Ricciardo é o piloto que mais pontuou desde o GP de Mônaco

Motor Racing - Formula One World Championship - Belgian Grand Prix - Race Day - Spa Francorchamps, Belgium

Era de certa forma uma marca anunciada, mas o GP da Bélgica comprovou que a nova geração de carros da Fórmula 1 anda mais nas retas do que seus antecessores, mesmo que as novas unidades de potência ainda tenham muito chão para evoluir.

Como produzem menos pressão aerodinâmica e, assim, são mais lentos nas curvas, os novos carros vinham perdendo em termos de tempo de volta em relação a 2013 em todos os circuitos, até chegar a um templo da velocidade: A melhor volta da prova, de Nico Rosberg, foi cerca de dois décimos mais rápida do que de Sebastian Vettel ano passado.

Para efeito de comparação, a diferença entre as voltas mais rápidas de 2013 e 2014 na etapa anterior, no travado circuito da Hungria, ficara acima de 1s7.

O GP da Bélgica premiou um dos grandes nomes do ano, ao lado de Valtteri Bottas: Daniel Ricciardo. De Mônaco até aqui – coincidentemente ou não, desde que as tensões internas da Mercedes explodiram publicamente pela primeira vez – o australiano é o piloto que mais pontuou: foram 102 pontos, contra 98 de Nico Rosberg, 76 de Bottas e 73 de Lewis Hamilton. Outro dado interessante é que o piloto da Red Bull venceu 25% das corridas da temporada até aqui mesmo só tendo liderado 9,6% das voltas.

Em Spa, conquistou a 50ª vitória para a Red Bull que, mesmo vivendo um ano bem abaixo dos anteriores, mantém uma média perto dos 50% de vitórias desde a primeira conquista do time, no GP da China de 2009, há 103 GPs. Muitas delas foram de Sebastian Vettel, mas o alemão, ao contrário do atual companheiro, nunca conseguiu vencer largando de fora do top 3. No caso de Ricciardo, todos os triunfos vieram assim.

Na Bélgica, Ricciardo contou com a companhia de Bottas e Rosberg no pódio. Isso significa que foi a primeira vez que nenhum dos três primeiros é o campeão do mundo desde o GP de Mônaco de 2010, que contou com Mark Webber, Robert Kubica e Sebastian Vettel fazendo a festa do champanhe.

Estreia, pero no mucho

A comparação pode soar absurda à primeira vista, mas o último alemão a estrear na Fórmula 1 no GP da Bélgica foi Michael Schumacher, em 1991. A coincidência para por aí? De jeito algum: Schumi e Lotterer pilotavam um carro verde; conseguiram superar com boa margem seus companheiros em classificação e saíram da corrida logo no início. No caso do homem que viria a ser heptacampeão mundial, o GP acabou antes mesmo da Eau Rouge devido a um problema de embreagem; para o campeão de Le Mans, durou pouco mais de uma volta.

Porém, ao contrário de Schumacher, que teve mais 18 temporadas completas pela frente, é possível que os 14km de GP sejam os únicos da carreira de Lotterer na categoria. Ainda assim, não seria o piloto com menor quilometragem na história: nove conseguiram a proeza de terem carreiras ainda mais curtas, sendo o mais azarado Marco Appicella, que andou apenas 350m, no GP da Itália, em 1993. Outra marca do alemão é ser o estreante mais velho, com 32 anos e 287 dias, desde Giovanni Lavaggi, que fez sua primeira prova aos 37 anos e 191 dias em 1995.

27 comentários sobre “Ricciardo é o piloto que mais pontuou desde o GP de Mônaco

  1. Uma coisa éh certa: Vai ser uma grande, imensa ou uma enorme (e feliz) surpresa se o Sorriso for campeão deste ano! Não que ele não tenha esta competência (prova disto éh ele ta dando uma-sova no multi-campeão Fettel-boy) más pela razão de a Mercedes tá trocando os pés-pelas-mãos neste Rosberg&Hamilton-gate! Assim como o Sorriso, eu irei rir e muito se ele for campeão no final…

    Curtir

  2. Oi, Ju,

    Muito interessante a comparação entre as estreias de Schumacher e Lotterer.

    Parabéns, são estas estatísticas além de tantos outros detalhes que fazem o diferencial em seu blog. É por isso que sou fã de carteirinha, todos os dias, 365 dias por ano. Acredite!

