Blog takeover

Blog takeover e uma reflexão

Este texto foi envidado pelo Luiz Ernane, que se identificou como um fã de F1 de 43 anos de Campina Grande. Gostei da sensibilidade do texto dele, até porque sempre vi o esporte desta forma também, e achei que seria uma maneira bacana de começar o ano. Tem mais alguém aí que joga no nosso time?

As lições de vida da Fórmula 1

Por Luiz Ernane Sampaio Muniz

Quando uma atividade humana artística ou esportiva dá exemplos e faz com que as pessoas reflitam sobre a vida e inspirem comportamentos e projetos, dizemos que a arte imita a vida ou vice-versa.

É nesse ponto que a Fórmula 1 é realmente inspiradora e motivacional. Cada detalhe nesse evento esportivo pode se traduzir em um momento na vida de cada um de nós.

Em que momento você, leitor, se encontra e se reconhece como um personagem desse evento. Supondo que você esteja no melhor momento profissional e se veja como um Lewis Hamilton. Talvez você esteja começando uma trajetória com todas as suas frustrações e dificuldades e se veja com um piloto da Haas, com a liberdade de escolher qualquer estratégia e tudo vale a pena, inclusive o sonho de pontuar.

Observe que, qualquer que seja o personagem escolhido, você dependerá da ajuda de muitos anônimos. A vida e a F1 não permitem espaço para heróis arrogantes. Essas lições do esporte são fundamentais na construção de uma sociedade solidária.

Há momentos da nossa vida que tudo segue planejado e de repente a vida nos dá uma rasteira: uma quebra de câmbio ou um pit stop mal executado. Se sua trajetória de vida é interrompida por um Safety Car ou Bandeira Vermelha, não se desespere: reflita e redefina sua estratégia. O pódio pode estar perto.

Não há tempo para chorar, temos uma vida e uma corrida pela frente.

Precisamos da vitória!

A esperança que ronda os humanos ronda as equipes e pilotos. Max Verstappen não deixou de acelerar mesmo faltando poucas voltas e a surpresa de um acidente lhe presenteou com o título da temporada de 2021. Assim somos nós. Não adianta comemorar ou chorar a derrota antes do tempo.

Pneus furados podem atrasar sua vida, mas sejamos otimistas guerreiros, mudemos nossa estratégia e nunca perderemos o foco.

A vida, assim como na Fórmula 1, permite que choremos, mas nunca será permitido parar.

5 comentários em “Blog takeover e uma reflexão”

  1. Grato Julianne!
    Grato Luiz Ernane!
    Acompanho esse esporte de alta velocidade desde 1969, aos 11 anos.
    E é exatamente isso.
    O desafio da nossa jornada pessoal está em sinergia com aqueles que nos acompanham e vibramoram as vitórias (desde pódiuns até terminar um GP) e as derrotas (falhas técnicas e humanas).
    A Vida é eterno aprendizado, assim como essa categoria que roda o mundo.
    Desejo a você e a cada um que lhe acompanha aqui aquee
    RADIANTE 2022, SYN!
    #shineyournature

  2. Parabéns ao Luiz Ernane e à Julianne,
    Texto faz um paralelo perfeito, e a imagem do Vettel também é perfeita, pois esse alemão esbanja simpatia e simplicidade, jamais tendo a fama e o sucesso subido à cabeça.
    Feliz ano novo a todos.

Deixe uma resposta