O velho leão de treino tem de voltar em 2012

Muitos puderam culpar o carro em 2011, menos ele. A performance de Mark Webber na última temporada, arrasado de qualquer lado que se olhe pelo companheiro Sebastian Vettel, foi um dos fatores que resultou em um desfecho tão prematuro para a disputa.

Os motivos já estudamos por aqui, mas o fato é que tudo começa pelas más classificações do australiano. Tendo em vista que este sempre fora seu ponto forte e o terceiro colocado dos últimos dois campeonatos nunca fez feio em relação ao alemão aos sábados, resta colocar a culpa nos pneus. Porém, no caso de Webber, ele só pode culpar a si mesmo por não conseguir extrair o máximo dos Pirelli, pois seu carro os tirou de letra.

Se Webber ou qualquer outro fator conseguiu fazer com que Vettel cometesse alguns erros de julgamento em 2010, ainda que não tenham provocado a perda do título, a consistência assombrosa do alemão parece ter colaborado para o péssimo ano do australiano. Claramente sem a preferência da equipe, sem o carro na mão e com a confiança já desgastada pelas sucessivas derrotas do final de 2010, precisou contar com um problema do companheiro para vencer uma única prova com um dos carros mais dominantes dos últimos tempos.

É possível reverter o quadro em 2012? O cenário que Webber enfrentará não deve mudar muito. Ninguém duvida que o RB8 seguirá sendo o projeto a ser batido, pois há uma continuidade bastante razoável nas regras, não há nada que indique que Vettel perderá seus poderes e a Pirelli promete pneus ainda mais macios e destrutíveis. Quem terá de mudar a abordagem, especialmente em classificação, é o próprio australiano.

 

3 comentários sobre “O velho leão de treino tem de voltar em 2012

  1. O australiano é mais um dos pilotos que tinham a característica de serem velozes, mas que não se deram muito bem com o desgaste acelerado dos pneus Pirelli, como Massa, Hamilton e Schummy.

    Ainda acho que a RBR sofreu com falta de peças de reposição para o Kers no ano passado e a equipe priorizou o Vettel em algumas corridas, vide as largadas sofríveis do Webber.

    Curtir

    1. Pois é, Ricardo, mas qualquer questão relacionada ao Kers é algo que aparece na segunda fase da largada, e Webber teve por diversas vezes problemas na primeira fase, logo que o carro sai. Aliás, isso não aconteceu apenas em 2011.

      Curtir

  2. Sei não Ju, mas nas 5 primeiras corridas, os problemas mecânicos castigaram o australiano, fazendo Vettel abrir grande pontuação. Teoria da conspiração ou não, a distância dos dois RBR, foi salutar para a equipe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s