Turistando na F1 e tentando não passar fome em Mônaco

O lendário Tip Top

A cara de Mônaco: o que dá para pagar, pizza

O melhor lugar para comer: no modo ostentação, Caffe Milano, na curva da Tabacaria. No modo simprão, um quiche nos cafés de Beausoleil não desaponta  

O que evitar: baguetes (poupe seus dentes da dureza do pão na França)

Mônaco está colada na Itália, é verdade, mas não é por isso que é o GP da pizza. Simplesmente, é o que dá para pagar em um lugar em que, para se ter uma ideia, até as saladas têm preços proibitivos.

Isso quer dizer que, durante a semana de GP, não se come muito bem. Não apenas pelos preços, mas também porque a cidade fica superlotada e as cozinhas estão a mil. Pizzas, lanches e frituras são mais rápidos de se preparar, então os menus dão prioridade a esse tipo de alimento. Aliás, se for para comer nesse tipo de lugar, o Tip Top, perto da Mirabeu, na beirada da pista, é um dos poucos estabelecimentos frequentados pelo Senna e que ainda estão lá, firmes e fortes)

Não que não dê para comer comida de verdade, principalmente quando se sobe algumas ladeiras e se sai (tecnicamente, porque você nem percebe) de Mônaco e entra-se na França, na cidade de Beausoleil que, como qualquer uma daquela região, tem uma boa seleção de restaurantes e cafés. Muitos deles portugueses, inclusive.

Confesso que fiquei preocupada porque ia checar o nome do restaurante português da foto do pastel de nata para indicar e aparece um sushi no google. Seria uma pena, era um estabelecimento pequeno, tocado por uma família, com comida honesta e barata. Mas há outros portugueses por Beausoleil que parecem ser do mesmo estilo.

Se qualquer restaurante for ostentação demais – acredito que, fora da semana de GP, os preços não devam ser os mesmos – nada como encarnar um francês de verdade e ir buscar sua baguete na padaria. O importante é dispensar o banho matinal e carregá-la debaixo do braço, para conferir um tempero especial.

Outra opção seria deixar as refeições para as cidades ao redor de Mônaco, todas coladas uma da outra. Para os dois lados, francês ao oeste e italiano ao leste, há boa comida e ótimos pratos de frutos do mar. Mas fica a dica: na Itália é tão mais barato (além da qualidade ser superior) que os franceses que moram em Nice muitas vezes viajam quase 1h de carro para fazer compras por lá.

Mas cadê o glamour dessa tal de Mônaco? Ok, fui em um restaurante bom por lá, com localização mais que especial: na curva da Tabacaria. Cheio de vidros para aproveitar a vista, o Caffè Milano fica praticamente na pista – na verdade, é preciso encontrar uma passagem no guard rail para chegar até lá – e serve comida italiana de qualidade. Só não vá de bolso vazio, por motivos óbvios, nem com muita fome, já que as porções têm tamanho inversamente proporcional a seus preços.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.