Horários, características da pista e tudo sobre o GP do Azerbaijão

Baku foi o palco de duas corridas mais normais em 2016 e 2019 e outras duas em que aconteceu um pouco de tudo em 2017 e 2018. Mas, mesmo quando o GP do Azerbaijão é menos animado, o número de ultrapassagens (mesmo descontando-se as manobras realizadas na primeira volta) nunca foi menor do que 42, ficando sempre acima da média da temporada. E, nos anos das duas corridas malucas, foi a prova com o maior número de trocas de posição da temporada.

O interessante é que geralmente metade das ultrapassagens foram feitas sem o uso do DRS nas duas últimas edições. São suas as zonas de ativação no circuito (uma perto da outra, no começo da volta), e o segredo é esperar passar pelo ponto de detecção, que fica no meio da reta, para superar o carro que vai à frente. Quem passar antes disso acaba dando o DRS para o rival de bandeja.

Trata-se de uma pista de rua até um pouco estranha, já que os carros usam relativamente pouca carga aerodinâmica devido à longuíssima reta e a velocidade média da volta mais rápida, por exemplo fica perto de 210km/h, bem mais do que os menos de 180km/h de média de Singapura e 165 de Mônaco. É justamente por conta dessa reta, também, que a Mercedes está colocando pressão na questão das asas traseiras, e por isso, também, que provavelmente vai aparecer com uma asa um pouco mais flexível, podendo andar com um nível maior de downforce no restante da pista sem perder tanto no retão.

NOTAS DE ESTRATÉGIA

A Pirelli está levando sua gama mais macia de pneus depois que ninguém usou o C2 na corrida de 2019 e Kimi Raikkonen conseguiu fazer praticamente a corrida inteira com o C3. Então teremos os mesmos compostos de Mônaco em uma pista que gera um desgaste um pouco maior do que no Principado por conta das zonas de frenagem mais fortes (até porque a velocidade média é muito mais alta), mas que ao mesmo tempo dá a chance de os pneus voltarem à temperatura ideal na longa reta.

Isso vai ser particularmente importante neste fim de semana, já que a prova está voltando para junho, quando faz muito mais calor em Baku do que em abril, e os termômetros devem chegar perto dos 30ºC com sol, o que quer dizer que a temperatura do asfalto estará bastante alta.

É possível que essa diferença faça com que Mercedes e Red Bull tentem fazer o Q2 com os médios, por exemplo, para usar C4 e C3 na corrida, mas não deve ser suficiente para que a prova tenha duas paradas, já que o desgaste não é alto com o asfalto pouco abrasivo e sem curvas longas, embora seja maior do que Mônaco. 

Outro fator importante é o Safety Car, cuja probabilidade é de 50%. Dependendo de quando ele aparecer, aumenta a possibilidade de termos uma corrida com duas paradas, já que, mesmo sendo uma pista de rua, Baku é mais parecida, aos olhos dos estrategistas, com Bahrein e Áustria, por exemplo, pela facilidade de se ultrapassar. Então a questão da posição de pista, tão fundamental em Mônaco, é muito menos presente em Baku.

FIQUE DE OLHO

Depois de a Ferrari andar muito bem em Mônaco, a McLaren deve dar o troco em Baku. O carro tem pouco arrasto, o que é importante em Baku, pois eles conseguem usar mais pressão aerodinâmica sem perder tanto na reta, e é empurrado pelo motor Mercedes.

É claro que as atenções estarão voltadas para Verstappen e Hamilton, mas Valtteri Bottas costuma andar em em Baku – ou Hamilton é quem não tem um histórico tão forte quanto em outras pistas, ou talvez seja uma junção dos dois fatores! Não fosse o furo no pneu no finalzinho da corrida de 2018, ele teria vencido, até com tranquilidade, os dois últimos GPs do Azerbaijão.

Outro piloto que parece se dar bem nas ruas de Baku é Sergio Perez, que conquistou dois pódios por lá – um em 2016, logo na primeira corrida, e outro em 2018. Seria uma ótima hora para o mexicano reagir, depois de duas classificações muito ruins, que complicaram sua vida aos domingos.

2 comentários Adicione o seu

  1. Cláudio disse:

    Interessante a reportagem mas não tem data!!!!! Quando será a corrida ?????

    Curtir

    1. otávio oliveira disse:

      Ela sempre escreve essa reportagem pra corrida da semana. No caso 06/06/21 será a prova.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.