Drops do GP do Bahrein

  • A quarta-feira antes de um GP, especialmente nas dobradinhas (corridas em finais de semana seguidos) são um dia tradicional de deslocamento para os jornalistas e uma chance de dar uma respirada depois de muitos dias de trabalho intenso. Então dá para entender por que a frase “Alonso arruinou minha quarta-feira” foi repetida algumas vezes.
  • Por um bom motivo, claro. A notícia é incrível. Mas imagine o ânimo de um competente colega que tinha a história quase toda apurada, sentindo-se quase pronto para dar o furo. Na quarta, a McLaren soltou um release para alguns membros da mídia inglesa solicitando um embargo, prática comum no jornalismo: assim todos dão a notícia na mesma hora. Mas um jornalista da BBC quebrou o acordo de cavalheiros e deu a nota antes de todos – e antes também que ele mesmo embarcasse para o Bahrein e perdesse o prazo do embargo.
  • Mas o paddock não é cego e não é a toa que o primeiro colega em questão, aquele que tinha as informações que ninguém mais tinha, Chris Medland, está ganhando espaço.
  • Muitos perguntaram sobre o sumiço de Felipe Nasr. Ao que parece, quem cuida de sua carreira tem cometido os mesmos erros que o tiraram do grid da Fórmula 1 neste ano, perdendo o timing de algumas oportunidades, como na LMP2. Antes disso, também houve negociações com a Fórmula E. Mas, por enquanto, nada.
  • A fase de Bottas parecia que iria de mal a pior na quinta-feira. Enquanto falava com os jornalistas sobre o erro na China, sua coletiva teve várias interrupções. Livio Oricchio entra, liga seu gravador e uma mensagem inesperada faz todos caírem na risada: “Seu nível de bateria está… alto”. Depois, mais gargalhadas vêm de dentro do escritório da equipe. Um engenheiro entra achando que a sala está vazia e leva um susto. Ninguém ignora a sequência, mas Bottas se mantém impassível. 
  • Dizem que os finlandeses não expressam muito suas emoções, mas o contraste do semblante de Bottas entre o sábado e o domingo foi marcante.
  • No Bahrein, a organização oferece uma grande área de refeições, algo raro na temporada. E é coletivo, para todas as categorias, então não é raro almoçar ao lado de um piloto com o macacão na cintura do seu lado. Mas não de F-1, claro.
  • Falando em categorias de acesso, achando que estava fora de qualquer competição, Coletti descuidou da dieta e programou férias em todos os finais de semana de corrida porque não suportaria ver as provas de fora. Mas fechou por mais uma temporada na F-2. O que mais doeu foi deixar a folga em Barbados com a namorada, marcada para coincidir com o GP de Mônaco.
  • E, para finalizar, fica uma dica para Fernando Alonso: sabe como começou a campanha de Alex Rossi para estrear com vitória nas 500 Milhas de Indianápolis? Com um porre homérico durante o GP da Rússia, próxima etapa do campeonato da Fórmula 1.

Um comentário sobre “Drops do GP do Bahrein

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s