Confira o placar entre companheiros e as diferenças na classificação do GP da Espanha

Hamilton 3 a 2 Bottas
Ricciardo 3 a 2 Verstappen
Massa 5 a 0 Stroll
Raikkonen 0 a 5 Vettel
Alonso 5 a 0 Vandoorne
Perez 4 a 1 Ocon
Kvyat 2 a 3 Sainz
Hulkenberg 5 a 0 Palmer
Wehrlein 3 a 0 Ericsson
Grosjean 2 a 3 Magnussen

Diferenças de hoje:

Hamilton x Bottas: 0s232

Verstappen x Ricciardo: 0s469

Massa x Stroll: 0s273

Vettel x Raikkonen: 0s239

Alonso x Vandoorne: 0s517

Perez x Ocon: 0s203

Sainz x Kvyat: 0s195

Hulkenberg x Palmer: 0s310

Magnussen x Grosjean: 0s120

Wehrlein x Ericsson: 0s005

As diferenças são calculadas nas sessões em que o companheiro com classificação pior é eliminado e os placares contabilizam o resultado do treino, e não a posição de largada, que pode ser alterada devido a punições.

5 comentários sobre “Confira o placar entre companheiros e as diferenças na classificação do GP da Espanha

  1. São vários 5×0. Se eu tivesse que apostar, diria que essas diferenças se devem ao fato dos carros serem mais rápidos e ariscos que antigamente. Nessas condições, as diferenças entre os pilotos mais e menos talentosos se tornam mais evidentes, com exceção aos novatos, que ainda precisam se adaptar à categoria e não podem ser tão friamente julgados.

    Curtir

  2. Já é possível afirmar que a Ferrari chegou na Mercedes em classificação, algo impensável até o mês passado.

    Para Vettel, deve ficar de olho em uma coisa: na Rússia, quase perdeu a pole ao perder tempo no ponto mais sinuoso do circuito, o 3º setor; na Espanha, literalmente a perdeu lá, pois vinha mais de 4 décimos mais rápido do que o tempo da pole. Perdeu quase meio segundo lá, ainda que parte dele possa ser atribuído a um erro. É bom ficar de olho, pois a próxima prova é em Mônaco e, nessa Fórmula-1 escassa de ultrapassagens, posição de grid é fundamental.

    Também deve-se ficar nos pequenos problemas de confiabilidade que a Ferrari tem enfrentado. A equipe, que sempre se caracterizou por produzir verdadeiros tanques de guerra (o que permitiu a Alonso se manter na briga em 2012), tem pecado nesse quesito desde o ano passado (vale lembrar as seguidas quebras de câmbio), tendo Vettel utilizado já seu 3º motor de combustão interna em 5 corridas incompletas. Tudo bem que poderão ser utilizados no futuro, ainda mais nas sextas-feiras, mas certamente não poderão sofrer atualizações.

    Quanto ao “pacotão” de novidades da Mercedes, certamente trouxe benefícios à equipe, mas nada muito se comparado ao que se esperava depois do FP1, em que Hamilton e Bottas colocaram quase um segundo na Ferrari. A verdade é que la Ferrari c’è, e esse campeonato se parece cada vez mais com o de 2007. Será Bottas para Hamilton o que o próprio foi para Alonso?

    Curtir

    1. Billy,
      Tenho me perguntado isso, será que mais uma vez um título vai cair no colo de um finlandês?
      Torço pra Ferrari acertar logo a frente desse carro, triste ver o Kimi tomar esse vareio do Vettel.
      Falando nisso Julianne, como esse aspecto é visto no Paddock? Vale lembrar que em 2014 “o duelo que não houve” entre Kimi e Alonso, colocou o prestígio do homem de gelo em xeque.
      Abraços pros meninos e beijos pras meninas.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s