Drops do GP da China

Essa legenda não foi uma das melhores coisas do final de semana?
  • O paddock gigantesco e as bases das equipes, escondidas em meio a arbustos em um verdadeiro labirinto, devem agradar bastante quem quer esconder seus segredos na China. Sem brincadeira: você enxerga onde está o escritório da Williams, por exemplo, mas como não tem um barco para cruzar até lá, tem de adivinhar a rota para chegar ao destino.
  • Bom para a Sauber, equipe que está dando o que falar nestas primeiras etapas. Lembra da saga da foto oficial da temporada, em que Wehrlein foi o escolhido e Giovinazzi ficou de fora? Bem, o chefe de imprensa da Sauber achou por bem que o italiano estivesse na foto, até que foi alertado pelo chefe de imprensa da FIA que isso poderia “não passar uma boa imagem”.
  • O fato é que muitos começam a duvidar da história de Wehrlein não estar em condições físicas de correr. O alemão foi parar na Sauber em uma negociação que envolveria uma mudança do motor Ferrari para o Mercedes ano que vem, mas desde então o time suíço já admitiu que também vem negociando com a Honda.
  • Outra linha de pensamento sugere que a pressão de manter Giovinazzi vem da Ferrari, insatisfeita com o rendimento de Kimi Raikkonen. Veremos o que acontece nos próximos capítulos.
  • Falando em interesses e negociações, ouvi uma boa de um colega após a sexta-feira terminar com Lance Stroll em terceiro. Afinal, caso nenhuma outra sessão pudesse ser disputada, o canadense largaria nesta posição na corrida. “O papai vai comprar os heliportos e mandar fechar tudo”.
  • A mentalidade da família é bem assim mesmo. Não pude deixar de ouvir uma conversa em que Lance contava a membros de seu staff que queria comprar um tubarão. “Um pequeno custa uns 300 mil, não é caro”. Ok, então!
  • Continuando no tema Williams, foi curioso ver a mudança na postura de Felipe Massa entre a quinta-feira, quando destacou que o time não tinha andado com pista molhada, ao contrário dos rivais, e na sexta-feira, quando adotou o discurso de “é o mesmo para todo mundo”. Afinal, foi devido a um acidente de Stroll que o carro não foi à pista no dia de testes com chuva artificial.
  • Sempre ouvi de colegas que ‘não ia ninguém’ ao GP da China. Talvez tenha ficado essa impressão nos primeiros anos, pois havia 100mil lugares nas arquibancadas e tudo parecia mesmo muito vazio. Mas, ao longo dos anos, o metrô chegou à porta do circuito e, com preços acessíveis, o público está longe de ser um fracasso: neste final de semana, a prova atraiu 145 mil nos três dias. É mais, por exemplo, que o GP do Brasil.
  • Os preços camaradas ficaram mesmo reservados aos torcedores. Aos jornalistas e fotógrafos, coube pagar por volta de 500 reais (basicamente o preço de um ingresso para ver a corrida da reta dos boxes) para usar a internet, que é de graça na grande maioria dos circuitos. Mais uma vez, os chineses conseguiram superar o Brasil.
  • Foi minha primeira visita à China e, claro, várias coisas chamaram a atenção. Mas nada como um vídeo mostrado à exaustão no metrô no qual Shanghai aparecia como uma cidade moderna, vibrante, com pessoas muito felizes e, logo depois, tinha início uma série de desenhos de bons modos no transporte público – que, aliás, não são seguidos ainda – incluindo um item fundamental: não usar crocs!

8 comentários sobre “Drops do GP da China

      1. Emanuel, o que a Julianne é exatamente a questão, ele participou do segundo teste e dos treinos livres na Austrália, se a lesão fosse mesmo tão séria (e acredite uma lesão na vértebra cervical é MUITO sério) os médicos não teriam liberado.
        Então, ou os médicos estão rasgando os seus diplomas ou o Toto Wolff está mentindo!

        Curtir

  1. Como é a alimentação para o pessoal da imprensa nos circuitos? No caso da China, entra aquelas insetos fritos suculentos no cardápio?

    Curtir

    1. A comida não é a melhor do mundo, mas é uma das poucas salas de imprensa em que há comida o dia todo. Rango mesmo!

      A parte proteica é bem disfarçada com molhos picantes ou agridoces. Agora exatamente o que era, é melhor nem saber.

      Curtir

  2. Jú adoro seus posts sobre bastidores. Devia ampliar mais ter mais passarinhos no paddock. Parabéns. A temporada ate agora esta muito chata. Temporada de 16,12 e 08 foram as melhores na minha opinião. Miss you rosberg

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s