Ação na pista: as ultrapassagens de 2014

Na temporada em que a Fórmula 1 ganhou mais um gigante na hora de decidir ultrapassagens, o número de manobras caiu, repetindo tendência que vinha desde o ano passado. Mais do que o novo regulamento, a maior durabilidade dos pneus é um fator importante para explicar os números, que ainda estão longe de emular a época pré-DRS e Pirelli.

Será interessante ver como esses números evoluem na próxima temporada, em que espera-se motores mais nivelados e carros mais rápidos o que, consequentemente, forçará mais os pneus e provocarão maior desgaste. Tendo em vista que existe a grande possibilidade do grid contar apenas com nove equipes, uma manutenção dos níveis de 2014 já seria interessante.

Número de ultrapassagens por temporada

Ano Ultrapassagens totais Ultrapassagens por GP
2014*** 828 43,5
2013** 988 52
2012 1.143 57,1
2011* 1.152 60,32
2010 547 28,7

*introdução dos pneus Pirelli e DRS

**Grid com 11 equipes

***Grid com 9 equipes em duas etapas e com 10 em uma.

E quem é o tal gigante? O “assassino sorridente”, claro. Sua forma decidida de abordar as ultrapassagens abriram caminho para vitórias no Canadá e na Hungria – essa última, naquela que foi provavelmente a performance da temporada – e para o pódio nos Estados Unidos. De quebra, o australiano ainda tirou uma casquinha do próprio companheiro: Sebastian Vettel está procurando-o até hoje lá em Monza.

Mas me desculpe Ricciardo. Talvez de tão decidido, não deu chance para os rivais darem o troco. Nos melhores duelos da temporada, que deu show de como atacar e defender até o limite foram Hamilton e Rosberg no Bahrein e Alonso e Vettel em Silverstone. Vamos relembrar os momentos de maior ação na temporada? E qual a lista das melhores manobras para vocês?

Anúncios

16 comentários Adicione o seu

  1. Eu fiquei boquiaberto com essa do Ricciardo sobre o Bottas em Suzuka – e passou o Massa também no mesmo ponto.

    Curtir

  2. Bruz disse:

    Baronesa Jú….. meu coração disparou. Este post já tem seu lugar na minha galeria de links.

    Só sentí a falta de Perez. X Ex: Perez vs Button no Canada, ou alguma da Performance final de Perez na Cingapura.
    Sobre o impresionante Sorrisos, acho que ninguem como ele para saber usar esses 120 Kw extras por volta, mesmo e contando com a porcaria de PUPU Re.não.
    Para uma galeria de melhor sequencia, eu recomendo rever as ultrapassagens – até na grama – da dupla da Redbull sobre o Perez no Canada, que antecederam ao encontro do mexicano com Massa. Um exemplo claro de como se debe passar o incomodo Checo e de como não se debe (Massa terminou aprendendo com Magnum. Acho que foi na Russia que recuou na largada ao ver que era o Danes com quem já tinha se enrolado noutra).

    Curtir

  3. Daniel disse:

    Jú, show de bola, parabéns! Pra mim a mais corajosa foi Hamilton no Japão, pois ali um erro poderia custar o campeonato.

    Curtir

  4. aucam disse:

    Julianne, um belo e magnífico presente de Natal que você nos deu! Estou desembrulhando-o e vou apreciá-lo com calma, e depois voltarei.

    Curtir

  5. Lucio dantas disse:

    Muito bom ver esses pegas com essas feras, veja que só os top estão envolvidos,

    Curtir

  6. Luiz Felipe disse:

    Para mim, a melhor do ano a do Hamilton por fora no Vergne na Hungria.

    Curtir

  7. Bruz disse:

    Vejam como nosso jovem e sorridente assassino já palitava o rápido Bottas na Renault 2.0 Eurocup de 2008.

    Enquanto existam Ricky, Hamilton, Vettel e as ferinhas que logo estarão no circo, podem creer que Bottas não passara de ser mediano.

