Vocês perguntam, o paddock responde: a dificuldade de Vettel valoriza performance de Rosberg contra Hamilton?

Hoje tem novidade no blog! Vão ser posts mais curtos, com um propósito bem claro: levar para o paddock alguma questão que é levantada pelos leitores por aqui.

Começo com uma discussão que vi brotar por aqui em algumas oportunidades nos últimos meses: será que a dificuldade que Vettel está enfrentando na disputa com Hamilton não coloca sob perspectiva o trabalho que Nico Rosberg deu ao piloto inglês especialmente no ano de seu título, em 2016?

Naquela temporada, Rosberg conseguiu abrir uma vantagem considerável até o GP do Japão, saindo de Suzuka com 33 pontos a mais e quatro provas para o fim. E depois só administrou.

Tanto ele, quanto Hamilton, tiveram um sétimo e um quinto lugares e, enquanto o inglês terminou todas as outras provas no top 3, enquanto Nico teve dois quartos postos. E os dois abandonaram o GP da Espanha, quando se encontraram ainda na primeira volta. Isso nos leva à prova que foi a fiel da balança: a quebra de motor da Malásia.

Olhando o campeonato dessa maneira, é difícil sustentar que Rosberg foi, de fato, melhor que Hamilton naquele ano. Porém, existe um consenso justo de que o alemão não é páreo para o inglês, o que valoriza esse seu campeonato, já que conseguiu uma disputa tão igualada.

Mas o que as derrotas de Vettel frente a Hamilton têm a ver com isso? Foi perguntar justamente ao Lewis o que ele acha dessa teoria. Devo dizer que ele me pediu para repetir a pergunta, como se fosse algo que nunca lhe passou pela cabeça. E fez aquela cara de “no way”! Isso porque, para ele, simplesmente Rosberg e Vettel não estão enfrentando o mesmo Hamilton.

 

“Não entendo esse pensamento. Não estava no meu melhor momento em 2016. Estou no meu melhor momento agora, então definitivamente é difícil lutar contra mim no momento. Com qualquer um, é muito difícil bater um piloto quando ele está em seu melhor momento, e eu definitivamente não estava no meu melhor momento naquele ano. Não dá para estar no topo o tempo todo. E não sei o que mais posso dizer a respeito.”

 

E aí, concordam com Lewis?

24 comentários sobre “Vocês perguntam, o paddock responde: a dificuldade de Vettel valoriza performance de Rosberg contra Hamilton?

  1. Penso que Rosberg é extremamente bom piloto…e fez oq tinha q fazer em 2016, com muita dedicação. Mas Lewis, está bem longe dele, não fosse aquela quebra…Na minha perspectiva o valor daquele campeonato deve-se ao empenho do Nico. Lutou contra um Hamilton que definitivamente não é o mesmo de hoje…e suou muito e contou com a quebra pra vencer.
    Na minha humilde opinião: Não confere mais valor ao feito do Nico…o valor já está lá…se chama dedicação extrema e uma boa pitada de sorte…abraço e bom trabalho!

    Curtir

  2. Verdade, Vettel está lutando contra um Hamilton bem melhor que aquele de 2016. Nico teve sorte de pode jogar em cima de erros e falhas mecânicas. Por isso se aposentou, sabia que jamais reconquistaria o título sem encontrar situação incrivelmente tão favorável.

    Apesar das vinte e tantas vitórias, Nico foi one hit wonder. Pilotos como ele só ganham quando o mar se parte. Cada década tem um ou dois campeões assim. 2016, 2009, 1996, 1992, 1982, etc…

    Curtir

  3. Concordo, com certeza valoriza ainda mais o Rosberg, e eu ainda acho que o Schumacher, pois falávamos muito da dificuldade dele frente ao Rosberg no seu retorno já com 40… anos fora da F1 a tempos, numa F1 sem testes etc….

