Estratégia do GP de Portugal e por que ele foi uma prova rara na F1

Há basicamente três tipos de corrida em pista seca na F1. Aquelas provas estratégicas, em que você tem de esperar até o final para ter alguma emoção. Aquelas provas (que andam raras na F1) em que o desgaste de pneus não é uma preocupação tão grande e os pilotos podem ter lutar mais francas até que as posições se acomodem respeitando o ritmo de cada carro. E as procissões em que nada disso acontece

(O SC que matou a) Estratégia do GP de Abu Dhabi

O GP de Abu Dhabi é daqueles que já começam sem muitas saídas para os estrategistas. Perde-se muito tempo na saída dos boxes “enjoada”, a única que em que se passa por um túnel. Mesmo com a zona de DRS dupla, é difícil chegar próximo de um carro cuja performance é parecida. Ao mesmo tempo…

Estratégia do GP de Sakhir e como Perez ganhou saindo de último

“Depois da sexta-feira, já sabíamos o que fazer”. Ir para o GP de Sakhir já tendo decidido fazer uma parada foi fundamental para o resultado da Racing Point, como explicou Sergio Perez. O foco era pontuar mais do que as rivais diretas na luta pelo terceiro lugar entre as equipes. A vitória (e o pódio…

Estratégia do GP do Bahrein e a tática engessada pelo SC

É até difícil lembrar que houve uma corrida depois do terrível acidente de Romain Grosjean, que encheu o guard rail em plena reta em um ângulo e velocidades tão incomuns que abriu um buraco na proteção, fazendo com que a parte de trás do carro se soltasse, expondo o tanque de combustível e gerando um…

Estratégia do GP da Emilia Romagna e a posição de pista

O GP de Emilia Romagna foi mais uma daquelas corridas que Lewis Hamilton não deveria ganhar, mas ganhou, já que fez sua parte para se colocar em situação de aproveitar qualquer oportunidade que aparecesse, buscando virar o jogo mesmo caindo para terceiro na largada em uma pista de difícil ultrapassagem, mesmo estando tranquilo no campeonato….

Estratégia do GP de Portugal

O GP de Portugal foi uma prova mais para quem corre por instinto do que baseado em dados. Havia a questão da temperatura da pista, bem mais baixa do que nos treinos livres, combinada com a falta de maturação do asfalto em si, refeito semanas antes da prova e ainda muito liso, o que inclusive…