Pianinho

Motor Racing - Formula One World Championship - Monaco Grand Prix - Friday - Monte Carlo, Monaco

Durante sua perseguição a Nico Rosberg no GP de Mônaco, Lewis Hamilton esbravejou via rádio que sua equipe deveria tê-lo chamado aos boxes uma volta antes para lhe dar a chance de sair mais rápido após a troca de pneus e, assim, superar o companheiro. Depois de chegar em segundo, atrás do alemão, voltou a criticar a Mercedes, afirmando que, em seu ex-time, a McLaren, a história teria sido diferente.

Hamilton defende que a Mercedes tenha dois estrategistas: um trabalhando para dar as melhores chances para Rosberg, outro para ele. Segundo o piloto, a McLaren age dessa maneira. No time alemão, o chefe Toto Wolff assegurou que a postura é sempre dar prioridade para quem está na frente na pista.

Não há dúvidas que, do ponto de vista esportivo, Hamilton tem razão. Ainda mais em um ano em que é bem provável que ele e Rosberg lutem sozinhos pelo título. Afinal, após seis das 19 etapas disputadas, eles já têm ao menos 57 pontos, o equivalente a mais de duas vitórias, de vantagem para o terceiro colocado, Fernando Alonso. De certa forma, ao permitir uma briga tática entre seus pilotos, a Mercedes estaria fazendo um grande favor ao campeonato, dando mais emoção às corridas, pois as variáveis aumentariam. Mas a que preço?

Imagine se Hamilton tivesse, de fato, parado uma volta antes de Rosberg e voltado na frente. Isso depois do alemão ter feito a pole – de forma controversa, é verdade, mas nada foi provado contra ele – e mantido a ponta de maneira irrepreensível até ali. Até que ponto o piloto culparia seu engenheiro por não ter percebido a brecha tática ou desconfiaria que está sendo prejudicado pelo próprio time?

Foi o que aconteceu com a própria McLaren na última vez em que o time teve seus dois pilotos efetivamente lutando pelo título. Houve muita confusão nos bastidores em 2007, com o escândalo da espionagem, mas a desconfiança de Alonso de que Hamilton, cria da equipe desde a adolescência, recebia tratamento diferenciado, gerou um clima contraproducente que, em última análise, abriu o espaço para o título de Kimi Raikkonen, de Ferrari.

Mais do que isso: o mal estar tornou a permanência de Alonso, que assinara por três anos, insustentável. Hamilton não pode deixar que o mesmo aconteça. Também no meio de um contrato milionário, está no lugar e hora certos para ser campeão não apenas neste ano, pois a Mercedes tem estrutura para levar o atual domínio para as próximas temporadas. Está na hora de abaixar a cabeça e trabalhar para garantir, na pista, as maiores chances de vencer.

Coluna publicada no jornal Correio Popular.

29 comentários sobre “Pianinho

    1. Colega Bruz,

      Tais falando da MotoGP, nao eh? 🙂

      Pianinho, pianino, a MotoGP vai colocando no bolso a F1 em termos de emocao e esportividade! Pena que a briga tenha sido com Lorenzo e não il Dotore! Mas isso eh preferencia pessoal.

      Curtir

      1. Fiquei muito obvio né colega. ]Mugello[ prendido em Mugello foi boa. Eu me arrependi depois de ter escrito isso, porque a Julianne vai por a funcionar o fluxometro de novo na minha contra se eu seguir desviando a atenção. Mas não foi só a obra maestra executada em Mugello. Não.
        Entre minhas pistas favoritas, além de Mugello, eu assistiría até corrida de burros em Spa-Francorchamps. E por aí aterrisou este finde a WS Renault. Fiz questão de ver ontem e hoje a 2.0 e a 3.5.
        Da 3.5 te posso dizer, que só se o Vergne comença a ganhar corridas não perde a vaga para o Sainz. Com uma DAMS fantasiada de RBR o cara tira mais de 1 seg por volta da concorrencia.
        Na 2.0 deixei um comentario para Aucam ontem, para començar a comprar ações do Bonifacio. É verdade que não da para fazer pronosticos em categorias tão baixas, mas o cara se devateu bem para chegar terceiro. E não é que o jovem brazuca levou a corrida de hoje?
        Ehhhh Mugello, esses WS 3.5 lembram um pouco os F1 de faz 20 anos, e o ronco gostoso. Das duas rodas espero você la no Blog do Gabriel.http://www.totalrace.com.br/blog/motovelocidade/
        Desculpa do “off topic” Juliana, mas ainda estou tremendo da emoção.