    Aliás, já estava sentindo falta deste post das estatísticas pós corrida. Ele andava sumido rsrsrsrs (como escreve a Tatiana Cunha…. #falei) !!!

    Ju, um detalhe me chamou atenção: A Red Bull sempre esteve entre os carros mais lentos no speed trap. Isso quando ganhava tudo.

    Este ano continuava entre os menos velozes. Característica dos projetos de Adrian Newey. Mas em Spa surpreenderam, ficaram atrás apenas da Williams de Bottas.

    E tomando por base que as ‘unidades de força’ (é estranho mencionar os motores assim) da Renault estão entre as menos potentes, a que se deve esta velocidade de reta “anormal” para os padrões aerodinâmicos dos carros de Newey?

    Um abraço!

    Curtir

    1. Sérgio e David, li por aí (não estou conseguindo achar mais o link) que a Red Bull irá para Monza com uma asa menor ainda que a de SPA. Vai voar, está equilibradíssima, se a Renault conseguisse vitaminar um pouquinho mais o seu motor. . . Newey andou burilando ainda mais a aerodinâmica do carro nas férias, e parece que fez um trabalho brilhante. Se a Red Bull conseguir mesmo acertar a mão para 2015, e caso a Renault consiga descolar mais potência, vai ser muito interessante ver a Mercedes dar conta do recado com Rosberg. . . caso Lewis se transfira para a McLaren, como muitos apostam.

      Curtir

      1. “…vai ser muito interessante ver a Mercedes dar conta do recado com Rosberg. . . caso Lewis se transfira para a McLaren, como muitos apostam.”
        Hummm! A Nikita vai éh rebolar (hehe) e muito pra conseguir segurar não só a sanha dos touros (leia-se o Sorriso como a ressureição do Fettel-boy) como também as melhoras da Ferrari and Mclaren by Honda… Sei não! A Mercedes & Nikolet vão ter que comer-um-dobrado pra manter o nº 01!

        Curtir

  3. Não fosse a garfada na sua vitória na Austrália e ele já estaria nos calcanhares do líder. A continuar assim, e com ajuda das trapalhadas dos pilotos Mercs, este campeonato pode não vir a ser a barbada que se anunciou.

    Curtir

    1. Sabe kro Mike… De tanta s@#!$gem no carro #44 já tou amando esta possibilidade de o Sorrisão roubar (shuashuashua) o caneco dos Mercedicos no final do ano! Pelo menos estria literalmente em boas mãos!

      Curtir

      1. David, é impressionante como Ricciardo e sua abóbora tem somente uma vitória a menos que Rosberg e sua carruagem de outra galáxia.

        Curtir

      2. Pois éh aucam! E me parece que a Dona-Audi tá afim de entrar-na-festa! Pode ser que os Touros estejam já preparando-a-cama pra quando eles chegarem!

        Curtir

  4. Eu estou cauteloso pra comentar a boa temporada do Ricciardo por algumas razões:

    -A “sova” que ele dá em Vettel ainda não me convendeu de todo. Por um lado, Vettel realmente está irreconhecível nesta temporada, e por outro, tal qual acontece com Lewis na Mercedes, praticamente só a RBR de Sebastian tem tido problemas, e tem tido quase sempre, seja no treino, na classificação ou na corrida.

    -Ricciardo é apenas 2 anos mais novo que Vettel e só este ano está sendo considerado um piloto de ponta, ao passo que Vettel é bem conceituado desde 2008.

    -E aqui o principal. Sorriso e Vergne disputaram 2 temporadas completas na mesma equipe, a STR. Vergne superou Ricciardo a primeira temporada e Ricciardo venceu o frances na segunda, 1×1. Na soma de ambas as temporadas Ricciardo marcou 30 pontos e Vergne marcou 29. Embora Ricciardo tenha tido bem mais sucesso nas classificações, Vergne conseguiu a melhor colocação da STR nestas 2 temporadas, um sexto lugar. Ou seja, muito equilibrio na disputa entre os pilotos da STR

    Tanto que quando se especulava qual nome da STR iria pra vaga do recem aposentado Webber, não havia um “favorito”, e muita gente apostava no frances, que era mais novo que o australiano.

    E hoje, enquanto alguns precipitadamente colocam Ricciardo acima do patamar de um tetracampeão, Vergne deve ficar fora do próximo grid. Assim são as coisas no esporte.