    Curtir

  8. aucam disse:

    A ultrapassagem de Hamilton em Rosberg em Suzuka foi antológica, ele TRANSMUTOU o asfalto molhado em VELCRO. Travando o vídeo em 1.34min é possível ver absurdos 22 km p/hora de diferença a favor de Lewis na entrada da curva, POR FORA!
    Ricciardo é simplesmente espetacular, não tenho palavras para definir a transformação desse piloto em 2014. A ultrapassagem dele em cima de Alonso em Austin lembra os dribles de Mané Garrincha! Garrincha para mim foi o mais genial jogador de futebol de todos os tempos: ele fazia que ia para um lado e ia para o outro, mas deixava a bola parada e todo mundo saia correndo atrás dele sem bola, hahaha, e depois voltava para apanhá-la SOZINHO e sair por outros rumos, desnorteando seus adversários que eram transformados em “joões”. Pois então: Ricciardo chegou com bossa este ano, chega, faz que vai para um lado, o adversário segue sozinho na frente o rumo lógico e o “aussie” vai por outro lado absolutamente inesperado e também sozinho, claro, hahahaha, o vídeo de Austin mostra isso. Ricciardo é um ilusionista, é cirúrgico, chega e passa. Além de que, vai decididamente para todos os GAPS, como os grandes mestres Ayrton e Hamilton. Ricciardo já está criando um estilo de ultrapassagem só dele, da mesma maneira que o Mestre Piquet tinha o seu INIGUALÁVEL, com suas ultrapassagens “stealth” (isso desde que competia na F 3 Sul Americana, junto com outro talento brasileiro excepcional que a F 1 infelizmente não chegou a conhecer, Alfredo Guaraná Menezes).
    Grande Ricciardo, chegou pra ficar e pra vencer! Esse atual tradicional Trio de Ouro ALO/HAM/VET já pode ser modificado para Quarteto de Ouro, ALO/HAM/RIC/VET, sem medo de errar.

    Curtir

  9. A de hamilton no japão foi show de pilotagem , mas rosberg deu mole ali e rosberg estica um tiquim a frenagem hamiltom iria para a grama ou batia os dois, ricardo foi brilhante nas ultrapagens mas vamos aguardar um pouco mas para colocar no top 4 aucam rsrsrs o duelo vettel e alonso foi magnifico na pista, e muito mimimi dos 2 no radio sem precisão rsrsrs as da red bull no canada sobre perez merecia esta na lista tb hehehe que tenha muito mas em 2015…louco pra ver essa garotada da toro rosso e kvyat na red bull vai ser duro …pena por magnussem gosto do estilo dele espero q 2016 ele volte

    Curtir

    1. aucam disse:

      Meu caro Chrystian, me permita uma crítica, mas sem pretender mudar a sua opinião: como a performance de Hamilton foi show se Rosberg “deu mole”? Existe vida além de Vettel, caro Chrystian, vamos olhar para os lados e reconhecer outros talentos também. O que Ricciardo fez em 2014 foi inacreditável. Como também inacreditável foi o que se passou com Vettel em 2014. No entanto, quaisquer que sejam os fatores diria até insondáveis que concorreram para o seu surpreendente mau ano, eu acho que SebVet não precisa mais provar coisa alguma, SEMPRE o enalteci e para mim seu talento extraclasse resta intocado, ele continua com crédito para esbanjar em tempos eventualmente difíceis que venha a enfrentar na Ferrari, mas, sim, tenho uma percepção – diante de tudo o que demonstrou em 2014 – que Ricciardo será um sucessor à altura do alemão na Red Bull.

      Grande abraço.

