O preço de assistir à Fórmula 1

Motor Racing - Formula One World Championship - Monaco Grand Prix - Sunday - Monte Carlo, Monaco

Assistir às corridas da Fórmula 1 ao vivo e em canais abertos é cada vez mais raro ao redor do mundo. Seguindo diretrizes dos detentores de direitos comerciais da categoria, que buscam garantir contratos lucrativos com as TVs pagas, a temporada de 2015 será vista da mesma maneira que no Brasil em apenas outros 10 países.

A maioria deles está na Europa, berço da categoria, mas s fãs de vários países tradicionais já tiveram de se acostumar com a mudança. A Fórmula 1 continua grátis na Áustria, Bélgica, Alemanha, Hungria, Eslovênia, Eslováquia e na Espanha. Índia, Paquistão e Austrália completam a lista.

Outros países, como Inglaterra e Itália, contam com um sistema de rodízio (tendo metade da temporada com transmissão ao vivo na TV aberta) ou totalmente pago. E a variação dos preços pela assinatura anual impressiona.

Os petrodólares dos Emirados Árabes Unidos não pagam por somente a prova mais cara da temporada, em Abu Dhabi, como também pela transmissão de maior valor. Mas as quantias acobradas em países como Rússia e Estados Unidos, grandes mercados nos quais a categoria luta para se estabelecer, também impressiona.

Coincidência ou não, paralelamente ao crescimento da Fórmula 1 na TV paga ao redor do mundo, a audiência da categoria vem caindo. Os últimos números mostram um decrécimo de 5,6%, de 450 espectadores no mundo todo para 425 em 2014. As perdas aconteceram inclusive na Inglaterra (em 5,2%), país de grande tradição no esporte e terra do campeão Lewis Hamilton.

44 comentários sobre “O preço de assistir à Fórmula 1

  1. Se não foi só pra ganhar acessos errou no título porque parece que voce vai falar de quanto custa viajar para as corridas que alias seria um tema bem mais legal fica a sugestao.

    Curtir

      1. Acontece Bruno, é que tanto vc como eu somos uns “Pela bolas”….
        Enquanto o Ricardinho ai é um cara cheio da grana. Sacou??

        Cada quem sonha com o que pode.
        Sonha o pobre na sua pobreça, Sonha o rico na grandeça.
        Eu sonho com o que posso, nesse blog encantado…

        Que é a vida??.. Um Frenecí, uma Loucura, uma Paixão??

        A vida é feita de sonhos…
        E os sonhos… Sonhos São!

        Curtir

      2. Mestre Bruz, por que mares desconhecidos você andava com sua verve irreverente mas competente? Me mandou não sumir e quem sumiu foi você! Ouviu o canto de alguma sereia que o desviou para longe? E agora, de repente, não mais que de repente, (com licença de Vinicius), vem com nova faceta, mostrando veia poética para definir este blog numa única palavra arrebatadora: ENCANTADO.

        Curtir

      3. aucam voce tem um profundo conhecimento de f1 porque não cria um espaço para você no total race?
        Seria legal blog do aucam.

        Curtir

      4. Djow, muito obrigado pela força, pelo apoio aos meus pitacos aqui no Blog Encantado da Julianne. Gosto muitíssimo deste espaço que ela nos oferece generosamente para que possamos trocar idéias e opiniões, tendo-a como Mestra sempre à mão e muito atenciosa para responder nossas dúvidas! De fato, aqui, em ótimo clima, fazemos amigos que partilham conosco a mesma e fervorosa paixão: o automobilismo, e em especial, a F 1. Realmente, sou apaixonado pelo esporte-motor, principalmente pela Fórmula 1, pelo Rally e pelo Motociclismo. Confesso-lhe que às vezes até andei pensando em fazer um blog falando de automobilismo – e turismo também -, mas olha, caro Djow, vejo que tem tanta gente melhor que eu escrevendo e, sobretudo, pesquisando com afinco, profundidade e métodos esses assuntos! Presto minha homenagem a todos esses blogueiros (alguns excepcionais, realmente) que escrevem com competência e paixão sobre esses temas prazerosos e fascinantes.

