Vudu

Motor Racing - Formula One World Championship - Brazilian Grand Prix - Practice Day - Sao Paulo, Brazil

A punição sofrida por Sebastian Vettel no último GP, com a troca total da unidade de potência, tem muito a ver com as dificuldades enfrentadas pela Renault no início da temporada, mas ele está longe de ser o único dos pilotos de ponta a sofrer com esse tipo de problema. E não está fora de questão que isso seja decisivo para o campeonato.

Não precisa ser necessariamente uma quebra ou uma punição: chegando no final do ano, toda a forma das equipes encararem o final de semana depende da condição das unidades de potência restantes. Quem estiver mais apertado vai andar com revoluções mais baixas ou até dar menos voltas em treinos livres, por exemplo.

Dentro desse quadro, quem está sofrendo mais entre os ponteiros é a Ferrari, que se arrasta usando peças que foram repostas em Cingapura, com Alonso estando na situação mais dramática pela quebra em Monza. Ainda que a equipe não utilize os mesmos itens em todas as sessões – geralmente, os mais velhos ficam reservados para os treinos livres – o equipamento mais rodado vai perdendo eficiência e também limitando o trabalho de pista. (Curiosamente, enquanto escrevia estas linhas durante a segunda sessão de treinos livres, o motor do próprio Alonso estourou aqui em Interlagos, mas era uma unidade que estava no final de sua vida útil)

A pista paulistana é desafiadora para as unidades de potência devido à altitude, uma das maiores do campeonato, o que reduz a porcentagem de oxigênio com que elas trabalham. E isso é ainda mais duro para os turbos em relação aos aspirados. Além de Interlagos, a parte final do campeonato também tem outras pistas complicadas do ponto de vista dos motores, como Sochi e Austin, além de Cingapura, devido à alta umidade.

Mas enquanto a Ferrari cumpre tabela com alguns cavalos a menos, a Mercedes não vive uma situação muito mais tranquila. Rosberg e Hamilton estrearam os quintos elementos na etapa russa e terão de usá-los, alternando com o que sobrou das unidades anteriores. Talvez por isso o alemão respondeu de forma irônica quando perguntado se gostaria de ver o companheiro abandonar: “eu aqui e ele em Abu Dhabi”. Espertinho, não?

28 comentários sobre “Vudu

  1. Ju, quem você acha que vem sendo o melhor piloto da atual temporada ? E na sua opinião qual o melhor desempenho de um piloto em uma das 17 provas ate aqui, ou melhor, me diga pela ordem quais os 3 maiores shows de pilotagaem que você viu este ano

    Curtir

    1. Joder Hermes!! A Ju ta ocupada em interlagos.

      Mas vamos te ajudar sobre os melhores pilotos em diversas provas, só vc escolher: Ricciardo, Daniel, Aussie, Sorrisos, Ricardão, Australiano.
      Pode escolher qualquer um.

      Rosberg e Hamilton também tem dado diversos shows, mas até o Ericsson poderia ser campeão se tivesse uma dessas Merdes e fosse o cara mais bacana…. Bah!, esquece… Mais bem. Sácamelo!

      Curtir

    2. Como o Bruz falou, a Ju deve estar super ocupada. Mass acredito que mais tarde ela te responde.
      Como acho interessante a sua pergunta vou dar a minha opiniao.
      melhor piloto da atual temporada: Colocaria nesta seguencia: 1° Hamilton, 2° Ricciardo Sorriso = Rosberg 3° Botinhas.
      3 maiores shows de pilotagem: Bahrain Disputa LewisXRos; Canada Ricciardo na sua 1° vitoria; Hungria Lewis saiu dos boxes e chegou em 3°
      Essa é a minha opiniao.
      Abrçs

      Curtir

      1. Legal JL, mas vamos ser justos. Rosberg deu show de Pilotagem em Socchi e depois de cair para ultimo na segunda volta, remontou até o segundo, e olha lá, sem SC, o que sim teve na hungria para ajudar o Hamilton ao comprimir o rosario. Porém, eu insisto que esses show de pilotagem com um carro demasiado superior são ilusorios. Logo logo, vamos ver esta temprada como coisa para esquecer.
        Por outro lado, e se não me engano, foi na Cingapura que Perez deu show com a Force India. E aquela briga que teve com o Button (acho que no Canadá), é de levar mensão meritoria porque a Force não deveria ser pareo para a McLatas.