        Curtir

  1. Oi, Ju,

    Na Fórmula 1 (quase) nada me surpreende.

    Antes do bafafá entre Hamilton e Rosberg explodir, em Mônaco, o chefe da Mercedes teceu elogio caloroso a Alonso.

    Sabemos que o espanhol não está nada satisfeito na Ferrari.

    Aí veio a renovação de Rosberg com o time alemão. Em seguida a fúria de Hamilton, inclusive atacando a própria Mercedes e falando bem da ex-equipe, como você cita neste post.

    O tempo de Button na McLaren parece estar chegando ao fim e a equipe precisa de um bom piloto até para iniciar a nova etapa com a Honda.

    Alonso já foi cogitado por lá, mas de repente Hamilton, por ser cria da casa, seja uma opção melhor.

    Seria loucura minha apostar neste momento, diante das coisas que estão acontecendo em: Rosberg e Alonso na Mercedes e Hamilton de volta à McLaren?

    Um abraço.

    Curtir

    1. Depois de algumas surpresas no mercado de pilotos, como Hamilton na Mercedes e Kimi na Ferrari, não há de se duvidar de nada! Estranhei muito essa menção do Lewis à McLaren, mas foi logo depois de sair do carro, em um final de semana difícil para ele. Vamos observar se não foi só algo de momento.

      Curtir

    2. Eu tó apostando no negão na Ferrari, para virar um dos grandes mitos do automobilismo. É claro que o chefão gostaria de ter o pupilo de volta, mas os jogos de interesses económicos podem falar mais alto (vide Santander).
      Logo logo veremos como se desenrolam esses namoros.
      O certo é que muitas coisas devem se sacudir este ano. E de verdade nada deve surpreender.

      Curtir

    3. Hummm pois éh Sérgio! El Picareton ultimamente anda elogiando a Mercedes e Red Bull… A Britney renova com a estrela-de-tres-pontas por mais dois anos… Elogios de um dos “capos” da Mercedes ao El Fodon… hummmm… uma-fumaça aqui um cheiro de fumaça ali… Vejo dança-das-cadeiras talvez quem sabe para 2015-&-2016!

      Curtir

  2. eu não acho que alonso ou hamilton faria melhor do que button button é um grande piloto ja bateu hamilton em 2012 buttont terminou em segundo e button em quinto nesse ano hamilton fez uma cagada em cima da outra em 2012 a mclaren apostou todas as fichas em hamilton mas mesmo assim button terminou com uma diferença minima nos pontos esse mesmo hamilton que tomou uma surra do button em 2011 deu um pal em alonso em 2007 nao se esquesan que nen button nem hamilton nunca precizaram de um capacho para fazer vacuo nos treinos classificatorios e nem mexer nem ordem de equipe para deixar o outro passar a grande vantagem que vejo em hamilton é que ele sabe fazer um trabalho em conjunto com os engenheiro para dezenvolver o carro coisa que o esponhol é pessimo so sabe reclamar .

    Curtir

  3. eu não acho que alonso ou hamilton faria melhor do que button button é um grande piloto ja bateu hamilton em 2012 buttont terminou em segundo e button em quinto nesse ano hamilton fez uma cagada em cima da outra em 2012 a mclaren apostou todas as fichas em hamilton mas mesmo assim button terminou com uma diferença minima nos pontos esse mesmo hamilton que tomou uma surra do button em 2011 deu um pal em alonso em 2007 nao se esquesan que nen button nem hamilton nunca precizaram de um capacho para fazer vacuo nos treinos classificatorios e nem mexer nem ordem de equipe para deixar o outro passar a grande vantagem que vejo em hamilton é que ele sabe fazer um trabalho em conjunto com os engenheiro para dezenvolver o carro coisa que o esponhol é pessimo so sabe reclamar, a mclaren ta decadente eu nao acho que o espanhol iria querer arriscar.

