Vídeo: Ju Responde sobre a “virada” da Mercedes e o que deu errado para Hamilton na Turquia

Tiro as dúvidas enviadas no Instagram @myf1life sobre o GP da Turquia de Fórmula 1 e falo sobre a estratégia de Lewis Hamilton e até onde ele poderia ter chegado com uma tática diferente, o crescimento da Mercedes e as dificuldades da Red Bull em Istanbul Park, a boa corrida para a Ferrari e o que deu errado para Ricciardo.

Raio-X do GP da Holanda e as três missões que Verstappen cumpriu

Verstappen tinha três missões: para vencer o GP da Holanda: escapar logo do DRS, pois a velocidade no final da reta da Mercedes era superior, evitar ficar exposto a um undercut (o que em Zandvoort significava algo em torno dos 2s5) e, ao mesmo tempo, cuidar dos pneus, já que as interrupções nos treinos livres significaram que os times foram no escuro em termos de simulações de corrida.

Vídeo: Ju Responde se a Mercedes errou ou não na estratégia (e mais)

Fazendo um pit stop rápido em casa entre os GPs da Holanda e da Itália, tiro as dúvidas enviadas pelo instagram myf1life após o GP da Holanda e falo sobre a estratégia da Mercedes, os méritos de Verstappen, a briga interna na McLaren e na Haas, o rendimento da Ferrari e o que podemos esperar da pista de Zandvoort em 2022.

Raio-X do GP da França: riscos que a Red Bull tomou, e a Mercedes não

O que escapou às contas da Mercedes foi o quanto que Verstappen ainda tinha em seus pneus velhos (0s6 na inlap), os ganhos no pitlane, com entrada, saída e a parada em si (0s46) e, principalmente, o quão rápido ele conseguiria aquecer o composto duro – algo que surpreendeu o próprio Max: 1s8

Vídeo: O que deu no GP da França e na estratégia da Mercedes?

Por que o GP da França de Fórmula 1 foi tão eletrizante desta vez, o que explica o erro da Mercedes ao não prever que Verstappen passaria Hamilton e a corrida para esquecer da Ferrari. Tem ainda a bela prova de Russell, o efeito Perez na disputa pelo título e por que a Mercedes parece não conseguir reagir como antes.

Drops do GP de Mônaco e pressão por tudo quanto é lado

Lewis Hamilton soltou os cachorros para cima da equipe na reunião pós-classificação. Ele não concordava com a abordagem do time em termos de acerto e reclamava de erros na sessão. Nenhuma crise, já que Toto diz preferir que as coisas duras sejam ditas cara a cara

O papel da asa da Red Bull na estratégia do GP da Espanha

Sabe-se algumas coisas sobre o Circuito da Catalunha: é preciso uma diferença de pelo menos 1s2 entre dois carros para haver uma ultrapassagem – mais do que o normal – e é muito difícil seguir um rival de perto sem perder rendimento. Então, se o piloto permanece, volta após volta, a menos de 3s de você, é indicativo de que ele tem mais ritmo