Drops dos bastidores do GP da Grã-Bretanha e várias novidades (mas não aquela)

Além de malabarismos para explicar que o pole não era pole e que o vencedor na verdade era o pole que muita gente saiu de Silverstone com a impressão de que o novo formato deu uma movimentada interessante no fim de semana, mas pode ser aperfeiçoado

Vídeo: O que deu no GP da França e na estratégia da Mercedes?

Por que o GP da França de Fórmula 1 foi tão eletrizante desta vez, o que explica o erro da Mercedes ao não prever que Verstappen passaria Hamilton e a corrida para esquecer da Ferrari. Tem ainda a bela prova de Russell, o efeito Perez na disputa pelo título e por que a Mercedes parece não conseguir reagir como antes.

Drops dos bastidores do GP da Espanha e a sucessão da Mercedes

Não surpreende ver as conversas de Toto Wolff com o pai de Carlos Sainz, outro que está sempre atento às movimentações, no paddock, assim como o rumor de que a situação contratual de Lando Norris também está sendo checada e inclusive o nome de Esteban Ocon, que é piloto Mercedes emprestado à Alpine, seja citado na lista do austríaco

Estratégia do GP de Portugal e por que ele foi uma prova rara na F1

Há basicamente três tipos de corrida em pista seca na F1. Aquelas provas estratégicas, em que você tem de esperar até o final para ter alguma emoção. Aquelas provas (que andam raras na F1) em que o desgaste de pneus não é uma preocupação tão grande e os pilotos podem ter lutar mais francas até que as posições se acomodem respeitando o ritmo de cada carro. E as procissões em que nada disso acontece