    Curtir

  4. Mimimi, quer passar??? Passa na pista, quem está na frente tem que ter prioridade mesmo, hora se beneficia um, hora o outro.

    Acelera Hamilton, você tem capacidade para isso, vai ser campeão, só precisa parar de mimimi.

    Curtir

  5. A verdade dos bastidores nunca está nas manchetes dos jornais.

    Quando Hamilton anunciou que estava de saída da McLaren para a Mercedes, muitos acharam que ele estava louco. A decisão dele, em nenhum momento foi um tiro no escuro.

    Curtir

    1. Mas foi arrojada, Ricardo. Jackie Stewart, na ocasião, inclusive aventou a hipótese de a Mercedes se retirar. Conforme li recentemente, isso até entrou em cogitação, mas houve um recuo e resolveram apostar alto, inclusive com a contratação de Hamilton, esses fatos foram confirmados recentemente por fontes da Mercedes, que está comprometida em ficar na F 1 pelo menos até 2019. É claro que nas negociações muitas coisas – que podiam ser – devem ter sido abertas para Lewis, mas de qualquer maneira, creio que nada é garantido no mundo.

      Curtir

  6. O bom cabrito não berra, vejam Alonso, que está berrando até hoje pelas cocheiras da Fórmula 1, quando já poderia até – quem sabe – ter ganho o seu terceiro título, não tivesse tomado decisões e atitudes tão equivocadas. Eu concordo com a Julianne, Hamilton tem que manter o foco, a serenidade, e não criar um clima adverso para ele na equipe, pois a Mercedes está tão dominante este ano que hipoteticamente se tivesse um time todo germânico – com Rosberg e Hulkenberg ou Rosberg e Sutil, por exemplos – eu não tenho dúvida alguma que Nico Rosberg seria o campeão de 2014, tivéssemos um Hamilton ainda na McLaren e Vettel e Alonso onde estão atualmente. Nico sempre foi subestimado, mas é um grande piloto e valoriza as vitórias de Lewis. No entanto, em condições normais de temperatura e pressão, ele realmente não é páreo para o inglês. Meu receio é que se Hamilton vier a criar um clima adverso a si próprio, a Mercedes passe a priorizar Rosberg, alemão num time alemão. Lewis deveria se abster de fazer publicamente comparações e referências à McLaren, como a Julianne mencionou aí em cima. Às vezes penso que nem os próprios homens da Mercedes achavam que pudessem fazer um carro tão dominante, tão superior, com uma PU tão potente e confiável, por isso, para se garantirem, trataram de contratar Hamilton para fazer a diferença no braço, no final de 2012, quando seu contrato com a McLaren expirou. Mas agora eles estão com todas as cartas nas mãos. Então, cabe a Hamilton saber conduzir as coisas de maneira bem diferente daquela de Alonso em 2007. Acredito que as próximas três corridas serão decisivas para vermos os rumos do campeonato.

    E agora, vendo Marko flertar abertamente com a Volkswagen, vejo que a sua fé na PU Renault está realmente muito baixa, vejam a via crucis de Vettel, sempre com problemas inexplicáveis que surgem quando tudo parece começar a normalizar. O carro Red Bull – o chassi – é excelente, mas a Renault ainda não conseguiu entregar o que prometia e desconfio que não entregará mais, pelo menos este ano. Marko sabe das coisas, vide Ricciardo e Kvyat como provas.

    No xadrez da F 1 tudo pode acontecer, mas, ao contrário do meu amigo Bruz, numa eventual insatisfação e consequente desentendimento, acredito que Hamilton voltaria para a McLaren em 2015: Dennis já declarou que adoraria tê-lo de volta e por isso mesmo vai cozinhar em banho-maria, ainda por cima em fogo brando, até o último instante, uma contratação de Alonso. Talvez a Mercedes seja mais rápida em resolver logo com Alonso. Sobraria para a Ferrari um Button ou o festejadíssimo Hulkenberg ao lado de Kimi, já que Pérez ainda está com cheiro de queimado, hahaha (e olhem que o mexicano sovou o genérico, o Bianchi, nos testes que fizeram juntos lá na Academia Ferrari). Pobre Ferrari. Especulações, especulações. . .