        Curtir

      2. Bruz, sochi foi uma boa corrida e o Nico pilotou bem, mas eu ainda acho Hungria melhor, pois a corrida começou na chuva, é uma pista mais estreita, com menos pontos de ultrapassagem, e no final tivemos ainda disputas acirrads. Como a ultrapassagem de Ricciardo nas ultimas voltas em ciima do Hamilton e Alonso. Depois o AlonsoXHamiltonXNico todos colados tentar um passar o outro.
        Já Sochi, depois q. o Rosberg passou todo mundo ele foi só administrar em 2° posiçao até o final. E com essa Merc., concordo com vc, é fácil ultrapassar.
        E montreal, esqueci de falar, mas tivemos o pega PerezXMassa, q. no final teve aquela batida no S do Senna.
        E a McLatas tá em um ano pra jogar no lixo. Lutando posiçao com a ForçaIndia e STR….

        Curtir

      3. E mais, JL. Aquela ultrapassagem de Hamilton sobre Rosberg em Suzuka foi antológica, acachapante e devastadora, um dos grandes momentos desta temporada, pois Lewis simplesmente transformou em VELCRO o piso molhado, na mais difícil das condições: uma ultrapassagem por fora. Foi preciso usar de extraordinária sensibilidade para segurar o carro, evidenciada na serenidade do traçado que Lewis executou. E também um extraordinário poder de avaliação e decisão.

        Curtir

      4. Aucam
        Eu colocaria a corrida do Japao como a 4° melhor. Pois realmente ali o Lewis levou no braço e só abrindo a diferença depois da ultrapassagem. E várias brigas no pelotao do meio…Ricciardo, Alonso, Bottinhas, Jenson.
        Infelizmente tivemos a o acidente do Bianchi. Mas espero que ele se recupere, e possa ter uma vida normal.

        Curtir

  2. Continuo a achar que piloto bom é aquele que sabe economizar o equipamento ao mesmo tempo em que consegue ser rápido, mas esse regulamento foi mal elaborado na minha opinião.

    No fim do campeonato os “motores” estão caindo aos pedaços?

    O público não liga a TV ou não vai ao autódromo pra ver Alonso dando uma de bombeiro, Vettel reclamando do carro ou qualquer outro tendo de deixar de andar tudo o que pode pra não ficar a pé.

    Tudo bem que é a primeira temporada dessas novas unidades de potência mas o show não pode ser prejudicado.

    Há de haver um equilíbrio entre conter custos e fazer um espetáculo atraente.

    Essa temporada começou muito boa, com provas excelentes como a do Bahrein, esquentou na Europa, principalmente em Mônaco, mas chega ao final meio broxa, acho.

    Curtir

    1. E te faltou o pior Dé Palmeira, Uma Merdes de tão sobrada na frente que vai fazer o que quizer com este campeonato. Ninguem quer ver isso.
      Graças ao Santos amanhã tem Valencia para salvar meu domingo.

      Curtir

  3. O resultado do campeonato – PARA SER VERDADEIRO – tem que espelhar a REALIDADE (por favor, sem essa de virem falar de Teorias Conspiratórias, que existem em favor DOS DOIS lados, aqui em minha opinião não me refiro a isso). E para que essa realidade espelhe a verdade, não poderá haver quebras para qualquer dos dois que disputam o título. Infelizmente, esse risco de quebras – para os dois lados – está presente. Eu quero ver o campeonato ganho no braço, e não por quebras. Vou torcer para que não haja quebras para Nico e para Lewis. Cada um deles já teve as suas quebras surrealistas, e Lewis as teve em maior número.

    Curtir

    1. hahahahaha, meu amigo Aucam, fica bravo e me despotrica se vc quizer. Mas se o cara de chocolote quebrar nas arabias, a boneca vai entrar no box com diarreia. Tu é muito velho pra achar Sací.
      Ainda bem que amanhã tem Centauros. Ai nos vemos na segunda no Blog do Gabriel. Vamos fechar com “Algarabía”… em Valencia claro.

      Curtir

      1. Eu volto a esse assunto depois. Estou pesquisando. Mas me lembro que no GPs do Mexico da decada de 80 (vc nao estava nesse planeta) os carros favoritos para o GP eram os aspirados. E deu TURBO (entao sua fonte da shell esta correto)

        Por algum motivo pensei que o turbo fosse mais eficiente.

        Curtir

      2. Outra questão fudamental, é que a volta em Interlagos na casa de 1:10 no quali, é muito curta e as velocidades são altas e frenagens fortes, então como a permissão da regra para recuperação e utilização dos sistemas hibridos é por volta, os pilotos tem sempre muita potência a disposição para descarregar por volta.