        Mas fico muito honrado quando recebo esses incentivos de vocês todos, tão bem e até mais informados do que eu, sobretudo em aspectos técnicos. Aqui só tem “feras” (você é um deles) e os comentários todos têm muita substância, muito conhecimento, o nível é altíssimo, o que sem dúvida alguma é uma das características deste Blog diferenciado, aprendo muito com todos. Assim, vou “desfiando” aqui e ali minhas lembranças de tempos mais antigos que eu possa ter vivenciado ANTES dos mais jovens aqui, mencionando-os para que, àqueles que se interessarem, aprofundem os detalhes pesquisando nessa coisa maravilhosa que é a Internet, posto que o automobilismo é uma constante na minha vida; sempre fui a fundo nele (na medida de minhas possibilidades) e incansavelmente, seja pessoalmente ou buscando informações.

        Turismo também é outro assunto muito interessante, que interessaria a muitos, e certamente seria o outro tema de um eventual Blog que eu viesse a criar, (mas não tenho essa pretensão), com muitas sugestões, pois sempre fui “um estradeiro inato”, apaixonado por belas e remotas paisagens e com várias boas vivências em estradas “must”, aqui e no Exterior, ainda que na maior parte das vezes já desatualizadas, pois, por exemplo, cruzei sozinho ao volante a semi-desértica Patagônia até os Andes no já longínquo fevereiro de 1975, ou seja, há 40 anos! Recomendo sem moderação.

        Forte abraço.

        Curtir

      5. Não tenho sumido não Aucam. Acontece que o fluxómetro tem feito estragos com meus devaneios. O último foi minha visão dos pilotos no seu acionar no ano passado, e ainda nem apareceu.
        Mesmo assim continuo achando este nosso blog um ENCANTO, e nenhuma outra sereia poderá tirar a nossa admiração pela Jú. Ou será mero encanto??
        Andive sim ocupado pela temporada de cine que é fantastica como nunca recordo que tenha sido de un só tirão. Das nominadas a os oscares nada menos que 6 entraram de uma no seleto Top 250 de IMDb, e como se fosse pouco os filmes “Ida” e “Tangerinas” são excepcionais. Filmes que te pegam desde o inicio e que te soltam só nos créditos com um forte sacudão. Tá tudo no blog alterno a Cinematecaweb. Acesso apertando no meu nick.

        Por sinal, o texto do sonho, e minha livre e reducida interpretação da última fala de Seguismundo na obra “A vida é sonho” de Calderon de La Barca. Calderon é o equivalente ao Chaquespeare deles….. Nahhh, Calderon é superior, com uma prosa riquissima e mais prolifico que o ingles no seculo de ouro espanhol. Ai fica isso.

        Curtir

      6. Amigo Bruz, você é surpreendente! Com um blog de altíssima qualidade, não sei como ainda lhe sobra tempo para seus pitacos por aqui e para acompanhar o automobilismo! Creio que um blog deva requerer muita dedicação. Já o havia visitado algumas vezes há algum tempo, e percebo que você deu um notável upgrade nele. Já fui um grande cinéfilo na juventude, porém, nem sei explicar o porque, essa foi uma paixão que foi arrefecendo com o passar dos tempos. Estou muito desatualizado para opinar sobre o panorama atual do cinema. Parabéns pelo seu excelente Blog e pela sua expertise em mais esse tema!

        Curtir

      7. Pois é Aucam, não é facil e demanda tempo, por isso considero e respeito muito a Ju com a dedicação e seriedade que a carateriza neste blog. Mas como dizem por ai: “Sarna com gosto não da coceira”.
        Não demos upgrade, esse blog é alternativo para o cinema atual. O principal que vc deve ter visitado antes é o Cinematecaweb. Se vem é certo que eu puxo bastante o carro, eu não devo levar tudo o merito porque tem varios uploaders que colaboram pelo prazer de disponibilizar cinema de qualidade na rede.
        Insisto que de um jeito de baixar esse filme que te recomendei. É uma historia minima de um velho no meio de um conflito, num lugar onde os caucasicos começam a virar eurásicos. Acredito que vc nunca viu um filme da Georgia.
        Sobre a F1 não tenho jeito. Se vem é certo que antes domingo de GP era sagrado, coisa que há tempo não é, Ainda é coisa que sigo com paixão. Espero que este ano reviva minha paixão.
        Grande abraço meu caro.