    Curtir

  7. Os puxa-sacos de Hamilton começam a excretar seus absurdos,de fato,a arrogância sobe-lhes o cérebro.
    Button está levando a equipe McLaren nas costas e Hamilton está insatisfeito,pois não seria o primeiro piloto da equipe e afinal que jornalismo seria este,totalmente parcial e bajulador.
    E Button citou recentemente que não irá aposentar-se em 2015,então creio que ele possa renovar com a McLaren,ou assinar um contrato de dois anos com a Ferrari,já que a equipe admitiu em 2013,estar interessada em assinar com ele.
    Hamilton tem sua velocidade e sua perícia,como suas maiores qualidades como piloto,assim como Jenson tem a inteligência e a suavidade na pilotagem,como suas notáveis qualidades.
    E Julianne,chamar Button de “O Mais Fraco Campeão do Grid”,seria o cúmulo da ignorância jornalística e esportiva,se fosse o mais fraco dos campeões,não teria superado estatisticamente Hamilton na batalha interna no triênio 2010-2012 na McLaren,não seria vice-campeão em 2011,com três vitórias épicas e não seria o terceiro piloto com mais corridas terminadas nos pontos na história da modalidade (141).

    Curtir

  8. Acho muito ruim,a mania que os torcedores fanáticos de Hamilton tem em desmerecer os feitos e as conquistas de Button,creio que isto seja,um exercício de pura ignorância esportiva.

    Curtir

  9. concordo com vc o button é injustiçado hamilton e alonso são muito bajulados pela midia se button estivesse em igualdade com alonso na mclaren ele poderia batelo afinal button bateu hamilton e hamilton sendo um estraiante bateu alonso.

    Curtir

  10. Ju, concordo com você. O Hamilton tem que ficar pianinho. Se bem que ano passado ele disse que não gostaria de ter um carro dominante e preferia disputar até o fim, mas acho que já mudou de idéia. Mas também acho que a Mercedez depende dele. A menos que acreditem que terão um carro dominante por muito tempo.
    O Nico é um bom piloto, mas não é páreo para o Vettel e o Alonso com carros de desempenho semelhante. Mas o Hamilton é.
    Não acho lógica uma saída do Hamilton da Mercedez. Mas o Alonso deve estar acendendo todas as velas do mundo para isso ocorrer.
    E do jeito que estão Ferrari e McLaren, uma troca Alonso por Button seria 6 por meia dúzia para ambos. Um pouco melhor para a Ferrari que teria um ambiente bem melhor.

    Curtir

  11. Hamilton tem que levantar as mãos para o céu por não ter Vettel, Alonso ou Raikkonen no lugar de Rosberg, esse carro da Mercedes é tão fantástico que não rejeita qualquer forma de pilotagem. O piloto inglês fez o maior ‘carnaval’ disparando contra a Mclaren e agora faz o mesmo na Mercedes. Mônaco era apenas a sexta prova do ano, precisava dar “pit” na mídia por causa de uma pole? Senna jogou sujo em Imola-89, mas acabou tomando troco de Prost no GP do Japão. O francês também reclamou na época, mas havia um acordo que foi quebrado…houve trapaça!

    Lewis que seja esperto para dar o troco na hora certa, foi que fez Prost na prova japonesa(Fim de campeonato, o Brasil fica com vitória suja em Imola e França com o título no Japão). Hamilton deu razão a Senna na briga com Prost, mas esquece que, quem começou a jogar sujo foi o brasileiro em Imola-89. Como ele pode atacar Rosberg pelo que supostamente fez em Mônaco? A Mercedes esta dando equipamento semelhante aos dois pilotos, o que Rosberg faz na pista não esta sob total controle do time, mas ela não vai admitir clima ruim na equipe.

    Lewis tem sorte de Rosberg ser amigo de infância, e ter Lauda e Toto comandando! A Mercedes é uma marca que vende carros, as trapaças que aconteceram entre Prost x Senna em 89 seria péssimo para a imagem da fábrica alemã, o que eles não querem é ver seu nome envolvido em escândalos!

    Em termos de performance a dupla da Mercedes não deve nada ao passado, muito pelo contrário, após seis corridas, Lewis e Rosberg começam melhor que a dupla da Mclaren em 88. Enquanto Rosberg não deve nada a Prost, Hamilton se mostra ainda melhor que Senna.