      Curtir

      1. aucam amigo vamos lá com calma vou tentar explicar rsrrss a manobra de Hamilton foi show digo no sentido de pilotagem é muito difícil tomar um carro naquelas circustancias uma freada forte chuva forte visibilidade quase no vulto e ele fez com maestria…reconheço Hamilton como um grande sim amigo admiro vários pilotos mas digo q rosberg deu mole no sentido …se Hamilton por fora e mas veloz fez a curva pq ele num faria mas lento um pouquinho e por dentro? achei q se ele frea mas dentro o negão passava direto ou batia os 2 continuo com essa opinião não desmereço o q Hamilton fez e faz no Bahrein para mim foi ali q ele ganhou o campeonato de pneu duro segura rosbeg de macio numa pista com vários pontos de ultrapassagens foi digno de um campeão….sobre Ricardo amigo adorei ver ele ser rápido com um carro bom e constante fez belas ultrapassagens e fez um campeonato perfeito mas eu na minha humilde opinião gosto de dar tempo ao tempo e ver o piloto em varias nuances e pressões diferentes mas naum descarto ele naum entenda apenas vou aguardar mas um pouco, bottas para muitos um futuro campeão para mim mediano…sobre vettel amigo acho ele brilhante e esse ano a cabeça já estava no cavalinho vermelho velha paixão entende ,,,tipo a gatinha q vc sonha em pegar e diz q quer conversa na festa e vc nem dar bola para as outras esperando ela chegar entende rsrrss para mim vettel e Hamilton são os 2 melhores e Alonso no top 3 mas para esses outros Ricardo bottas rosbeg button kimi kvyat tem que provar algo a mas ,mas Ricardo ja deu um grande passo este ano para isso e esses bbs das toro rosso quero ver bem pq ouço falar muito deles e nunca vi eles correndo pq num acompanho ainda a gp2 …gostaria de ver o perez numa red buull da vida acho q ele e ser osso duro viu

        Curtir

      2. aucam disse:

        Chrystian, meu caro Chrystian, não acredite nessa história da Carochinha de que Vettel teve um mau ano porque já estava com a cabeça na Ferrari. Até entendo seu ponto de vista como torcedor do tetracampeão, mas, à luz da razão, a perspicácia que você demonstra em suas análises não lhe permite esgrimir a sério esse argumento, e a Ferrari nada tem a ver com uma gatinha. . . Esses caras são muito, extremamente competitivos (lembre-se do “dedinho” de Vettel sempre levantado, indicando o primeiro lugar, rsrsrs – se pudesse, ele venceria TODAS). Eles têm um nome a zelar, e dão tudo de si – mesmo quando estão de saída – vide Alonso na McLaren em 2007 e agora na Ferrari em 2014, Hamilton na McLaren em 2012, Button agora também na McLaren, Sutil na Sauber e por aí vai. SebVet é um ser humano, antes de mais nada, sujeito a altos e baixos. Os motivos que concorreram para o seu mau desempenho são (foram) muitos, alguns notórios, outros até mesmo insondáveis para quem está de fora dos bastidores e até para quem está dentro deles – e SebVet errou sozinho algumas vezes, vamos reconhecer, não é só Alonso e Hamilton que cometem erros, e por isso são apedrejados sem dó nem piedade por muitos). Esse mau ano, apesar de tudo, não lhe causou danos à sua reputação para quem realmente sabe avaliar – principalmente o pessoal das equipes, no caso a Ferrari, que lhe deu um contrato riquíssimo – seu retrospecto extraordinário é um sólido aval para a sua excepcionalidade. No entanto, SebVet exibiu insuspeita e surpreendente fragilidade este ano, até mesmo em contradição com alguns de seus predicados mais fortes, como frieza e capacidade de reação, por exemplo. Não vou entrar na análise de outros fatores, como os inúmeros problemas mecânicos que acometeram seu carro. Acontece, aconteceu, ele é humano. Por isso digo que muitos dos fatores negativos que o atingiram são insondáveis para quem não está perto dos acontecimentos (atenção, não estou me referindo a qualquer tipo de Teoria Conspiratória de que teria sido prejudicado pela equipe, deixo logo o aviso preventivo para os navegantes). Insondável é insondável (para quem está longe da cena). O FATO é que, de uma maneira ou de outra (ele próprio reconhece), SeBVet não conseguiu extrair da Red Bull nesse novo regulamento o mesmo que Ricciardo extraiu. Mas não estou imbuído do propósito de polemizar, seja com você ou com qualquer outro, também digo de antemão. Olha a última do Christian Horner, aludindo ao fato de que o bom desempenho de Ricciardo pode ter contribuído para a partida de SebVet :