    Vou aguardar a próxima temporada. Nesta aqui nem adianta ter esperança numa “terceira via”. As Mercedes são muito melhores que as demais. Em Spa, na classificação ficaram absurdos 2 segundos acima. Não fossem os problemas que só o Hamilton tem na Mercedes, e nem estaríamos falando em um piloto fora das Mercedes ser campeão, pois só mesmo Rosberg, com um carro tão superior é capaz de perder uma corrida pra alguém de outra equipe.

    Curtir

    1. Tramarim, eu mantenho as minhas fichas na grandeza de Vettel. Há que se respeitar seu impressionante retrospecto. Concordo com você: como Hamilton, ele vem também enfrentando muitos problemas técnicos este ano. Vou tentar explicar como vejo a sua falta de adaptação aos carros deste novo regulamento. Bem para começar, todos os pilotos também são humanos, têm seus bons e maus dias, suas boas e más fases. Isso pode ser comprovado com a declaração sincera, franca, honesta (e de uma grandeza somente comparável à de Valentino Rossi) de Marc Márquez, o alienígena que vem ganhando tudo na Moto GP: a de que simplesmente não estava inspirado nessa última prova em que perdeu a sequência de vitórias que lhe daria mais um recorde, ao chegar apenas em quarto lugar. No entanto, no dia seguinte, testando componentes juntamente com todos os outros adversários, já os triturou. Não existem pilotos invencíveis. Eu acredito que Vettel estivesse meio que anestesiado dirigindo apenas carros excepcionais, e, ao se deparar com um carro ruim, realmente estranhou muito, gerando desmotivação. O “downgrade”, em qualquer coisa na vida, é realmente muito mais sentido que o “upgrade”. É fácil se acostumar com coisas boas. Experimente-se sair, depois de algum tempo, de um Porsche, de uma BMW, para um popular 1.0. É chocante, é preciso reaprender a avaliar distâncias e velocidade. Imagine-se isso em um Fórmula 1 de ponta comparando com outro cheio de problemas. Isso em uma dimensão onde o tempo é medido em milésimos de segundos, onde um segundo pode parecer uma eternidade, como o se o tempo passasse em câmera lenta. Quem está há algum tempo em um 1.0, quando experimentar um carro de alto desempenho vai se sentir até dirigindo melhor (embora que não consiga leva-lo aos seus extremos, se lhe faltar habilidade para isso). Vettel está reaprendendo este ano a pilotar com outras características mais desfavoráveis. Acredito que até o ano que vem já terá completado esse aprendizado e, motivado se tiver um carro competitivo, poderá voltar fortíssimo como sempre foi. Por outro lado, Ricciardo, com aquelas HRT e Toro Rosso, ao pegar uma Red Bull mais refinada, ainda que de características diversas do carro que dirigia, se sentiu muito bem imediatamente, acrescendo-se a esse fato um talento fora-de-série que ele tinha, mascarado pelo calvário que é andar nessas nanicas. Esse talento excepcional de Ricciardo desabrochou em sua plenitude agora. Eu acredito firmemente que a atual dupla de pilotos da Red Bull – Vettel e Ricciardo – será no ano que vem uma parada muitíssimo indigesta se a Renault conseguir extrair mais potência de seu motor.

      Por outro lado, ainda voltando a Vettel, pilotos são seres humanos antes de tudo, e sujeitos a variações psicológicas, como tal. Não sei se é verdade, (a Julianne pode confirmar ou não), mas andei lendo por aí que Vettel estaria se separando de sua esposa. E eles têm uma filha bem novinha, com menos de um ano. Não sou psicólogo, não sei até que ponto isso pode influir no rendimento profissional de uma pessoa se ela tiver um psicológico forte, mas a verdade é que pelo menos em tese essa possibilidade existe. Aliás, a galera sempre deita e rola com as idas e vindas de Hamilton e sua Nicole, dizendo que a performance dele na pista é influenciada por isto. No entanto, considerando tudo, tenho convicção de que o talento excepcional de Vettel continua lá, ele ainda tem muito crédito em conta para gastá-lo, na minha insignificante opinião.

      Forte abraço.

      Curtir

      1. PS: Acho um baita desperdício Vergne ser espirrado para fora da F 1. Que pena! Por isso, digo e repito que sou a favor do terceiro carro para as equipes grandes. Algumas crenças iriam ruir com relação ao valor de muita gente.