    Curtir

  4. Tá ai a comprovação do que eu já sabia: Julianne Cerasoli é simplesmente a melhor na F1. Fazer uma pergunta que leva alguém a pensar pela primeira vez no assunto, não se vê todo o dia. Ainda mais quando se trata de um dos envolvidos diretos no assunto. E claro, Nico nunca esteve no nível do Lewis, tanto que ao batê-lo, logo se aposentou evitando uma defesa do título, e o Hamilton hoje está melhor do que em 2016.

    Curtido por 2 pessoas

  5. Considero ele um piloto excelente, veloz e eficiente desde sempre. Não é gênio como Hamilton e Alonso, mas tem condições de dar trabalho para qualquer piloto do grid atual. Coloco ele no mesmo nível da melhor fase do Button.

    Curtir

  6. Penso que em 2016, Hamilton achou que poderia superar Rosberg a qualquer momento, e assim não se focou totalmente na disputa no início do campeonato, com Rosberg vencendo os 4 primeiros GP’s.
    Após isso teve uma boa arrancada, e realmente teria vencido o campeonato, não fosse a quebra na Malásia.
    Rosberg foi campeão em 2016 e com muitos méritos, mas não teria chances com o Hamilton de 2018.
    Mas a comparação entre Rosberg e Vettel é difícil de ser feita. Vettel é superior, mas não tanto quanto a quantidade de títulos entre os dois sugere ser.

    Curtido por 1 pessoa

  7. A situação do Rosberg era infinitamente mais fácil do que a que Vettel enfrenta.
    Pra começar, tinha acesso aos dados do Hamilton para melhorar sua própria performance, e admitiu ter feito uso irrestrito disso.

    O carro era o mesmo, então não tinha disso de “na pista tal, o carro x virá mais forte”.

    E Hamilton não tinha escudeiro em 2016 como tem agora.

    Continuo achando Vettel melhor.

    Hamilton perdeu em 2016 porque largou pessimamente mal em metade das corridas. A corrida já virara limitação de danos logo na primeira volta. Ainda pagou três punições por troca de componente, contra uma de Rosberg, e uma quebra, contra nenhuma de Rosberg.

    Então mesmo esse Hamilton longe do ideal de 2016 ainda era mais do que o suficiente para bater Rosberg caso a confiabilidade do carro fosse a mesma. Toto Wolff disse que a quebra da Malásia foi causada por um anel cujo custo era de alguns centavos. O que definiu aquele título foi meramente esse azar. Ou sorte para o Rosberg de não ser ele a sofrer esse problema.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Bem, acho que, por um lado, o Lewis está certo. Realmente ele não estava em um bom momento e o Rosberg aproveitou essa fragilidade dele e conseguiu levar o caneco; mas por um outro lado, se Rosberg estivesse em uma outra equipe, não ganharia esse campeonato. Se ele estivesse em uma Red Bull, não chegaria tão longe. Acredito que o Rosberg ganhou o campeonato com o carro certo e na hora certa. Se continuasse em 2017 e em 2018, não chegaria nem perto como o Vettel chegou com a Ferrari.
    O Lewis provou que está muito mais ligado do que os outros. O Vettel é um ótimo piloto e tem um ótimo carro, melhor até que a Mercedes em uma boa parte desse ano, mas o Lewis prova que um bom piloto faz ganhar o título mesmo com um carro não tão equivalente…

    Curtido por 1 pessoa

  9. É realmente uma perspectiva interessante que surgiu aqui no Blog, mas ao invés de discordar ou concordar, com o Luís Amilton, colocarei alguns fatos sobre o Sebastião Vettel e Nico (seria diminutivo de Nicolas?) Rosberg:
    Sobre Rosberg:
    Ele sempre soube que em condições iguais não seria páreo para Hamilton.
    Quando a Mercedes modificou as borboletas do câmbio (me falha a memória o quê mudou exatamente, me ajudem universitários!), ele se enfiou no simulador para compreender bem o quê havia mudado. Como resultado largou melhor que Hamilton em 4 ou 5 provas seguidas.
    Quando Hamilton desfocou no campeonato, tratou de abrir a maior margem de pontos possíveis para o companheiro, pois sabia que em condições normais não seria páreo para ele.
    Com a vantagem, administrou até a última prova e Voialà! Temos um campeão mundial.
    Sobre Vettel:
    Desde a época da Red Bull que ele erra sob pressão.
    É páreo para Hamilton em condições normais e sabe disso.
    Por saber que é páreo para Hamilton arece ter relaxado.
    Esse relaxamento parece ter causado pressão em Vettel levando-o a diversos erros na temporada.
    Com isso Hamilton virou a mesa e é virtualmente campeão mundial.
    Conclusão:
    Para vencer Hamilton, Rosberg trabalhou todas as suas fraquezas e fortalezas, Vettel parece ter relaxado e esquecido disso. Perder seguidamente para um piloto dito inferior, abalou a confiança de Hamilton e ajudou Rosberg. Vencer de um piloto dito igual, ou melhor, aumentou a confiança de Hamilton e complicou o lado do Vettel.
    Essa última parte é mais um chute do que um fato em si, mas faz sentido se analisarmos os fatos acima.
    Grande abraço a todos do Blog!

