . . Zonta, Pizzonia, Di Grassi e até o criticado e desacreditado (por muitos) Bruno Senna a meu ver foram melhores e positivamente fizeram mais que Nasr, nas categorias de acesso, os números provam isso.
        Vi as duas provas da GP 2 e gostei de ambas. A GP 2 é sempre muito movimentada. O Vandoorne está querendo que eu queime a minha língua, hahaha, . . .
        Grande abraço.

        Curtir

      5. Putz Aucam!!, Como era nos primordios. 3 Alfas e outros caras com o mesmo carro mas não oficial. Ya pensou ver 5 Ferraris, 6 RedBulls e 4 Mercedes, e um Alonso desenvolvendo uma Alonso Racing com tudo o dinheiro do Santander??? Divisão do belhegas por igual e comisarios menos pentelhos??
        Ehhhhh, sonhar não custa.

        Curtir

    2. Essa questão da renovação eu não acredito que tenha influência porque – dizem colegas bem informados da Alemanha – isso está fechado desde antes do início da temporada. Anunciaram agora devido às especulações envolvendo o Alonso.

      O que certamente tumultuou foram os dois episódios de mapeamento de motor, no Bahrein e na Espanha. Sim, eles diminuíram o fato na coletiva, mas Lauda e Wolff falaram abertamente sobre isso. Provavelmente não é a única questão e esse ponto levantado por Hamilton sobre a estratégia é muito importante. Escreverei sobre isso mais para frente.

      Curtir

  5. Julianne acho que o Lewis está mesmo é fazendo drama e como você bem disse o Canadá é seu quintal. E ainda penso que ele vai andar bem em Silverstone e Budapeste. O Hamilton deve mesmo é se preocupar com a pontuação dobrada em Abu Dhabi, lá sim o campeonato pode ser perdido. Se me permite acrescentar uma informação ao seu ótimo texto no site oficial da F1 a foto oficial da equipe tem sim o Lewis, ele está entre o Toto Wolff e o CEO da Mercedes.

    Curtir

  6. Oi Ju,

    depois de ontem fiquei curioso pra saber como era a rivalidade entre os dois na época do kart. Tenho certeza que isso seria prato pra uma boa análise “a la Cerasoli”.

    Um abraço!

    Curtir

  7. aucam

    Concordo plenamente. Eu tb estava com preguiça de comentar sobre esse episódio, mas para mim é muito claro que o Nico fez de propósito.

    Como eu disse lá no blog do Ico Um piloto de F1 é um cara diferente. Eles tem uma rapidez de raciocínio fora do normal, além de outro nível de reflexo. O Nico estava na segunda volta rápida, tinha todas as informações que o Hamilton estava baixando o tempo e concluiu que o companheiro faria a pole e com isso colocaria 90% da corrida no bolsoe seria a 5ª vitória consecutiva.

    Uma bola de neve desestabilizadora que o Nico não poderia suportar.

    Pensou rápido e simulou o erro que acabou com a tentativa do Hamilton. Minha opinião. Agora se isso vai abalar o psicológico do Inglês, veremos no Canadá que é uma pista “Hamiltiana”.

    O Massa matou a charada e foi rápido em dizer que é muito fácil simular aquele erro do Nico, fora que é o crime perfeito, pois alem de não correr o risco de danificar o carro, pela area de escape que tem ali naquele ponto, tb fica difícil para os comissários acusar o piloto de simulação.

    Na corrida sob pressão do Hamilton, não foi uma vez, mas sim várias vezes que ele travou o carro na Mirabeau e não aconteceu nada além de fumaça no pneu. O Hamilton está puto com razão, mas não adianta chorar, o negócio é impor uma diferença humilhante ao Rosberg no Canadá e deixar a performance falar por ele e calar os críticos.

