F1 on demand: Da Netflix ao mercado de pilotos

Nesta semana, temos Hamilton na Netflix, qual o motor da Williams no ano que vem e as últimas do mercado de pilotos. Todos assuntos pedidos pelos Credenciados do projeto do Catarse, que fazem também parte do grupo exclusivo do Facebook.

 

Cleber Balieiro quer saber qual o motor que a Williams vai usar ano que vem, Renault ou Mercedes?

Essa especulação de que a Williams usaria motores Renault ano que vem surgiu no jornal alemão Bild, que não é muito confiável, no começo de julho. Tinha ouvido que eles estavam negociando sim, mas que a coisa tinha azedado ainda em abril – e quando a coisa azeda com o Abiteboul, só com muito dinheiro, que não faria sentido a Williams gastar para ter um motor pior, para resolver.

No paddock, não se fala nisso e, inclusive, a Claire Williams estava na coletiva dos chefes de equipe na sexta-feira em Budapeste e sequer foi perguntada sobre o assunto. Na verdade, ela foi perguntada no GP da Inglaterra e disse que eles estavam próximos de renovar com a Mercedes e até estender a parceria, comprando mais peças prontas.

A Ana Luiza Kalil pediu detalhes dos rumores de que o Hamilton não quer que a Netflix use as imagens dele do GP da Alemanha.

Essa é outra conversa que circulou mais fora do que dentro do paddock, mas mesmo assim fui conferir na Mercedes e eles disseram que “Lewis tem um contrato conosco e nós temos um contrato com a Netflix”, deixando claro que o piloto não estava em posição de querer ou não a exploração de sua imagem. Já ele mesmo disse que não ia “aparecer muito, pois não estava bem e fiquei na minha sala a maior parte do tempo” – e, se alguém duvida que ele não estava bem de saúde, posso garantir que era visível seu abatimento desde o sábado (não o entrevistei na sexta por lá, então só posso falar do sábado). Paralelamente a isso, comenta-se há meses que ele estaria preparando um documentário próprio a ser lançado ano que vem, e seria via Amazon, mas ainda não consigo confirmar essa informação para vocês.

 

Outro pedido é sobre o mercado de pilotos: Perez disse que fica na Racing Point e Hulkenberg afirmou estar perto de renovar com a Renault. Caso isso se confirme, as vagas potenciais são na Mercedes (fiquei na dúvida se Bottas estava cabisbaixo domingo por se ver como carta fora do baralho ou só pela corrida ruim, enquanto notei também Ocon com um sorriso de orelha a orelha), na Red Bull e, por conseguinte, na Toro Rosso (onde a Honda quer um japonês, e quem tem pontos é Naoki Yamamoto, mas Sette Camara pode correr por fora), na Haas (que provavelmente vai ver quem sobra, de preferência, com experiência) e na Williams (Latifi tem contrato se quiser, e grana que muitos outros gostariam de ver). Na Alfa, comenta-se que a Ferrari não vê ninguém (leia-se Mick) pronto para assumir a vaga de Giovinazzi. Como de costume, é Toto que tem o mercado nas mãos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.