        Curtir

  2. Morei um ano na Noruega, e ainda bem que assistia a tudo por streaming porque se tivesse de pagar tudo isso…

    A qualidade da imagem não é boa, mas não abro mais mão de assistir ao fim-de-semana inteiro pela Sky Sports.

    Curtir

      1. Recomendo esse etreaming ai Luis

        http://www.drakulastream.eu/index.html

        Da um clic na aba [Motor] e se despliega tudo quanto tiver disponivel. Se programar vai estar na tua hora local. Escolhe o evento y você verá os links disponiveis. Na F1 a Sky geralmente é o recomendado.
        Ao abrir o link. Vai aparecer propaganda. É só esperar os segundos que te pedem e logo fechar os quadros com o x de cada um.
        A transmisão da Sky começa como 2 hrs antes da corrida, e empata com a GP2. Tenta provar este fimde, que tem Nascar na programação.

        Curtir

    1. Desculpe a intromissão, Billy, teve a oportunidade de percorrer a Estrada do Atlântico, lá na Noruega? Paisagens dramáticas, não? E a Trollstingen Road? Tão espetacular quanto o Passo Stelvio e a Transfagarasan. Aqui no Brasil temos a Serra do Rio do Rastro, a nossa – digamos assim – Pikes Peak, onde Rhys Millen já acelerou pra valer um Tiburon.

      A Estrada do Atlântico:
      /

      /
      Julianne, desculpe por estar fora do post.

      Curtir

      1. Não percorri não, aucam, simplesmente por dois motivos:

        1) Não tinha carteira de motorista;

        2) Admito: para certas coisas, me faltam “balls”.

        É um país para quem é aventureiro. Aí não faltam opções para se esbaldar.

        Curtir

      2. Se estradas radicais não estão no seu perfil, Billy, então permita-me sugerir-lhe pelo menos uma, nada radical: no dia em que tiver oportunidade, não deixe de percorrer a Blue Ridge Parkway e seu prolongamento, a Skyline Drive, que percorrem toda a crista do espinhaço dos Montes Apalaches. São duas estradas-parque (de faixa única), como o próprio nome da primeira deixa claro, que TÊM de ser percorridas no Outono, atravessando um verdadeiro delírio de cores, que explodem em todos os matizes de amarelo e vermelho, com raros salpicos de verde aqui e acolá das árvores mais preguiçosas, que custam a se despir para o Inverno. Um show de beleza natural! Deixe os “apressadinhos”, que andam a 50 km p/hora, num verdadeiro desperdício, o ultrapassarem, e deguste-a em cada metro a 30km p/hora e não se arrependerá, garanto-lhe.O limite legal é de 35 milhas por hora.

        Agora vou confessar-lhe uma coisa: se eu topasse com uma Lâmpada Mágica vadia e dela saísse um Gênio me oferecendo a realização de três desejos automobílisticos, eu nem pestanejaria em: 1 – subir a Pikes Peak e 2 – fazer o clássico Col de Turini, ambos no banco do carona com qualquer um desses pilotos: Walter Rohrl (o Fred Astaire dos pedais), Ari Vatanen, Markku Allen, Juha Kankunen, Tommi Makinen e Stig Blomqvist. Todos astros incomparáveis do insano Group B, verdadeiros poetas das curvas. Confiança TOTAL neles, apesar de já estarem todos “velhões” (mas ainda “tocam” demais!). Também poderia ser com Sebastien Loeb. O terceiro desejo seria fazer umas 5 voltas em Spa num Fórmula 1 biposto, com Hamilton, Alonso ou Vettel ao volante. Uma vez trouxeram Walter Rohrl ao Brasil para demonstrações e lembro-me que até Emerson Fittipaldi ficou impressionado depois de andar com ele no banco do carona, num circuito improvisado.