    Curtir

    1. Alex , mais uma vez (quase como sempre) minha opinião coincide com a sua e do Aucam sobre os assuntos debatidos aqui.Concordo que o erro do Rosberg foi proposital mas isso não seria uma reação ao lance do Hamilton não ter seguido as ordens da equipe em Barcelona sobre o mapeamento do motor e ele ter se sentido prejudicado ? ( Só agora vi esse fato ser noticiado )
      Mais uma vez agradeço a você e ao Aucam pelas “aulas”,abraços.

      Curtir

      1. Valeu, Vidrado, e renovo o convite para que você dê uma olhada na Moto GP (se é que ainda não está vendo, garanto-lhe que vai gostar) e diga suas impressões lá no ótimo Blog do Gabriel.

        Forte abraço.

        Curtir

      2. Valeu Vidrado. Tamu Junto!

        Em relação ao mapeamento dos motores, tb só vi agora essas notícias. Mas eu quero mais é que essa rivalidade pegue fogo, e que vença o melhor.

        Entenda-se por melhor, não só o mais rápido, mas o mais completo.

        Abraço!

        Curtir

      3. É isso aí Alex que vença o melhor , equivalendo ao mais completo. É por isso que meus pilotos preferidos são Vettel e Alonso , pela “completude”.Hamilton é o meu ídolo pelo espetáculo , pela habilidade fenomenal mas de repente você pega ele fazendo umas coisitas que depõe com o seu nível . Tomara que ele tome “juízo” pois merece outros títulos.
        Abraço!

        Curtir

      4. Muito obrigado David mas essa notícia é mais nova da que a que eu tinha conhecimento.De qualquer maneira valeu amigo,abraço.

        Curtir

    2. Verdade, Alex. Destaco em especial o segundo parágrafo de seu texto: muito bem observado que pilotos de F 1 levam uma vida profissional que se passa em milésimos de segundos e têm um imenso poder de concentração para tomar decisões ultrarrápidas, até já li sobre isso, sem falar que hoje são muito jovens, é impressionante a precocidade deles, que se reflete em reflexos rapidíssimos aliados a uma formidável experiência. Se quiser ser campeão, Hamilton tem que manter o foco e evitar desavenças.

      Curtir

  8. Todos pilotos de F-1 são extremamente egocêntricos. Em toda história. Essa conversa de piloto bonzinho é conversa pra boi dormir. Vai no dia a dia ver o quanto se acham acima do bem e do mal, faz parte do alto valor ‘humano’ que são bombardeados desde a infância, tidos como sobre-humanos…Na real, tudo é papo furado, tudo é não me toques…fico imaginando se fosse Alonso reclamando de algo! Não me lembro o ano, mas sei que foi na Austrália, quando a direção de prova perguntou algo para Hamilton, e ele omitiu, mas a gravação do rádio confessou, enfim, não existem santos na F-1. Hamilton não sabia nada sobre a espionagem em 2007? Fala sério! Não usufruiu de nada? Me engana que eu gosto! O automobilismo é cheio de sutilezas e falsas verdades. Se quisermos ser mesmo os bons samaritanos, teremos que reinventar outra F-1, afinal algo que sempre foi tido como limpo esportivamente, pra mim, sempre foi uma ‘sujeira’ aceita, como o ‘espalhar nas disputas, ora, o certo não é deixar espaço, então como fazer uma curva sem deixar espaço, tangenciando normalmente, e fechando o adversário, ora, é paradoxal! Na real, a esportividade do automobilismo, como um todo, é falha. Imagino que para os puritanos, Rosberg só não teria errado se tivesse batido no guard rail! Existe uma diferença grosseira entre o que Shumacher fez, estacionando o carro na pista, e o que Nico fez, inclusive jogando o carro para a área de escape…Hamilton deveria calar a boca e agradecer o carro que tem, que o possibilita ser mais de 1 segundo por volta que seus concorrentes!Pqp, os caras não se contentam com nada! Putz, o cara só tem que duelar com 1 adversário, com um foguete desses, e ainda faz beicinho? Na real, cala a boca Magda, ou melhor Hamilton!