        http://www.bbc.com/sport/0/formula1/30533943

        Quanto à “moleza” de Rosberg, dissecada por você com riqueza de detalhes de como o alemão deveria ter defendido a posição, só posso inferir então que a ultrapassagem de Hamilton nada teve de show, não há outra conclusão para a sua explicação, apesar dos absurdos 22 km p/hora a mais com que o inglês tomou a curva. Mas eu respeito a sua opinião e não tenho a menor pretensão de muda-la. Nosso caro amigo Bruz também acha que Rosberg deu moleza ali. . . Paciência. . . Tenho em mente que existem muitíssimos que jamais reconhecerão Vettel, Hamilton e Alonso, nem que ganhem 10 títulos cada um! Automobilismo também é paixão, e é bom que seja assim, para que seja cada vez mais divulgado e apreciado.

        E quanto a Pérez, também aprecio demais a sua “chilli-tocada”, indo sempre com apetite e muita pimenta malagueta para todos os “gaps”, mas acredito que numa Red Bull ele não faria mais do que fez na McLaren. Pérez não se notabiliza pela rapidez em classificações. Seria devorado por Ricciardo. No entanto, acredito que Pérez vem evoluindo como piloto.

        Forte abraço (e não vou levar a polêmica adiante, por inútil, até porque ambos concordamos com a grandeza de Vettel).

        E aproveito para retificar uma falha de memória lá em cima: Piquet não correu n F 3 Sul Americana e sim na Fórmula Super Vê, onde havia grandes talentos e dentre eles destaco o próprio Nelson e o Guaraná como fora-de-série ambos.

        Curtir

      3. amigo sei que teve vários fatores para esse ano ruim de vettel, são muitos e sei q como humano ele apenas teve um ano ruim como todos nóis temos… e sobre a ultrapassagem do japão achei show do hamiton amigo fazer aquela curva por fora a 330 na freada amigo naquelas sincustancias mesmo sem rosberg ali já é digno de campeão,,,achei mais fantástico a defesa dele no Bahrein do que a ultrapassagem no japão…mas as duas manobras são de poucos ali q tem essa capacidade e vc sabe hehhehhe nunca depreciei Hamilton amigo o q ele fez com Alonso em 2007 ele já me conquistou ali hehehhee sou fã dele tb amigo gosto de muitos ali o único q torço contra é Alonso mas mesmo assim sei q ele é hoje o mas completo, mais pq tb tem mais experiência,talves Hamilton com 32 ou 33 seja mas completo do q Alonso é hoje …agente nem discute agente ver apenas pontos de vista diferentes

        Curtir

  10. wagner disse:

    Pra mim, a disputa mais valorosa foi das Mercedes no Bahrein, dura mas leal, agora, plasticamente falando, Raikkonen foi vítima nas ultrapassagens mais esfuziantes, quando três carros dividiam a mesma curva, se não me falhe a memória, ambas em Nurburgring.

    Curtir

  11. Mauricio disse:

    A ultrapassagem mais marcante pra mim foi do Vettel no Alonso em silverstone pois eram dois carros de performance semelhante e condições parecidas de pneus,parecia uma briga de transito,os pilotos segurando o volante com uma mão e outra gesticulando pra todo lado a 250 por hora,demais! Hamilton em cima do Rosberg nos EUA foi boa tambem pelo fator surpresa,lembrando as manobras do Senna pra cima do Prost.

    Curtir

  12. Francisco disse:

    Pra mim, Monza, Ricciardo pra cima do Vettel. Vettel simplesmente enfiou o rabo entre as pernas e correu pra Ferrari, foi como um tapa na cara!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.