Campeões S/A

Hora de promover marca de surf… quer dizer, de correr nos EUA

Foi difícil não cair na risada ao receber um comunicado de imprensa da McLaren no final do ano passado com os dizeres: “McLaren confirma Kimoa como parceira oficial de surfwear”. Primeiro, porque é difícil imaginar qual o paralelo entre o surf e a F-1, mas principalmente por ser a McLaren, conhecida pelo ar sisudo muito em função dos anos sob o controle de Ron Dennis. Mas o time tem apostado em uma mudança e ela tem sido cuidadosamente observada e aproveitada justamente por alguém que o próprio Dennis fez sair pela porta dos fundos há 10 anos.

Para quem não sabe, Kimoa não é um projeto de um surfista, mas sim de Fernando Alonso e um grupo de amigos. Um projeto moderno, apostando em vendas online ao invés de lojas físicas e usando fortemente as mídias sociais do piloto – e agora sua equipe – para se promover.

Além disso, Alonso viu outras oportunidades de negócio dentro de “seu” mundo. O piloto fez um museu ao lado da pista de kart de alto nível que ele mesmo desenhou e que recebe inclusive etapas do campeonato europeu – e deve sediar o mundial em breve. Lá, também são dadas aulas de educação vial para escolas e são promovidos “campings” para instruir jovens kartistas. Alonso também ganha dinheiro produzindo seus próprios karts (o FA Kart) e toda uma série de produtos relacionados ao esporte – macacões, balaclavas, etc. Ah, e os motores usados no Circuito Fernando Alonso, localizado em La Morgal, nas Astúrias, são Honda, ok?

A partir do ano passado, outra relação construída por meio da McLaren foi usada por Alonso: a Logitech, do ramo de acessórios para games, se tornou a parceira oficial da equipe FA Racing G2, de automobilismo virtual, que terá roupas… Kimoa.

São estratégias que Nico Rosberg vem tentando, mas claramente sua marca não tem tanto apelo. O alemão perdeu a condição de embaixador da Mercedes por pedir dinheiro demais e vem apostando em parcerias mais óbvias para pilotos, como relógios e marcas de roupas sociais masculinas, ao mesmo tempo em que está de olho – como muita gente, aliás – na Fórmula E como uma boa plataforma para o futuro.

Mas é impossível falar em futuro sem pensar em Lewis Hamilton, o rei das mídias sociais e quem mais se conecta e lucra com o mundo atual, ainda que esteja passando por uma fase de “DR” com elas, tendo deletado todas as suas postagens após uma chuva de críticas pelo vídeo em que criticava uma criança por escolher usar um vestido. Ainda assim, ele é, de longe, o piloto mais seguido – tem 5,6 milhões de seguidores no Instagram. Lá, sempre cita(va) seus parceiros, que vão de marca de relógio, algo até corriqueiro para pilotos, até marca de bebida energética (quem nunca viu o rosto dele estampado na latinha da Monster?), fone de ouvido por meio das playlists de Spotify que divulga, de cosméticos. Muitas delas também ligadas à Mercedes e que também têm seus contratos específicos com o piloto.

O fato é que, para Hamilton, esse parece ser apenas o ponto de partida. Perguntei a ele recentemente sobre esses projetos e o piloto mal podia esconder sua empolgação. “Sou muito bom em outras coisas além de correr e espero que as pessoas recebam bem as coisas que vou fazer”. Quem aposta o que vem por aí?

5 comentários sobre “Campeões S/A

  1. Oi Julianne, até o Kimi agora com Instagram, viu? E será por que o Vettel não explora essa área do marketing que a F1 e a visibilidade o proporciona?

    Admiro muito seu trabalho, parabéns.

    Curtir

    1. Tendo Instagram ou não, o Kimi tem uma proposta diferente de marketing: ele investe em coisas que ele gosta, como em sua equipe de motocross, não necessariamente em algo que lhe dará dinheiro. E o Vettel não parece se sentir a vontade com qualquer exposição extra-pista.

      Obrigada!

      Curtir

  2. Suas matérias são sempre ótimas.
    E as fotos no Instagram são lindas. Adoro fotografia.
    Você consegue ter idéia de quem vai ocupar a vaga do Massa?

    Curtir

  3. ju,
    foi muito legal ver voce na transmissão aquele dia,gosto muito do seu blog,fico muito triste pelo massa,mais vida que segue,outras campões tambem foram despachado sem grande honra,hoje que fiquei sabendo sobre o kvyat na ferrari,gosto do russo mesmo nao tendo uma cotaçao boa no meio,hj torço bastante para o ocon,espero que nao seja um futuro bottas.obrigado

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s