Turistando na F1 e tentando não passar fome em Mônaco

A cara de Mônaco: o que dá para pagar, pizza O melhor lugar para comer: no modo ostentação, Caffe Milano, na curva da Tabacaria. No modo simprão, um quiche nos cafés de Beausoleil não desaponta   O que evitar: baguetes (poupe seus dentes da dureza do pão na França) Mônaco está colada na Itália, é…

Por dentro da F-1 e os desafios das fornecedoras de combustíveis

Depois de ver tanta desinformação nas mídias sociais na última semana a respeito da importância para uma petrolífera estar presente na Fórmula 1, resolvi resgatar parte de uma entrevista que fiz na fábrica da Petronas, em Turim, na Itália, no início do ano. Vocês vão perceber que eu estava tentando arrancar do engenheiro Eric Houlthusen…

Dia da marmota

“Dia da marmota”, repetia o jornalista do The Sun ao meu lado durante a classificação. Para quem não viu o filme, o personagem central sempre acorda no mesmo dia. Ele se referia à repetição das histórias neste início da temporada. Mercedes perfeita, Ferrari lenta e se atrapalhando com estratégias e ordens de equipe, Verstappen consistente….

Rapidinhas de Barcelona e o que esperar da corrida

Se nas quatro primeiras corridas se tinha a impressão que os resultados tão bons da Mercedes não contavam exatamente a história da temporada, já que o carro da Ferrari não estava tão atrás, parece que as atualizações que os alemães trouxeram para Barcelona, principalmente na região dos bargeboards, mudaram a situação. Foi impressionante ver, especialmente…

Turistando na F1 e comendo muito mais que deveria em Barcelona

A cara de Barcelona: muito jamón, várias croquetas. E mais croquetas de jamón O melhor lugar para comer: El Trabuc (a chance de cruzar com meio paddock, inclusive, é gigante) O que evitar: paella, a não ser que seja em um restaurante referência nesse prato A Espanha é aquele país em que, se você quiser…

Por dentro da F-1 e o como acompanhar os treinos livres

Um belo dia – ou todo fim de semana de corrida – você resolve acordar às 6h da manhã para ver um treino livre de Fórmula 1 e ouve coisas como “tal equipe está escondendo o jogo” ou “fulano foi para a pista porque não podia deixar o companheiro ser meio segundo mais rápido” e…

Sessão nostalgia e a primeira vitória do pioneiro australiano

A Austrália teve um piloto, Tony Gaze, disputando três corridas em 1953, mas a história do país na categoria começa mesmo com um tal de Jack Brabham, que viria a ser tricampeão mundial e, até hoje, o único piloto a vencer um campeonato com sua própria equipe. A história de Brabham é fascinante: aos 18…

Estratégia do GP do Azerbaijão e a sinuca de bico da Ferrari

É normal que muitos torcedores estejam com os dois pés atrás em relação às estratégias da Ferrari principalmente após a (in)decisão de Xangai – lida por muitos como uma prova de que o time simplesmente não quer ver Charles Leclerc na frente de Sebastian Vettel. É por isso que começo explicando a sinuca de bico…