Estratégia do GP de Portugal e por que ele foi uma prova rara na F1

Há basicamente três tipos de corrida em pista seca na F1. Aquelas provas estratégicas, em que você tem de esperar até o final para ter alguma emoção. Aquelas provas (que andam raras na F1) em que o desgaste de pneus não é uma preocupação tão grande e os pilotos podem ter lutar mais francas até que as posições se acomodem respeitando o ritmo de cada carro. E as procissões em que nada disso acontece

Estratégia do GP de Sakhir e como Perez ganhou saindo de último

“Depois da sexta-feira, já sabíamos o que fazer”. Ir para o GP de Sakhir já tendo decidido fazer uma parada foi fundamental para o resultado da Racing Point, como explicou Sergio Perez. O foco era pontuar mais do que as rivais diretas na luta pelo terceiro lugar entre as equipes. A vitória (e o pódio…

Um GP de estreias

Foi um domingo de primeiras vezes no que também era a estreia de um traçado diferente no anel externo do circuito do Bahrein. A primeira vitória de Sergio Perez veio para coroar a melhor temporada da carreira do mexicano, que ainda está a pé para o ano que vem. O primeiro pódio de Esteban Ocon…

F1 on demand: Da Netflix ao mercado de pilotos

Nesta semana, temos Hamilton na Netflix, qual o motor da Williams no ano que vem e as últimas do mercado de pilotos. Todos assuntos pedidos pelos Credenciados do projeto do Catarse, que fazem também parte do grupo exclusivo do Facebook.   Cleber Balieiro quer saber qual o motor que a Williams vai usar ano que…

Drops do GP da Áustria e a vitória no momento certo

Sempre achei a mídia que cobre a F1 in loco muito negativa. Achava que tinha a ver com a predominância de ingleses, que acham que fazer jornalismo é ver problema em tudo. É claro que esse fator está mesmo por lá, mas há algo mais forte que, reconheço, pode muitas vezes afetar nossos julgamentos. Lembro…

Drops do GP da França e a turbulência dos bastidores

O grande temor nos meses que antecederam o GP da França era o trânsito. Enquanto os promotores garantiam que tinham resolvido os problemas do ano passado, nós sabíamos que havia um desafio físico: só uma via de acesso com espaço para um carro de cada vez. No final das contas, não houve problemas, mas não…

Quem saiu perdendo em 2018

Vettel: Impossível não começar a lista com ele. Os erros seguidos em momentos cruciais expuseram algo em que o alemão tem de trabalhar: o racecraft. E isso não coloca em xeque seus quatro títulos mundiais, até porque ele não tinha que usar muito de seu racecraft naquela época. Não, ele não tinha o melhor carro…

Enquete da semana: Verstappen x Ocon

A poeira já baixou e todos puderam ler opiniões bem distintas sobre o toque entre Verstappen e Ocon. E aí, de quem foi a culpa no final das contas?