Ferrari dá o seu recado

A primeira dobradinha da Ferrari desde 2010, que também é a primeira vitória em Mônaco desde 2001, veio carregada de significados. Ao dar a Sebastian Vettel a oportunidade de superar Kimi Raikkonen mesmo com o finlandês tendo largado na pole position e tendo liderado a primeira parte da prova, o time italiano deixa claro que vai trabalhar para que seu primeiro piloto tenha chances de maximizar seus resultados e ficar em uma posição privilegiada na briga direta com Lewis Hamilton, da Mercedes.

Não que Vettel não tenha feito por merecer a vitória no Principado: o alemão teve um ritmo muito forte, com pneus usados, nas voltas entre a parada de Raikkonen e a sua, a exemplo do que Daniel Ricciardo fez em relação a Valtteri Bottas e Max Verstappen. Mas não é a primeira vez que retardar a parada é a melhor estratégia, e é difícil imaginar que a Ferrari não sabia disso quando decidiu adotar essa tática com o tetracampeão. Tanto, que Kimi Raikkonen não escondeu sua frustração mesmo após ter conquistado, com o segundo lugar, seu melhor resultado na temporada.

A conduta é, também, um recado à Mercedes, que tem sido mais resistente a colocar Valtteri Bottas em um papel de segundo piloto. Em Mônaco, Hamilton dispensou a ajuda do finlandês e disse ser possível que, ao longo da temporada, ele próprio possa trabalhar em função de Bottas para maximizar as chances da equipe levar o título de construtores.

No Principado, o inglês esteve longe de se colocar em posição de receber qualquer tipo de ajuda, perdido com o rendimento dos pneus na classificação. Mas com a Ferrari deixando claro como vai jogar o jogo, pode ser a hora de rever esses conceitos.

Mas o time alemão tem ainda outros desafios pela frente. Mesmo depois das mudanças que fizeram no carro na Espanha e da maior compreensão em relação aos pneus no teste do Bahrein, os altos e baixos no rendimento dos dois pilotos continuam – e parecem sem explicação. Na classificação em Mônaco, por exemplo, os chefes garantiram que os acertos dos dois carros estavam iguais. E os resultados foram muito diferentes. E é justamente pelas corridas em que se perdeu com os pneus, na Rússia e no Principado (dois circuitos bastante diferentes, mas com asfaltos mais lisos) que Hamilton se vê com uma desvantagem importante no campeonato.

O inglês já admitiu após a corrida de Mônaco que lhe resta torcer para que os problemas com o turbo da Ferrari atrapalhem os italianos daqui em diante. Atitude de quem sabe que as coisas já não estão tão sob seu controle como nos últimos anos.

23 comentários sobre “Ferrari dá o seu recado

  1. Ainda que nesta corrida o overcut fosse melhor do que o undercut, não dá para condenar a Ferrari pelas escolhas estratégicas, afinal, antes de Mônaco, Räikkönen já estava mais de 50 pontos atrás de Vettel no campeonato.

    Kimi perdeu a corrida por não imprimir um ritmo forte no primeiro stint: jamais esteve mais de 2 segundos à frente de Vettel. Eles chegaram a estar mais de 7 segundos de Bottas, mas, estranhamente, Kimi passou a andar extremamente lento, cerca de 0.7s mais lento do que Bottas, que trazia Verstappen junto. Ali, Kimi perdeu a chance de evitar qualquer “manobra” da Ferrari nos pit stops, pois se tivesse aberto uns 5 segundos de Vettel, pouco provável que Vettel passaria, seja com undercut seja com overcut.

    Manobra que não houve, sejamos honestos. A diferença entre os 2 pit stops foi de 0.5s, nada que defina uma atitude deliberada. O que fez diferença foram as duas voltas voadoras de Vettel com ultramacio já desgastados, uma em 1min15s5 e outra em 1min15s2.

    Ricciardo perdeu a corrida em 2016 por causa de um erro bisonho da Red Bull. Hamilton perdeu em 2015 por causa de um erro em conjunto, dele e da equipe. Kimi não pode argumentar isso: perdeu porque não foi ra´pido o suficiente no primeiro stint.

    Curtir

  2. A Mercedes já fez muito pior, dando duas ordens na corrida dá China para Bottas dar passagem para Hamilton, na corrida de Barcelona segurou Bottas sem pneus só Brasil dar uma segurada no Vettel.
    Me desculpe Julianne, mas vc foi muito mau nessa.

    Curtir

  3. Mas Ju, Kimi não pecou por não ter imprimido um ritmo mais forte antes da parada, visto que, pelas circuntancias, era obvio que a Ferrari tentaria dar uma mao ao Vettel?

    Curtir

    1. Com o desgaste baixo de pneus, quem parasse depois teria vantagem. E não é nenhum crime, diga-se de passagem, além do fato que Vettel fez sua parte na pista. O objetivo era maximizar sua pontuação e isso faz todo o sentido.

      Curtir

  4. Não vejo como se a Ferrari tivesse dado uma mão ao Vettel. Red Bull deu uma mão para Ricciardo também? Acho que não!
    Se a Ferrari parece o Vettel primeiro e o mesmo ganhasse a posiçao de Kimi todos falariam a mesma coisa. Escolheram essa estratégia, Vettel voou, coisa que Kimi nao fez, e ganhou a posição graças a isso.
    Foi o que eu vi.

