CONFIRA O PLACAR ENTRE COMPANHEIROS E AS DIFERENÇAS NA CLASSIFICAÇÃO DO GP DA Itália

 

Hamilton 11 a 1 Rosberg
Ricciardo 7 a 4 Kvyat
Massa 7 a 5 Bottas
Raikkonen 3 a 9 Vettel
Button 5 a 5 Alonso
Hulkenberg 8 a 4 Perez
Verstappen 4 a 7 Sainz
Maldonado 1 a 11 Grosjean
Nasr 6 a 6 Ericsson
Merhi 3 a 8 Stevens

Diferenças de hoje:

Hamilton x Rosberg: 0s306

Ricciardo x Kvyat: sem tempo

Massa x Bottas: 0s187

Vettel x Raikkonen: os054

Button x Alonso: 0s096

Perez x Hulkenberg: 0s691

Sainz x Verstappen: sem tempo

Grosjean x Maldonado: 0s377

Ericsson x Nasr: 0s441

Stevens x Merhi: 0s181

As diferenças são calculadas nas sessões em que o companheiro com classificação pior é eliminado e os placares contabilizam o resultado do treino, e não a posição de largada, que pode ser alterada devido a punições.

14 comentários sobre “CONFIRA O PLACAR ENTRE COMPANHEIROS E AS DIFERENÇAS NA CLASSIFICAÇÃO DO GP DA Itália

  1. A Ferari está muito competitiva. Vettel costuma largar muito bem. E uma boa largada amanhã vai fazer toda a diferença.. Acredito em uma grande corrida amanhã.

    Curtir

    1. Se tivesse ao lado do Hamilton eu apostaria também no “Fettel”. Más ele esta atras do pole. Quem deve dar o pulo-do-gato éh o Ice-Man. Acho que os kras devem ter juízo porque logo a frente tem uma chicane. A corrida também se perde na primeira volta!

      Curtir

  2. Hamilton esta imbatível como sempre, Rosberg muito mal, Kimi incrível !!! Espero um corrida emocionante para amanhã , com certeza … lógico do Hamilton para trás !!!
    Pessoal vejam este vídeo com o convidado do dia da Ferrari, Rubens Barrichello que ainda mantém o recorde da pista de Monza :

    Essa volta foi a pole position de Monza em 2004!!!
    Obrigado Julianne !!!

    Curtir

  3. Enquanto a corrida não chega, vale a pena recordar. Monza – ao longo de sua história – tem presenciado CHEGADAS ÉPICAS! Em CNTP, certamente Hamilton – tocando seu Stradivarius, digo, W06 – vai chegar à frente pela distância que ele quiser impor; mas vamos torcer para que amanhã a disputa pelo segundo lugar tenha um final parecido com essas vitórias – naqueles tempos não havia DRS, only balls! Farei as postagens de maneira homeopática, para não ser pego pelo fluxômetro, que não perdoa mais de 1 vídeo por vez):

    https://www.youtube.com/watch?v=cQURylYN13w – 43 seg. GP Monza 1969 – Chegada épica com 4 carros! Stewart venceu o fantástico Jochen Rindt por 8 milésimos de segundo, por 17 milésimos a Beltoise e por 19 milésimos a Bruce McLaren!

    Curtir

  4. https://www.youtube.com/watch?v=juk9JDg2k2k 2min.14seg. GP de MONZA 1971 – a chegada mais apertada de TODA a História da F 1! 5 carros separados por apenas 0,61 segundos! Aos 1min e 49s observem o estilo arrebatador de Peterson ao sair da curva em ligeiro four wheel drift, sua marca registrada e inesquecível. Como curiosidade, o Dr. Helmut Marko era piloto de um dos quatro carros que compunham a esquadra da BRM.