        Curtir

      2. Aucam, já percebi que você, assim como eu, não curte muito oba-oba. É sempre legal ver pilotos aparecendo bem mas realidade mesmo na atual F1 são Vettel, Hamilton e Alonso, os demais são promessas(alguns são eternas promessas como Hulkenberg, mas deixa pra lá).
        Uma coisa eu aprendi com você; piloto excepcional é o que “chega chegando”. O fato de Rcciardo não ter tido desempenho significativamente superior ao Vergne conta muito pra mim. Não estou cornetando o cara, de repente ele realmente vem a ser outra realidade e um dos melhores de sua geração. Mas não é uma temporada que mostra isso. Nem vejo o australiano fazer manobras de tirar o chapéu mas até aqui sua principal qualidade é que ele praticamente não erra. Se ele será um Prost ou mais uma promessa não cumprida(a F1 costuma ser bem mentirosa quanto a suas promessas :D) é algo que veremos nas próximas temporadas.

        Grande abraço.

        Curtir

    2. Muito bem falado Tramarim. Não deixa de ser refrescante asistir a temporada que se manda Sorrisos, mas ai a querer desmeritar Vettel é Blasfemia.
      Só para recordar, Vettel em 2007 levou a TR ao seu melhor resultado, que foi 4°, em 2008 Ganhou Monza dirigindo mgistralmente no molhado, e terminou com mais pontos que a somatoria do seu companheiro e os dois pilotos da Red Bull. Em 2009 foi a única referença que plantou briga às Brrown. e em 2010 levou seu primeiro campeonato disputadíssimo, e meteu no bolso o espanhol queridinho de todos. Por esse pecado, abocanhou um monte de inimigos, e por isso tem um aluvión de detratores quando podem falar mal do rapa.
      As circunstancias tem ajudado ao Sorrisos e atrapalhado a vida do Seb, mas a briga pela quinta posição em Spa, deixa bem claro como se faz… só não ve quem tem laganhas.

      Curtir

      1. Pois é Bruz, veja como são as coisas. Até hoje Vettel é o maior pontuador da STR, ao lado de Vergne que conseguiu os mesmos 40 pontos na Hungria. A diferença é que Vettel correu 25 corridas com a pontuação até 10 e Vergne correu 51 corridas com a pontuação até 25. Mesmo com a atual pontuação nenhum piloto da STR fez numa temporada os 35 pontos que Vettel fez em 2008. Não sou insano de dizer que aquela STR era uma Minardi, e nem maluco pra dizer que era um carrão, pois o Boemi fez 4 pontos em 2008, ficando na média da STR a época que era de 7 a 9 pontos por temporada nos anos que Vettel não correu lá. Pra quem usa e gosta de números, eis acima um bom dado pra reflexão.

        Curtir

  5. Seria algo que Alonso ia ficar morrendo de inveja se o ricardo fosse campeão esse ano com um carro 2 segundos mais lento que a mercedes, eu ainda acho vettel o melhor piloto da formula 1 atual se ele não tivesse tantos problemas com esse carro da redbul ele poderia ter incomodado e muito a mercedes, mas ele não se adaptou a esse carro o ricardo sim caiu como uma luva, o que indica que esse carro da redbul é o melhor só falta motor mesmo assim ainda ganha corridas e pode ganhar o campeonato de pilotos. se eu fosse piloto de formula 1 meu sonho seria correr na redbul.

    Curtir

  6. meu amigo aucam e em especial tramarim estou com vc vettel esse ano esta inrreconhecivel cometendo erros bobos ate domingo mesmo errou duas vezes nas primeiras voltas e Ricardo vem tendo quase todos as corridas limpas essa de domingo mesmo correu o tempo todo de cara no vento poupando equipamento e só duas paradas e rosberg 3 fora os tempos perdidos por rosberg …Ricardo só ganha esse caneco se o negão chutar o balde e bate em rosberg pra sair os dois a abrir caminha pra Ricardo se não dar rosberg, mas nessa to torcendo pro Hamilton e se der o sorrisso estará de bom pra quebrar a cara da mercedes que se acha a top só pq fizeram um carro decente este ano …a red bull vem forte próximo ano mas eu acho que vettel vai sair pra mercedes ou a mclarem ouvi por ai que a honda ta querendo ele a todo custo e que a red bull já teria contratado o verstappen para o kvyat vim pra red bull no lugar se vettel, e um tal saint jr iria pra toro rosso coisa assim, se falam em 75 milhões por 3 anos na mclarem pra vettel e sobre a separação num ouvi isso naum ,mas vc sempre bem antenado aucam sabe das coisas , pra mim tb prefiro aguardar mas sobre Ricardo pra falar melhor mas quem conquista 4 títulos mundias seguidos lutando contra Alonso kimi Hamilton webber tem que ser respeitado sempre. talento tem e já provou em varias circunstancias pra mim os melhores são vettel,alonso Hamilton os demais são promessas e alguns boas promessas gostei do magnussem domingo botou Alonso pra grama sem nem tutubiar coisa q muitos outros não fazem … e sobre o titulo acho q na próxima corrida o negãO vai ter problema no carro e rosberg ganha a corrida pra mercedes fikar mas tranquila em relação ao titulo de pilotos minha opinião só acho jogar um baite de água fria logo no negão e esfriar essa briga pra não ocorrer vide 2007 …