    Rosberg – 2014: 01º, 02º, 02º, 02º, 02º, 01º
    Prost —–1988: 01º, 02º, 01º, 01º, 02º, 02º

    Hamilton – 2014: Ret, 01º, 01º, 01º, 01º, 02º
    Senna —-1988: Ret, 01º, Ret, 02º, 01º, 01º

    Bom lembrar, Senna largou 13 vezes na pole em 88, mas várias vezes largava mal entregando a ponta e vitória a Prost. Lewis larga bem e ainda não comete as pixotadas de Senna, caso de Mônaco e Itália 88.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_1988
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_2014

    Se o piloto inglês for esperto ele vai responder na pista, mas se deixar o clima ruim, a Mercedes pode favorecer Rosberg. Lauda e Toto colocaram panos quentes no assunto. Calado Lewis é praticamente imbatível em 2014, mas de ‘boca aberta’ erros podem aparecer, exatamente como aconteceu com Senna em 88(e principalmente em 89 onde cometia erros bizarros). Basta ver a tabela abaixo, pra quem largou 13 vezes na pole com um carro do “outro mundo”, pontuar em apenas setes corridas, foi um tremendo fiasco…

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_1989

    Curtir

  12. Na minha opinião, para o entretenimento o ideal seria essa relação entre Lewis e Nico pegar fogo. Para a Mercedes e para Hamilton, claro que não, e o post da Julianne é nesse sentido.

    Sempre falamos que um clima bélico entre companheiros de equipe, pode levar ao fracasso e citamos como exemplo, a temporada de 86, que da guerra entre Mansell e Piquet, Prost levou o título e 2007 da guerra entre Lewis e Alonso, Kimi se deu bem.

    E não temos mais exemplos, pelo menos, não que eu me lembre agora sem pesquisar. Com um carro dominante, como a Mclaren teve em 88/89, mesmo com a guerra entre companheiros, o título dificilmente escapa.

    Pelas recentes declarações de paz do Hamilton via redes sociais, é claro que as coisas já se acertaram, uma pena, pois diminui um pouco a diversão.

    Curtir

    1. Alex, em 1981 o pau cantou lá na Williams, com Reutemann se rebelando contra a preferência a Alan Jones, do que se aproveitou Piquet para faturar com mais facilidade o título (sem desmerecer o título de Piquet, sou piquetista desde que ele era criancinha, rsrs). A briga na Williams foi feia, Lole ignorava as ordens de Frank Williams, se sentiu sacaneado. Reutemann era um piloto de estilo agressivo, mas suas curvas eram, como dizer, “quadradas” na trajetória, no entanto sempre foi muito rápido, peitava até Rindt na F 2.

      Curtir

      1. Ops, me falhou a memória, hahaha, Rindt morreu em 70, me esqueci agora quem reclamava dele na F 2. Quando me lembrar, direi.

        Curtir

      2. Hahaha, não, tá certo, era Rindt mesmo que reclamava de Reutemann em seu primeiro ano de F 2. Meus dois neurônios estão rateando, hoje, rsrs. . .

        Curtir

      3. hehehehe…valeu mestre aucam, mas em todo caso são poucos exemplos. Pena que os pilotos da mercedes já fizeram as pazes, ao menos para o público.

        Vamos ver na pista se é isso mesmo.

        Curtir

  13. Uma questão: o que todos nós, que amamos automobilismo, queremos ver numa corrida? VERDADEIRAS DISPUTAS! Sem resultados-pré-montados por conveniência politica ou por qualquer motivo alheio as pistas for! Aqui ou em outros blogs deste mundo garanto que mais de 90%, independente por quem ou alguém torça (equipe ou piloto), queremos que haja sim verdadeira-disputa e que vença aquele que for verdadeiramente o melhor! Se no final da temporada for o Rosberg, ótimo! Só restará àqueles que torcem pelo Hamilton aceitar e aplaudir! E se for o Hamilton idem! Agora aqui ninguém quer ser passar recibo de trouxa de achar que a Mercedes por possuir um carro que sem dúvida, marcará história da F1, não fique tentada a fazer um piloto alemão (leia-se Rosberg) campeão. E que pra isto, ela passar a privilegiar mais um do que outro piloto. Sr(as) e Srs! Niguem aqui pode desprezar esta hipótese!

