Estratégia do GP da Austrália e o erro da Mercedes

Há 12 meses, a Mercedes perdeu uma corrida que parecia ganha para uma estratégia inteligente e que demonstrava que a Ferrari consumia menos pneus que o time alemão. Neste GP da Austrália, a situação foi diferente: como Vettel não tinha ritmo para ir à ponta mesmo com as voltas extras que fez com o primeiro…

O que muda nos pneus da F-1 em 2018

A Pirelli fala nos “pneus mais rápidos da história da F-1”, enquanto Lewis Hamilton diz que o novo composto hipermacio é o “melhor que a marca já produziu” desde o retorno à categoria, em 2011. Após um ano em que acabou sendo mais conservadora, temendo a evolução de carros que foram, em média, 2s3 mais…

Estratégia do GP do Brasil e pilotagens de alto nível

Não é à toa que um dos melhores circuitos do campeonato foi testemunha de três das melhores pilotagens da temporada. Vindo de trás e mesmo com alguns atenuantes jogando a seu favor, Lewis Hamilton ultrapassou onze pilotos na pista para ir dos boxes ao quarto lugar, e Sebastian Vettel fez uma corrida inteligente para superar…

Estratégia do GP do México e os desafios da pista ‘diferentona’

Era a entrevista que marcava seu tetracampeonato, mas Lewis Hamilton não esqueceu de defender mudanças no GP do México. Pediu pelo menos um composto de pneu especial para o Autódromo Hermanos Rodriguez. Duvido se essa seria uma solução, mas o fato é que, não fosse o drama da primeira volta, teríamos tido uma corrida pra…

Estratégia – e detalhes – do GP dos Estados Unidos

Não foram poucas as vezes que falei em um campeonato decidido em detalhes em 2017. E no GP dos Estados Unidos não foi diferente. Com uma melhor leitura da evolução da pista da sexta-feira para o domingo, juntamente com o tempo precioso perdido por Sebastian Vettel na última meia hora do segundo treino livre por…

Estratégia do GP da Malásia e por que Vettel não foi ao pódio

O GP da Malásia foi mais uma vitória jogada no lixo pela Ferrari, claramente o carro mais rápido do final de semana, mas certamente não o mais confiável. Tanto, que o quarto lugar de Vettel, saindo de último, é para ser comemorado pela Mercedes, que conseguiu usar Bottas para frear o alemão mesmo sem ritmo…

Estratégia do GP da Itália e o massacre na Ferrari

A Fórmula 1 está longe de ser um assunto fácil de ser tratado, e como já abordei algumas vezes nos testes técnicos das quartas-feiras pré-GP, muitas vezes temos de simplificar alguns conceitos para torná-los mais ‘digeríveis’ e isso seja imprecisões que podem interferir na compreensão das corridas. Vi muitos exemplos disso nos comentários após o…

Estratégia do GP da Bélgica e os detalhes que decidiram a prova

Se por um lado o Safety Car acabou dando a oportunidade de Sebastian Vettel colocar sua Ferrari lado a lado com Lewis Hamilton na relargada do GP da Bélgica, talvez salvou o inglês de uma situação potencialmente dramática nas últimas voltas, em um daqueles duelos cheios de variantes e detalhes que já fazem parte da…

Por dentro da F-1 e como é definida uma estratégia de corrida

O vocabulário da estratégia:   Stint: sequência de voltas feitas com o mesmo jogo de pneus   Casualidade. Segundo a definição do dicionário, “condição ou qualidade do que produz efeito”.  Essa é a palavra-chave para determinar as decisões estratégicas dentro de uma corrida de Fórmula 1. “Tentamos identificar como o que estamos fazendo vai influenciar…

Credencial do GP de Mônaco e muito mais

O Credencial pós-GP de Mônaco tem tudo sobre o climão na Ferrari, os desafios de Hamilton nas próximas etapas e até o restaurante favorito do Luis Fernando Ramos na próxima etapa, no Canadá. E adivinhem onde vou dar uma passadinha antes de chegar em Montreal? Ouçam, divirtam-se, comentem, compartilhem!