    Curtir

  7. Concordo com ambos, Aucam e Tramarim. Para acrescentar, ninguém ganha de toro Rosso em Monza e na chuva se não for muito bom.
    Agora continuo achando que o Rosberg não ganha uma disputa com Alonso, Vettel e Hamilton(na mesma equipe é mais difícil jogar muito pesado como ocorreu em Spa)com carros semelhantes. E também tem o Ricciardo chegando.queimar o Negão é dar um tiro no pé. A menos que estejam preparando a cama para o Vettel.

    Curtir

  8. Julianne, o Totalrace foi citado hoje no site GP Today (com o qual “abro meus trabalhos diários”), veja abaixo. Aproveito para mais uma vez parabenizar você por suas postura e opiniões externadas com independência e imparcialidade. Só tenho uma queixa: você poderia responder mais às minhas perguntas. Algumas são deixadas para trás. É, Julianne, quem manda mimar seus leitores! Acabam ficando exigentes! “Tu te tornas eternamente responsável por aqueles a quem cativas” – Antoine Sant-Exupéry, o Senhor das Areias, aviador pioneiro, em O Pequeno Príncipe. Rsrsrs. . . Leia também os excelentes Correio Sul e Voo Noturno, ambos de grande força narrativa e conteúdo humanístico.

    http://www.gptoday.com/full_story/view/498554/Civil_war_persists_at_Mercedes_in_aftermath_of_Spa_clash/

    Vou postar de duas vezes, pois o primeiro não foi captado pelo sistema, esqueci da questão que não suporta dois links de uma só vez. Por favor, apague o excedente.

    Curtir

    1. Faço uma necessária correção, Julianne: a citação original é no site grandprix247.com. O GP Today é um excelente site que contém uma espécie de resenha dos principais sites automobilísticos ingleses.

      Curtir

      1. Bem, você poderia começar confirmando ou não, se souber, esse “gossip” que eu li por aí, nem lembro onde, que Vettel estaria separando. Acho que tudo é interessante para avaliarmos essa meio que incompreensível queda de rendimento de Sebastian, posto que até o psicológico eventualmente pode contar para quem vive num universo medido em milésimos de segundos. Também fiz uma pergunta sobre uma especulação acerca da adaptabilidade de Kimi aos carros deste novo regulamento, na matéria do dia 15 último, mas não se preocupe, de repente, como você mesma diz, só na base da adivinhação.

        Um abraço!

        Curtir

      2. Sobre o Vettel, não ouvi nada nesse sentido. E sobre o Kimi, coincidentemente teremos uma matéria amanhã com a opinião do James Allison. Depois me diga o que achou!

        Curtir

  9. Ju, não sei se a foto do post tem uma mensagem subliminar sobre uma possivel alavancada de um futuro campeão de 2014, sendo assim, rememorando 2007, algo que pese contra o australiano, é que Mclaren e Ferrari eram parelhas no passado, e atualmente, a Mercedes, mesmo que dividida teoricamente, sobra como equipamento…isso levando-se em conta uma categoria moderna, quase a prova de erros, sem muitas variáveis tecnicas, com os mesmos compostos de pneus, enfim, muito menos imprevisível. Se compararmos com 86, tinhámos uma categoria menos precisa, com muitas quebras, guerra de pneus (inclusive essencial na definição do campeonato) nesse caso, o imponderável se fez mais presente. Em Monza, por ter um carro mt equilibrado, e vendo a RBR com sua minúscula asa traseira, imagino que a Mercedes não deixará barato a velocidade de reta…

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s