        Mas eu recusaria pegar uma carona até à padaria da esquina de casa com o bravo Robert Kubica. Aí também já é demais! Premio Nobel de coragem para os navegadores dele, hahahaha!!!! Sem qualquer demérito ao imenso talento do polonês. Tenho a “ligeira” impressão de que ele pensa que pilota dentro de um desenho animado, daqueles bem loucos, onde tudo se recompõe em questão de segundos, hahaha!!! E mais: não me convidem para montanhas-russas, mesmo as mais baixinhas! Pode parecer um paradoxo. E é. Cada um sabe de si, rsrsrs. . .

        Ari Vatanen subindo a Pikes Peak (hoje ela está toda asfaltada). Vídeo manjado, mas sempre bom de rever:

        Julianne, desculpe pelo abuso.

        Curtir

  3. Matéria ridícula, nada explicativa, aquele gráfico que vai até 6000… 6000 o que? criatura? R$, dólares, euros??? E outra o titulo dá a impressão de quanto custa o ingresso nos países… sem comentários…

    Curtir

    1. a primeira frase explica que é sobre transmissao por tv. o final do texto informa que a audiencia tem caído. e o miolo do texto indica a co-relacao entre os altos custos de se assistir f1 pela tv fechada, a opção dos detentores da decisoes de focar justo na tv fechada, e esse resultado de menores audiências.

      e os comentarios dos leitores estão dando a dica de como fugir disso (e da narração da globo) usando streamming

      com o contraponto de um leitor, que nao tem acesso a uma boa conexao, e nem muita grana pra pagar tv a cabo, portanto fica refem da tv aberta, mesmo.

      bom, eu pelo menos captei bastante informação…

      Curtir

  4. que bom que a globo vai continuar por aqui pq o streaming é ótimo mas pra quem tem uma internet de qualidade coisa q aqui onde moro num existe net boa todos os provedores são ruins ou lentos rsrsrrsss e no canal fechado ainda num comprei essas tv´s ainda rsrsrrss

    Curtir

  5. A verdade é que se um piloto brasileiro não despontar nos próximos anos, vamos correr o mesmo risco.

    Acredito muito que a Globo tem vontade de largar o osso. E só não o faz para não deixar um concorrente pegar. Tipo: ruim com, pior sem.

    Curtir

  6. Bruno Flavio tb bati o olho no título e pensei em transmissão de TV…rrsrss mas acho que a globo vai continuar aqui por alguns anos ainda pq ainda estão lucrado e mesmo a audiência caindo se no final a conta é posivita nos lucos continua tipo BBB ninguém gosta mais ,mas dar lucro continua.

    Mas JU tem como outro canal comprar os direitos tipo a FOX ou é exclusividade da globo ate eles quiserem renovar?

    Curtir

    1. Acho que o ponto é esse mesmo: lucro!
      Enquanto houver cotas de patrocínio que cubram os custos com retorno razoável, teremos F-1 na Globo.

      Mas as mudanças me parece inevitáveis: cada vez mais transmissões de estúdio, menos (quase nenhuma, na verdade) matérias pré-temporada, menos repórteres no autódromo, menos matérias pré-corridas, enfim… Hum dia, todos os que assistem corrida estarão aqui, no Blog da Ju, debatendo a corrida – rsss

      Curtir

      1. Pois é, Gerônimo. Um carro assim e suas variantes nas outras equipes nos levariam imediatamente ao futuro, tornando peças de museu os desenhos atuais! Torço muito para que isso aconteça e tudo indica que esse Maurizio Arrivabene está chegando “chegando”!