    Curtir

  9. Segundo o Toto Wolf, o episódio do mapeamento de motor começou no Bahrein. Lá o Nico usou o mapeamento mais agressivo, contrariando a equipe, para passar Lewis. Não deu. Na espanha, Lewis deu o troco. Essa briga já começou a mais tempo e nenhum dos dois é santo não. Então, vamos parar de endeuzar um e endemoniar o outro.

    Curtir

      1. Usei esse exemplo porque vi uma grande sequência de fotos sem ele. Então parece que ele apareceu e saiu rapidinho. Exemplo trocado.

        Curtir

      2. Acho q ele tava dando entrevista nas televisões inglesas quando a sessão de fotos começou e por isso não aparece nas primeiras. Enfim, mero detalhe. abc

        Curtir

  10. A imprensa fomenta a “briga” dos pilotos da Mercedes na tentativa de obter um remake estilo Prost/Senna, e a Mercedes que não é idiota, tá dando corda, afinal, todo mundo falando da “briga entre Lewis e Nico. Não sou perito em vídeo, mas na minha opinião a cagada do Rosberg no sábado foi legítima, um erro. Lewis sabe disso, pode até ter ficado puto com a história das paradas na mesma volta, mas com relação ao incidente do Rosberg, ele deve ter visto que foi errata do Alemão mesmo. Por isso insisto: a Mercedes está alimentando essa idiotice de “briga” ou “guerra” de seus pilotos, enquanto discutimos nos fóruns do mundo, eles bebem Mumm juntos e ambos mereceriam um Oscar.

    Curtir

  11. Nico é um sabidão, naquele GP do Bahrein em 2012 reclamou que foi ultrapassado por fora das linhas da pista. Reclamou de Hamilton e de Alonso e ambos reclamaram dele.

    Com Hamilton:

    Com Alonso:

    Houve muitas controvérsias sobre os episódios.

    ///////////////////////

    Curtir

  12. Todos sabemos, e o Nico também, que o Lewis tem sempre um décimo guardado no bolso. Ainda mais com a moral elevada. Mas todos sabemos, e o Rosberg também, que o Hamilton tem a cabacinha fraca. Então se só na pista não é suficiente, vamos para o psicológico. Eu até já disse que o Rosberg deveria dar em cima da namorada do inglês. Dar uma erradica de propósito não é nada. E o alemáo só levanta a taça se for para a guerra psicológica.
    Agora reclamar que tinha que parar primeiro logo que o Sutil bateu é viagem. Para isso tem que ser espanhol, correr num carro vermelho e ter um certo brasileiro de segundo piloto.
    E aproveitando a deixa, o Kimi ter que dar um banho de sal grosso no seu carro para tirar os fluídos de azar do Massa.
    No mais corridinha xoxa.
    Caro Aucam, nesta o Hulk foi bem. Já que ele não curte um pódio, um quinto está ótimo.

    Curtir

    1. Caro Alexandre, Não quebrando Vettel e Bottas nem se enrolando Kimi, o Whokemberg tería tido seu 8° cativo. Ahhh, e de não bater, seguro levaria outra sova do Mariachi.
      Igual que o resto, Hulky apenas foi levando a caranga até o final.
      Da uma olhadinha no video da GP2 que postei ai encima, para que veja o que mostra Coletti.

      Curtir

    2. Concordo que o ponto fraco do Rã-Milton eh a cabeça. Os pés são quase perfeitos. Button disse que quando Rã-Milton tem um “melt-down” desses ele volta imbativel na próxima corrida. vamos ver!

      Curtir

  13. Vou postar em duas vezes, o sistema está rejeitando dois links de uma só vez. Nico é um sabidão, naquele GP do Bahrein em 2012 reclamou que foi ultrapassado por fora das linhas da pista. Reclamou de Hamilton e de Alonso e ambos reclamaram dele.

    Com Hamilton:

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s