    Curtido por 1 pessoa

  10. Sem dúvidas que valoriza .

    Piltotar não é apenas habilidade, é também saber lidar com seus pontos fortes e fracos e, no esporte de alto nível, a consistência mental é uma habilidade chave.

    Todo mundo sabe que não é nenhum gênio. Mas é diferenciado, muito semelhante ao Button, por exemplo. E que conseguiu o que o Barrichello, piloto de habilidade reconhecida, não conseguiu sequer beirar: vencer um multicampeão.

    Curtido por 1 pessoa

  11. Quando LH perdeu é porquê ele estava numa fase ruim? Parece deselegante falar isso.

    Quando a Ferrari tinha vantagem, antes da bagunça pós Marchionne, algumas provas atrás, LH também estava numa fase ruim?

    Curtir

  12. Hamilton diz que está no melhor momento e tem dois motivos básicos para isso, 1°) – O carro esta refinado, 2°) – O cara esta sem rival a altura na disputa direta. Há atualmente uma excelente safra de pilotos jovens, mas provado mesmo para fazer frente a Hamilton só Max e Alonso, aliás Max eu considero hoje o piloto mais rápido do grid, estou dizendo rápido!

    Curtido por 1 pessoa

  13. Olá Richard!
    Por condições normais entenda quando a Ferrari não envia seus dois pilotos ao FP3 após esse ter terminado, quando a Ferrari, inexplicavelmente, dá o vácuo ao seu piloto que não está disputando nada, quando a Ferrari não destrói a estratégia de seus dois pilotos, quando a Mercedes, muito acertadamente, não utiliza seu piloto que não está disputando nada para segurar o ritmo de Vettel.
    Isso são condições normais.
    Olá Robson!
    Sim Max Verstappen com toda certeza é um piloto rápido, mas duvido um pouco de suas capacidades como piloto devido aos seus erros seguidos em Monaco, é consenso geral que Monaco é um circuito de qualidade de piloto, e em minha opinião, seus erros seguidos lá colocam sua qualidade em cheque.
    Uma observação sobre seu comentário, Alonso é piloto da velha guarda e não da nova safra.
    Grande abraço a todos do Blog!

    Curtido por 1 pessoa

  14. O próprio Hamilton já respondeu!

    Quando um piloto, que seja fora da media, claro, está no seu melhor momento muito dificilmente esse será batido. E é por isso que o Hamilton vai ser campeão esse ano. O que não deve se dizer que vai acontecer o mesmo ano que vem caso a Ferrari tenha um carro páreo durante toda a temporada com o Vettel no seu melhor momento.

    Abraço

    Curtir

  15. Concordo com a resposta do Hamilton. Ele nunca viu o Nico como um rival a altura. Já com o Vettel, percebeu que teria que estar na melhor forma para vencer.
    Vejo o Hamilton em seu melhor momento da carreira. E ainda na fase que tudo dá certo. Agora está num momento psicológico que o torna imbatível. Talvez tenha faltado Vettel e a Ferrari terem minimizado os erros e não perderem pontos bobos.
    Agora resta a Ferrari fazer um carro melhor para o próximo ano e ter alguém que coloque ordem na casa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.