F1 on demand: Por que Verstappen não é unanimidade na Holanda?

Os assinantes Credenciados do projeto do Catarse – a maioria deles, aliás, que já garantiu suas camisetas ou bonés autografados por seus pilotos favoritos! – perguntaram, e aqui vão as respostas. E, desta vez, o F1 on demand conta até com uma mãozinha lá da Holanda.

 

Cleber Humberto Balieiro: Oi Ju, voltei há pouco da Holanda e, numa pesquisa muito informal com os holandeses percebi que eles ou adoram o Verstappen ou simplesmente não gostam dele, alguns até falam mal do cara. Estranho, não?!?

Para me ajudar com essa resposta eu convidei o jornalista holandês Joe van Burik. Aqui a opinião dele:

“Primeiramente, os holandeses podem ser bem oportunistas em como eles apoiam um esportista. Quando ele ou ela vai bem, eles agem como um rebanho, mas também podem desaparecer assim que a performance cai.” Joe explicou que o apoio caiu, por exemplo, quando ele teve aquela sequência ruim no começo de 2018, e provavelmente está menor agora em comparação com julho, por exemplo.

“Em segundo lugar, a origem do Max. “Ele tem um passaporte holandês, mas é nascido e criado na Bélgica – ainda que bem perto da fronteira com a província de Limburg, no sul. Dito isso, as pessoas de Limburg tendem a ser um pouco diferentes em relação ao holandês comum, talvez tenham a cabeça menos aberta e sejam menos diretos.”

“Outro fator é que Max é do automobilismo, o que, mesmo com a história do GP da Holanda e de Zandvoort, nunca combinou com a cultura Calvinista, mesquinha e consciente em relação ao meio-ambiente que domina o debate público na Holanda. A prova disso são as questões ambientais que estão sendo levantadas a respeito da volta do GP. Isso mostra outro traço comum dos holandeses: muita gente aqui não quer que você tenha sucesso no que você faz, ainda que alguém vá querer levar os louros quando você chegar lá.”

Mesmo com todos esses fatores, Joe acredita que os ‘haters’ de Max são uma minoria no país. Pelo menos com o crescimento proeminente de publicações representadas na sala de imprensa e com toda a maré laranja invadindo cada vez mais provas, isso parece ser a realidade.

 

Kezo Manabe: A água da chuva que entra dentro do carro, como se faz?

Na verdade a água só entra no carro com ele parado, e por isso quando está chovendo na largada os times deixam um guarda-chuva no cockpit e, em casos mais extremos, montam uma tenda. Com o carro em movimento, a velocidade é tanta que muito pouca água entra, até porque ela vai seguir o fluxo aerodinâmico, assim como o ar.

 

Valdinar Gouveia: Teremos mudança novamente entre o driver 2 de Red Bull e Toro Rosso para 2020?

Vamos saber isso durante ou depois do GP do México, como Marko já avisou. Falando com o pessoal da Red Bull em off, eles estão bastante contentes com o trabalho e o feedback do Albon. Mas em situação de piloto na família Red Bull eu não coloco minha mão no fogo.

 

Kleber Jorge Com o impasse gigante que continua acerca das regras para 2021 há alguma chance de acabarem deixando do jeito que está?

Há algum ceticismo em relação a isso, mas no estágio que as coisas estão, as equipes e a FIA já fizeram muitas análises e simulações, então já não é mais uma questão de apresentar novas ideias, mas de chegar a um acordo. É diferente da situação dos motores V6, cuja estreia foi adiada porque o projeto era complexo demais e ainda estava muito verde. Uma data importante será dia 31 de outubro. Ainda é possível que tenhamos o regulamento publicado e que faltem só algumas pendências – como o que vai ser padronizado, por exemplo.

2 comentários Adicione o seu

  1. Etel disse:

    Salut,
    Fico imaginando se a opinião do seu colega Joe , de que seus patrícios são invejosos, oportunistas e burros/rebanho fosse traduzida p o holandês et publicada lá nos países baixos…talvez ele tivesse que pedir un novo passaporte na ONU. Hehehehehe

    Curtir

  2. Alfredo Aguiar disse:

    “nunca combinou com a cultura Calvinista, mesquinha e consciente em relação ao meio-ambiente que domina o debate público na Holanda.”
    mesquinha e consciente em relação ao meio-ambiente? Juro que não entendi.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.