Estratégia

Raio-X do GP da França: riscos que a Red Bull tomou, e a Mercedes não

O que escapou às contas da Mercedes foi o quanto que Verstappen ainda tinha em seus pneus velhos (0s6 na inlap), os ganhos no pitlane, com entrada, saída e a parada em si (0s46) e, principalmente, o quão rápido ele conseguiria aquecer o composto duro - algo que surpreendeu o próprio Max: 1s8

Ju Responde

Vídeo: O que deu no GP da França e na estratégia da Mercedes?

Por que o GP da França de Fórmula 1 foi tão eletrizante desta vez, o que explica o erro da Mercedes ao não prever que Verstappen passaria Hamilton e a corrida para esquecer da Ferrari. Tem ainda a bela prova de Russell, o efeito Perez na disputa pelo título e por que a Mercedes parece não conseguir reagir como antes.

Corridas e análises

Bastidores do GP da França e o termômetro na Mercedes

Russell demonstra entender que ainda segue em observação. Ele já deve imaginar que Hamilton não é exatamente seu maior defensor na Mercedes

Corridas e análises

Vingando Barcelona (e Bahrein também)

Não é à toa que, pela terceira vez no ano, os rivais na disputa pelo título na Fórmula 1 se encontram nas voltas finais de uma corrida, e uma disputa direta entre Max Verstappen e Lewis Hamilton define a prova: há anos a categoria não vê carros tão igualados brigando por vitórias

Brigas Internas

Confira o placar entre companheiros e as diferenças no GP da França

Horários

Horários, características da pista e tudo sobre o GP da França

Em Paul Ricard, pode-se errar praticamente à vontade, devido às generosas áreas de escape asfaltadas. Ou seja, saem os muros e as bandeiras vermelhas, e voltam as polêmicas por limites de pista.

Estratégia

Estratégia do GP da França e o revés de Ferrari e Renault

Se em termos de disputas em si, o GP da França não foi dos mais entusiasmantes, houve algumas lições a serem tiradas. Isso porque a corrida de Paul Ricard ano passado foi uma das três em que a Pirelli usou os pneus com construção semelhante à deste ano, ainda que os compostos sejam um pouco… Continuar lendo Estratégia do GP da França e o revés de Ferrari e Renault

Bastidores, política e viagens

Drops do GP da França e a turbulência dos bastidores

O grande temor nos meses que antecederam o GP da França era o trânsito. Enquanto os promotores garantiam que tinham resolvido os problemas do ano passado, nós sabíamos que havia um desafio físico: só uma via de acesso com espaço para um carro de cada vez. No final das contas, não houve problemas, mas não… Continuar lendo Drops do GP da França e a turbulência dos bastidores

Corridas e análises

Premonições

Outra impressão que tinha era de que seria uma daquelas corridas decididas na classificação. Paul Ricard é uma pista de testes não para a Fórmula 1, mas para tantas outras formas de automobilismo justamente por mostrar aos engenheiros os pontos fortes e fracos dos carros e, por conseguinte, escancaria que a Mercedes é simplesmente um… Continuar lendo Premonições

Corridas e análises

Rapidinhas do GP da França

Quando a relação entre Lewis Hamilton e sua Mercedes tinha seus altos e baixos, Valtteri Bottas estava conseguindo empatar o placar de classificações e o campeonato estava apertado. Agora, o inglês disse que aprendeu a ler as reações de seu carro para colocá-lo no ponto exato para fazer uma volta voadora no Q3. Juntando isso… Continuar lendo Rapidinhas do GP da França