        Curtir

      2. isso mesmo aucam, vejo com bons olhos as mudanças que ocorreram na Ferrari, penso que já havia um desgaste na relação de trabalho da equipe. devido ao resultados não alcançados nos últimos anos, que era chegar ao mais alto lugar no pódio. a antiga parceria não atingiu o sucesso que eles esperavam. e como numa empresas que busca resultados relevantes devidos os altos investimentos é normal as cobranças excessivas por resultados eficazes. mas quando o objetivo buscado não vem é hora de mudar e ver o que estava errado. por isso vejo como boa, as mudanças na Ferrari. seria bom para o f1, para o campeonato em geral. equipes como Ferrari, McLaren, Mercedes, Williams, e Red bull, como também as outras se tornarem competitivas. quem ganharia com tudo isso serio telespectador, vamos ver como se desenrolar o ano de 2015.

        Curtir

      3. aucam meu amigo o carro é fera, mas num acredito nessa mudança radical naum, mas ontem vendo a meteria de Ferrari sobre aquele carro la de 2,5 milhões e 1050 hp de potencia a cara de vettel olhando o motor parece de uma criança feliz quando ganha um bringuedo kkkkkkkkk

        Curtir

  7. Legal, sou chato.
    1) Achei que a matéria seria um informativo de quanto custa seguir o circo.
    2) “Os últimos números mostram um decrécimo de 5,6%, de 450 espectadores no mundo todo para 425 em 2014.”. Quantos espectadores? 425? Só isso? Por isso a McLaren não consegue fechar um patrocínio Masters (rsrsrsrsrs)

    Curtir

  8. isso faz-me pensar, que mesmo com os números de telespectadores caindo, e o custo alto, no qual, são estabelecidos esses contratos multimilionários. a formula 1, continua ainda muito lucrativa. agora quem comanda o circo, precisa pensar também no publico consumidor, seja ele telespectador ou aqueles que frequentam os autódromos. a indagação é o porque do desinteresse do público consumidor da formula 1. será que não há um descaso da gestão da f1, perante o público e as próprias equipes. quer dizer, equipes falindo pela falta de distribuição mais equitativas, mudanças de regras absurdas que fazem equipes boicotarem algumas corridas como ocorreu no GP dos Estados Unidos, disputado em Indianápolis, em 19 de junho de 2005 e 2014. logo quem poderá mudar esse cenário a não a própria gestão da formula1. o problema é quem recebe a maior fatia dos lucros, vai ter coragem de propor um administração que haja a distribuição do montante mais equitativa ou igualitária, se não isso uma distribuição justa em prol da própria f1. se não, vamos continuar vendo uma categoria que lutar a cada ano para não perder mais uma equipe.

    Curtir

  9. Acho que a RTL é um canal a cabo, ou por satélite aqui na Alemanha. Então não é aberta, nem grátis. Eu, pelo menos, só acesso a cabo, e moro na cidade de transmissão dela. Köln.

    Mas vai assistir F1 na TV aqui na Alemanha, vai.

    Por melhor que sejam os comentaristas (Niki Lauda entre eles), por melhor que sejam as reportagens. Simplesmente, na corrida, ao vivo, tem 4, 5 sei lá quantos comerciais no meio da transmissão. Não importa se é troca de pneus, o maior pega, troca de posições, momentos chaves, não importa, vai entrar comercial. E tu vais ficar vendo comercial de cerveja, ou seguro, enquanto a corrida acontece.

    É ridículo.

    Se não quer ver comerciais, tem que assinar o pacote da SKY.

    Abraços

    Gustavo Medeiros

    Curtir

    1. pelo menos a globo nao enfia comerciais no meio das transmissões. me lembro pelos posts da juliane com as transmissoes comentadas que a tv espanhola insere comercial no meio da corrida também…

      Curtir

  10. A TV paga é o futuro da F1 mas no Brasil é complicado.

    O público da Tv por assinatura está mudando e a grade os canais vem acompanhando essa mudança. Seriados, programas de auditório e etc estão sendo dublados pra atender a demanda.

    Canais de esporte ainda têm audiência mas acho pouco provável que esse novo público seja seduzido pela Formula 1.
    Mesmo que haja um brasileiro vencendo corridas.

    Acho muito difícil pensar em F1 na tv brasileira no futuro próximo.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s