    Curtir

    1. quando hamilton foi contratado pela mercedes a equipe apostou
      tudo nele tando que nas quatro primeiras corridas a equipe deu
      total privilegio para ele na malasia rosberg teve plenas condições
      de ultrapassa-lo e conquistar um podio mas a equipe deu ordens para
      rosberg não passar,ai ficou claro para todo mundo que hamilton era
      o predileto da equipe veja a tabela abaixo hamilton colocou 36
      pontos em cima de rosberg nas quatro primeiras corridas.

      rosberg Ret 4 ret 9 =14
      hamilton 5 3 3 5 =50

      mas rosberg é osso duro de roer e a partir do gp da espanha mostrou
      para o ingles que não estava para brincadeira e não engoliria ser
      segundo piloto e deu um show fazendo uma diferença de 18 pontos no
      tão aclamado hamilton veja a tabela abaixo e compare rosberg somou 18
      pontos a mais do que hamilton se nao fosse os privilegios que lewis
      hamiton recebeu nas quantro primeiras corridas e os dois abandonos
      por problemas mecanico rosberg teria batido hamilton mas mesmo assim
      terminou o campeonato com apenas 18 pontoa de diferença rosberg 171
      hamilton 189

      rosberg 6 -1 -5 -1 -9 -19-4 -6 -4 -7 -8 -2 -3 -9 -5 =157
      hamilton 12- 4 -3 -4 -5 -1 -3 -9 -5 -5 -Ret -6 -7 -4 -9 =139
      por isso eu digo que as pessoas deveriam dobrar a lingua ao criticarem
      rosberg ele é um grande piloto não bateu o lendario schumacher atoa po
      todos acharem que schumy estava velho e fora de forma mas sim por que
      é um grande piloto não se esqueçam que na segunda metade de 2012 schumy deu um pau em rosberg e so conferir na wikidedia e neste mesmo ano schumy o bateu na classificão portando schumy nao estava fora de forma rosberg é bom mesmo.

      Curtir

      1. Kro Marcelo! Não se esqueça que em 2013 o Hamilton chegou na equipe e, evidentemente o carro foi concebido ao feitio do Rosberg. Más, mesmo assim o Hamilton terminou, no seu ano de estréia a frente do piloto-da-casa. E olhe que ele ganharia facin-facin o GP da Inglaterra se (sempre o “se”) o bendito-pneu-Farofelli não detonasse a sua corrida. Creio eu, se a pista do GP passado não fosse a de Mônaco, o Rosberg dificilmente terminaria em 1º ou na frente do Hamilton. Agóra por que? Porque simplesmente o Hamilton éh mais piloto que o Rosberg! Simples assim!

        Curtir

      2. o fato de hamilton ser estreiante na mercedes so traria vantagens a rosberg se eles tivesem usando o mesmo carro do ano anterior, mas com carro diferente e regulamento diferente eles começaram em igualdede se essa regra valese tiãozinho não taria levando um pau do ricciardo afinal é a sua sesta temporada na redbull enquanto ricciardo é um estraiante , eu admiro muito o hamilton é um piloto muito rapdo o seu grande problema que ele não é constante e da muito vacilo em 2013 teve o melhor carro durante varias provas mas se enroscou com maldonado e com hulkenberg abandonou duas corridas por puro vacilo se fosse um piloto constante poderia ter levado o titulo em 2012 mais terminou atraz de raikkonen que tinha um carro bastante inferior a sua mclaren.

        Curtir

      3. Kro Marcelo! As regras só foram mudadas agora em 2014 (lembra?), portanto os Roberg tinha sim vantagem técnica sobre o Hamilton pelo fato de desde a fundação da equipe ele conhecer o modus-operandi do diretor técnico, engenheiro, mecânicos, cozinheiros, o limpa-botas e o escambau… E mesmo assim, ele ficou na frente da Britney no campeonato de pilotos. E tudo indica, se nada de anormal acontecer, o Hamilton fique na frente do Rosberg no campeonato e com um agravante: o título de pilotos

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s