Raio-X do GP do Catar e a inversão de valores no meio do pelotão

Foi depois do GP dos Estados Unidos que todos na Mercedes diziam que o campeonato seria definido pela otimização de cada carro para cada pista. Foi uma lição que eles aprenderam a duras penas depois de terem sido batidos pela Red Bull em uma pista na qual acreditavam que teriam uma vantagem, e uma mentalidade que vem marcando a abordagem do time desde então, ajudando a mudar o equilíbrio das forças nesta reta final.

Drops dos bastidores do Catar e as mil e uma noites em claro

O mais curioso é que, no comando das equipes, há uma dificuldade de entender a mentalidade dos profissionais que reclamam da sucessão de provas. Andreas Seidl nos perguntava o que acontece com a geração mais jovem que não é mais como ele, que nunca se importou em perder “o nascimento de um filho ou aniversário da esposa por uma corrida porque isso aqui é a minha vida”.