Drops dos bastidores: os ‘segredos’ de Alonso e a renovação de Lewis

Esse aí é competitivo em tuuudo (Fotos: Julianne Cerasoli)

Os VIPs (ainda que em menor número e com menos acesso ao paddock) estão de volta desde a Espanha e temos tido público reduzido nas corridas, mas nada como o que foi visto neste GP da Áustria. Isso, ao mesmo tempo em que os casos estão subindo na Inglaterra por conta da variante delta (o que significa que eles também crescem na F1). Mesmo que a grande maioria esteja vacinada, a questão é que, a cada caso, várias pessoas têm de ficar isoladas dentro do protocolo da categoria, e isso vai comprometendo toda a operação. Ao mesmo tempo, com os países permitindo eventos com público porque seus sistemas de saúde não estão mais sobrecarregados em decorrência da vacinação, isso vai gerar um desafio para as equipes, que vão, inevitavelmente, ter de repor profissionais. Nesta última corrida da Áustria, vimos algumas caras diferentes na operação da F1 (ou seja, o pessoal da Liberty).

Sobre Alonso, os engenheiros da Alpine estão muito impressionados com a sua adaptação. É um cara com um estilo de pilotagem muito único, mas que consegue se “reprogramar” de um jeito muito rápido. 

Alpine preparada para um incêndio interno

Neste ano, ele tinha um desafio e tanto porque os pneus de 2021 da Pirelli não gostam muito de serem forçados longitudinalmente e lateralmente ao mesmo tempo. Ou seja, tem de frear muito forte e depois virar. A maneira como Alonso conseguiu entender o que precisava ser feito e executar isso impressionou até aqueles que já viram o espanhol operar muitos milagres no time de Enstone. E talvez por isso o golpe tenha sido tão duro para Ocon. E tão difícil para Ricciardo se adaptar, uma vez que ele é daqueles pilotos que freiam e viram ao mesmo tempo.

Não que a vaga dele esteja ameaçada. Tivemos a estreia do chinês Zhou no treino livre na Áustria e a ida dele à F1 é tida como certa pela grana e o mais de um bilhão de potenciais torcedores/consumidores que traz. Mas a  avaliação da Alpine é de que ele não é bom o suficiente para sua equipe, e talvez fique numa vaga de piloto de testes, ou seja oferecido para quem tem vaga (provavelmente Alfa e Williams, e potencialmente Haas, se os russos decidirem que o melhor a fazer é pular fora, até porque Mazepin já começou a se colocar como injustiçado, dizendo que a F1 não trata todos os pilotos da mesma forma ou algo nessa linha…)

Sobre mercado, tivemos a renovação de Hamilton saindo rapidamente, depois de uma negociação longa, em meio à qual até seu manager caiu no fim do ano passado. Nenhuma surpresa aí, mas o que está mais difícil entender é o cenário do segundo piloto na Mercedes. Às vezes Toto fala em dar tempo a Bottas, às vezes em anunciar a dupla completa “em algumas semanas”. E em “algumas semanas” temos o GP em Silverstone…

Hamilton, aliás, estava de bom humor mesmo com outro fim de semana difícil. No sábado, quando ele passou pela posição da TV holandesa, o repórter não estava por lá. Quando Jack voltou, Lewis brincou: “onde você estava, cara? Estava lá em cima comemorando né?”, apontando a arquibancada perto do touro. 

Teve muita zueira também por conta da Euro. Os ingleses fizeram a festa por eliminarem os alemães, e o filho de Raikkonen não queria saber de tirar a camisa da Itália. Aliás, notei que os filhos do finlandês, que moram na Suíça, falam inglês entre si. Eles estavam lá se divertindo subindo nos pneus que ficam expostos na frente da Pirelli.

Mas na verdade eu só falei de Euro para deixar aqui uma foto que adoro e que fez três anos na semana passada. Sabe quando todo mundo está vendo um jogo por streaming e alguns estão mais lentos que outros? Bom, estávamos vendo um jogo da Copa do Mundo, se não me engano foi a eliminação da Espanha. E sabe-se lá porque meu computador estava na frente do de todo mundo. Era uma disputa de pênaltis e o pessoal foi chegando. Esse momento aí, capturado pelo fotógrafo Gregory Heirman sem ninguém ter percebido, foi o pênalti decisivo.

2 comentários Adicione o seu

  1. Isabella Neves disse:

    Oi, Ju. Faltou a foto do jogo da Copa hahahhaha fiquei curiosa!

    Curtir

  2. Fernando Piccione disse:

    Gracas a Deus vc nao esta nem perto de ser como o Fifi Seixas y o Midget Gomes. Vc esta presente , nao inventa historias , nao faz fofocas e escreve com base…. pena que o Uol prefere ainda aos fofoqueiros que dao mais audiencia

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.