Estratégia do GP da Rússia e o problema duplo de Hamilton

  A tarde de Lewis Hamilton já seria complicada de qualquer maneira depois do drama que ele viveu para passar do Q2 no sábado na Rússia, em parte por um erro na primeira tentativa, e tendo também contado com o azar de estar a duas curvas de completar sua volta quando a sessão foi interrompida…

Estratégia do GP da Toscana: mergulhando no desconhecido

  Antes da largada do GP da Toscana, as equipes sequer tinham definidas suas estratégias: ainda que a Pirelli garantisse que fazer duas paradas seria a maneira mais veloz de completar a prova, largando com macios e fazendo suas pernas da prova com os médios, certamente alguns tentariam economizar os pneus no começo e ver…

Estratégia de um GP “engessado” pela chuva (que não veio) e SC

Alguns fatores contribuíram para o GP da Bélgica ser menos movimentado do que o normal, desde a expectativa de chuva, que fez muitos times optarem por suas asas maiores, o que acabou diminuindo as chances de ultrapassagens no final da reta Kemmel – quem tinha mais velocidade de reta lá na frente, a Renault, não…

GP dos 70 Anos da F1: Foi estratégia de Max que ganhou a corrida?

Uma das perguntas que recebi no Instagram (sempre faço um vídeo às segundas-feiras respondendo perguntas de vocês) foi se a Mercedes pode ser batida em condições normais ou só na estratégia. E é um erro julgar o que Max Verstappen fez no GP dos 70 Anos da F1 como uma vitória que não tenha sido…

Estratégia do GP da Inglaterra e os estouros sem aviso

O primeiro a reclamar de vibrações foi Kimi Raikkonen. Depois, Valtteri Bottas. E logo depois, Carlos Sainz. E ainda faltavam 18 voltas para o fim do GP da Inglaterra. Para as equipes, mesmo com todos os seus sensores, desgaste é mais difícil de ver. Degradação geralmente é termal e vai fazendo o desempenho do pneu…

Estratégia do GP da Estíria e a virada de Norris

O GP da Estíria foi relativamente simples do ponto de vista estratégico na luta pelo pódio: não havia muito para onde correr em termos de tática de boxes, a Mercedes tinha a vantagem de ritmo e de correr com dois carros contra um, uma vez que a Red Bull e Alex Albon ainda não se…

A estratégia do GP da Áustria e como o pódio ficou colorido

A temporada 2020 da Fórmula 1 começou com uma corrida que tinha tudo para ser estrategicamente simples, ainda mais depois que o único piloto que decidiu tentar algo diferente no top 10, Max Verstappen, logo saiu de combate por um problema eletrônico. Até que a série de Safety Cars abriu todas as disputas, inclusive pela…

Estratégia do GP de Abu Dhabi e os pilotos tomando a dianteira

Um carro de Fórmula 1 nunca é feito especificamente para uma pista ou um tipo de situação. No sábado, Lewis Hamilton explicava, por exemplo, que a Mercedes focou tanto em melhorar o carro para as corridas, depois de sempre sofrer quando estava no tráfego nos anos anteriores que o carro decaiu bastante na classificação. Mas…