    Abs

    Curtir

    1. Sim, a Red Bull deu uma mão a Ricciardo também. Payback por causa do ano passado. A Red Bull sabia que não tinha como passar Bottas e usou o Verstappen como coringa. Óbvio que Vettel fez por merecer, mas tá claro que deram a ele a melhor chance de ganhar. Não sei pq tentam defender o alemão a todo custo. A Ferrari colocou o Raikkonen atrás de dois retardatários na hora da parada, vc acha que eles não sabiam disso? Por favor né.

      Curtir

      1. Não tentei defender o Vettel, eu falava da Ferrari. Até pq o Vettel não interferiu nisso.
        Quem escolheu a estratégia foi a Ferrari. Nesses anos de Ferrari Vettel nunca pediu, pelo menos pelo rádio, a Ferrari para Kimi o deixar passar, mesmo quando Kimi o atrapalhara. E isso nós vimos algumas vezes. E a Ferrari também nunca havia feito algo parecido, ainda bem que fez agora, que Vettel está disputando o título. Fizeram mais que certo!!!

        Curtir

  5. Estou ansioso pelo post sobre as estratégias da corrida.
    Mas como sou torcedor do Vettel, posso falar que vai ter a preferência da equipe, como sempre fizeram com o melhor piloto. Ainda depois de renascerem nesta temporada​. É acho que a Mercedes fará, se já não tem feito, o mesmo com o Hamilton.
    Sobre a corrida hoje, precisa ver os tempos de volta após a parada do Kimi. Acho que ele também perdeu tempo.com retardatários.
    E no dia que um piloto com chances de vitória estiver feliz com o segundo lugar, tem que mudar de profissão.

    Curtir

  6. O Vettel fez de tudo pra que a vitória fosse mérito dele, ele teve seu mérito. Porem, a Ferrari ferrou a corrida do Raikkonen ao jogar ele no “transito” depois da parada, isso deve ter sido proposital, pois se ele ficasse na pista mais algumas voltas teria voltado com pista livre, ele tinha pneu pra dar muitas voltas ainda. A Ferrari deu uma ferrada na corrida do Raikkonen pra dar uma chance pro Vettel, e ele aproveitou. Sobre o ritmo do Raikkonen depois da parada, pode ser uma dificuldade maior com o pneu mais duro ou simplesmente viu que não tinha mais o que fazer…..

    Curtir

  7. TODA corrida, o comentário é em cima do Hamilton. A bola da vez em Mônaco foi Vettel, mas o piloto que mais ganhou posições chama-se Lewis Hamilton.

    Curtir

  8. Obvio que a Ferrari criou uma boa estratégia para Vettel vencer e não Kimi. Kimi como lider tinha a prioridade na parada e poderia ter atrasado a parada pois poderia virar tempos competitivos para bloquear Bottas mesmo com pneus usados. A Ferrari chamou ele antes para abrir caminho para Vettel. Ou alguem mesmo acha que ele estava sem pneus e tb não poderia virar em 1m15s como Vettel fez? Pra mim ficou claro que Kimi tb sabia q essa manobra iria ocorrer e por isso estava tão emburrado no podio. Rosberg mesmo disse na entrevista que entendia bem o que Kimi sentia por já ter pasado por isso, um time que trabalha contra. Mas vindo da Ferrari e nas condições atuais do campeonato, a atitude não foi nem um pouco surpreendente.

    Curtir

  9. “A conduta é, também, um recado à Mercedes, que tem sido mais resistente a colocar Valtteri Bottas em um papel de segundo piloto. ”

    Resistente? Mandou Bottas abrir duas vezes no Bahrein, isso que ele era pole e ficou muito nervoso no pódio. E ainda o usou de coringa com motor velho só para segurar Vettel na Espanha.

    Curtir

    1. Ferrari fez a própria cama ao longo dos anos… A Mercedes se faz de santinha, mas no fundo todas tem o mesmo objetivo: ganhar! E todas as equipes, inclusive a Mercedes, usam *todas* as armas e artifícios possíveis.

      Curtir

  10. Pelo menos o Arrivabene é mais racional que o Domenicalli e faz suas manobras com as cartas que pode mover…..sem expor diretamente ou matar o segundo piloto de maneira tao agressiva, por exemplo, na proxima o Raikkonen pode prever e tentar lutar de alguma maneira, o que fizeram em 2010 na alemanha foi extremo e ridiculo!
    Sejamos francos por mais que eu tbem goste dele o Kimi ja nao tem como segurar a onda o ano todo…. Ju desculpa, uma pergunta, existem mais chances de a ferrari ser tao superior em alguns dos proximos circuitos?

    Curtir

  11. JU acho q a mercedes deu primeiro esse recado a Ferrari só esta reagindo a isto , vamos ver muito ainda o q aconteceu na espanha uma equipe deixar o 2 piloto se arrastando pra tentar segurar os lideres q pararam antes, em pista travada principalmente…se a mercedes naum reagir rapido e a ferrari fikar largando na 1 fila será quase impossivel pra lewis segurar vettel, se vettel tivesse feito a pole ele teria abrido uns 30s do pelotaõ nessa corrida

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s