    Curtir

  5. https://www.youtube.com/watch?v=G8JhWyxekzQ GP de MONZA 67

    Surtees degustou demais essa vitória, obtida para a Honda na Casa da Ferrari, da qual havia saído ressentido, por não ver suas sugestões atendidas por Eugênio Dragoni, o “Team Principal” da época. Dá nostalgia ver isso, em face dessa fase atual da Honda. . .

    Surtees viu que não conseguiria resistir a Brabham, cujo carro tinha mais ação e vinha “embutido” nele, mas percebeu o óleo que havia à frente e – malandro (no bom sentido, Surtees sempre foi um piloto muito ASTUTO) abriu uma verdadeira avenida para Brabham. Sir Jack não hesitou em receber o inesperado “presente” e seu carro, mergulhando na trajetória de óleo, destracionou o suficiente para Surtees respirar aliviado e vencer a corrida por margem MÍNIMA! Jim Clark teve nessa corrida uma das maiores atuações de sua vida, pois liderava, teve um pneu furado, foi aos boxes para a troca do pneu, recuperou a liderança mas teve que chegar em terceiro por falta de gasolina, eis que quando ele parou, Chapman retirou gasolina do tanque para possibilitar a Clark uma chance, mas calculou mal a quantidade. Corrida épica!

    Curtir

  6. Boa Aucam!

    Por falar em companheiros, hj na Sportv eram só elogios ao Ericsson, dizendo que nessa temporada ele está surpreendendo.

    Que acham? Ele presta ou o Nasr que não é essas coisas?

    Curtir

    1. Caro AUGUSTO: na minha insignificante opinião, no geral, Ericsson é muito subestimado e Nasr muito superestimado. Quando correram na GP 2, ambos obtiveram vitórias, mas as de Nasr vieram mais tardiamente, em função do estilo bem conservador dele, até então. Lembro-me de Ericsson na GP 2 com um estilo mais atirado que Nasr. Quando passou à F 1 este ano, Nasr abandonou a culinária de galos em banho-maria à qual se dedicava na GP 2 e o discurso sempre auto-indulgente que praticava, passando a se soltar e a arriscar mais, e produzindo boas performances no início da temporada, que me surpreenderam agradavelmente. Inclusive, este ano Nasr parece ter adotado uma postura mais modesta em suas declarações, o que também me agradou, pois “fui educado automobilisticamente” observando o comportamento SEMPRE humilde do grandíssimo Emerson Fittipaldi, desde os seus tempos de F Vê 1.300 na segunda metade dos anos 60, uma elogiável humildade que perdura até hoje, depois de tantos títulos, vitórias e fama!

      Como brasileiro, torço pelo sucesso e pela consolidação de Nasr na F 1, pois, no horizonte visível, ele é a realidade mais próxima para a continuação do Brasil na F 1, quando Massa se retirar. Mas, francamente, se ele repetir as trajetórias de Massa ou de Barrichello na F 1 para mim já estará de bom tamanho e de acordo com as minhas expectativas, ou até superando-as, pois até aqui não consigo ver Nasr como um piloto melhor – e de talento tão mais marcante – que tantos outros brasileiros, que como ele também levantaram títulos e/ou obtiveram vitórias nas categorias de acesso (F 3 inglesa, F .3000, GP 2) e que, no entanto, não se firmaram na F 1, como Ricardo Zonta, Bruno Junqueira, Roberto Pupo Moreno, Christian Fittipaldi, Antonio Pizzonia, Lucas Di Grassi, Bruno Senna, Enrique Bernoldi e outros.

      Nasr venceu o piloto McLaren Kevin Magnussen na F 3 britânica? Pois Paul Di Resta também venceu Sebastian Vettel no título da F 3 Euro Series, em 2006. . . No entanto, torço para que Nasr continue em ascensão e me surpreendendo. Eu acredito que Nasr tem mais talento e velocidade que Marcus Ericsson, embora esteja enfrentando alguns percalços ultimamente. Pelo que mostrou até aqui, Ericsson não aparenta ter perfil para campeão ou para piloto de ponta.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s