        Curioso foi o Alonso praguejando a equipe por liberar ele para pista com uma bateria descarregada. Um erro primário, mas típico da Ferrari quando se desencanta com seu piloto.

        Curtir

      3. Julianne, não sou forte em mecânica, mas vou mandar o meu pitaco: ao que eu saiba, turbos perdem menos potência em altas altitudes e, por isso mesmo, conseguem atingir regimes mais limítrofes ao máximo, daí porque desgastem mais o motor.

        Curtir

      4. Julianne, o seu texto está correto. Os motores turbo conseguem ser mais eficientes que os aspirados, pois em maiores altitudes eles podem compensar a menor disponibilidade de oxigênio no ambiente, através do aumento da pressão de admissão gerada pelo turbo, porém é um esforço adicional para o equipamento.

        Curtir

      5. Caraca…o PK, é só vc pensar…os engenheiros especialistas da Shell sao selecionados a dedo, diplomados pelas melhores universidades do mundo. Se o especialista responsável nao sabe o básico….pqp (desculpa o palavrao) a F1 tá perdida.

        Curtir

      6. Ricardo H. a resposta é essa mesma. O turbo compensa a perda de pressao atmosférica, girando mais rápido. Em conseguencia causa maior estress pro equipamento. Entao há maior probabilidade do motor ter pane em interlagos q. em Abu Dabhi.

        Curtir

      7. JL

        Não é que o turbo “compensa” girando mais rápido. A rotação do turbo está relacionada com a rotação do motor, uma vez que é acionado pelos gases de escape, quanto mais gases,mais rotação no turbo.

        No motor aspirado, estudos mostram que só é possível ele aspirar 70% de sua capacidade volumétrica. No nível do mar, o ar é mais denso e, quanto maior a altitude, mais rarefeito ele vai ficando, influenciando o desempenho de motores aspirados.

        No turbo isso não acontece, uma vez que a admissão do ar é pressurizada e sofre bem menos (ou nenhuma) influência da pressão atmosférica.

        Se você mora em uma cidade alta, tipo Campos do Jordão, e tem um carro aspirado, quando você for na praia é perceptível o ganho de potência. Tem mais ar entrando (mais denso), diminuindo aqueles 70%.

        Curtir

    1. Vale considerar que nos quase 800 m.s.n.m. de São Paulo, tem 10% menos oxigenio no ar que respiramos. Mas apenas 21% do ár é O2, quase tudo o resto e Nitrogenio (e não se asustem que sempre foi assim).
      Isso faz necessario que os motores girem mais alto para dar a mesma potencia, e também deve fazer com os turbo mais rápidos para ter o mesmo desempenho que a nivel de Socchi por exemplo.
      O GP de Interlagos chega em hora ruim, porque muito tem se falado de que muitas peças estão em exaustão. Então não duvidemos que muitos irão poupar com setups mais concervadores para evitar quebras.
      Boa hora para Vettel que chega com o Motor ainda em folha de Austin.

      A única diferença dos aspirados com as atuais UPs, é que as UPs tem um motor aspirados que sofre a mesma coisa acompanhado de um turbo que é outra peça que também sofre. Só isso. Enquanto os aspirados é uma coisa só para sofrer mais, nas UPs são duas variaveis para dar dor de cabeça. Explicado?

      Curtir

      1. Pois é , né?. O Seb andeve abrindo a boca como nunca esta temporada. Sim, ele disse que podería ter ganho uma ou duas corridas, que as condições isto e aquilo, que…. claro rapa!!, ele sabe quando falar. Se chover podem contar com ele.

        Curtir

      2. “Então não duvidemos que muitos irão poupar com setups mais concervadores para evitar quebras”.
        Falou em poupança, falou em Hamilton, Bruz. O homem já está com 10 vitórias lá na caderneta dele. Este ano as características estão invertidas (RosbergER tem sido mais rápido nos treinos, mas Hamilton continua tacando-lhe pau nas corridas, hahahaha).

        Curtir

      3. Eu achei o Hamilton bem conservador nos treinos. Acho q. ele só deu uma puxada no Q1, por causa das ameaças da Williams. Mas acabou fazendo os erros no S1 e S2 q. deixou ele em 2°. Mas o medo de ficar no caminho. Melhor 2° e campeao do mundo que morrer na praia.

        Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s